17 de dezembro de 2008

Assim nascem as flores

Arno e Zélia Nardini , ambos trabalhadores de uma malharia em Gaspar S.C declaram que ele sempre foi um menino diferente e especial, até na forma como apareceu em suas vidas. Na noite de 22/04/2004, foi deixado na porta do casal, em uma caixa de papelão, com um bilhete:” Cuide bem do meu anjinho e ele transformará sua vida” .



A mãe Zélia Nardini nos conta esta emocionante história:



Aqueles olhos de um azul profundo e aqueles cabelos encaracolados nos deixaram completamente apaixonados. E foi esta paixão que fez com que o Juiz nos desse a guarda provisória e mais tarde a definitiva.



Com pouco mais de oito meses deu seus primeiros passos. Quase morremos de susto quando descobrimos aos três anos e meio , que ele sabia ler. É um menino diferente, afirma Arno. Ele diz coisas de gente grande.



Tem verdadeira adoração por jardins e flores, sendo as rosas, as suas preferidas. Seus enormes olhos azuis parecem luzes intensas quando vê uma delas.



É apaixonado pelos avós, os pais do Arno, pois os meus pais já se foram, diz Zélia. O interessante é que nunca os chama de vovô ou vovó. Sempre se refere aos dois como “as minhas florzinhas” e toda semana tem que visita-los, pois com eles construiu um jardim, que tem banco, iluminação e até uma placa de madeira entalhada pelo seu João, pai do Arno”.



Na tarde desta sexta feira , quando o pegamos na creche, notamos que estava eufórico e queria por toda lei ir para casa dos avós, pois disse que três rosas estavam para desabrochar e ele não podia deixar de ver. Tanto insistiu que apesar daquela chuva toda fomos no sábado de manhã leva-lo para o sítio dos avós .



Mal chegamos, ele disse pra mim e pro Arno, que devíamos voltar logo, pois estava chovendo e podia não dar tempo, pois ele iria ficar para ver as rosas abrindo. Insistiu tanto que assim fizemos, deixamos ele lá, para meu sogro trazer no domingo.



Quando estávamos saindo pela porta, ele pediu para não ficarmos tristes, por ele ficar com suas duas florzinhas e que um anjinho iria me dar uma florzinha também.



Ao ver na TV, no domingo de manhã os estragos causados pelos deslizamentos no morro do baú e ver o estado em que ficou o sítio do meu sogro, entramos em desespero, mas não queríamos acreditar que o pior tivesse acontecido, mas a dura realidade nos fez acordar deste sonho ruim.



As equipes de resgate encontraram abraçados na lama do jardim, meu sogro, sogra e meu pequeno Thiago, juntos a um galho de roseira, que inexplicavelmente estava intacto, com três botões de rosa. Sob os corpos a placa entalhada pelo meu sogro, com os dizeres:



“Renascemos de novo, do nada, da lama do lodo”.



Não resisti a tanta dor e fui levada ao hospital Santa Izabel e lá depois de medicada, foi constatado que estou grávida. Daí entendi as palavras do meu Thiago quando nos despedimos, que um anjinho também me daria uma florzinha.



Que a mensagem entalhada na placa do jardim do meu Thiago, seja o lema para todos aqueles que deixaram um pedaço de suas vidas sob os escombros desta tragédia.



Zélia Nardini.
Blog Widget by LinkWithin

14 comentários:

  1. Que texto, Luiz. Arrepia.
    Tristezas e alegrias que se sucedem em instantes.
    Imagino quantas histórias como essas aconteceram nos últimos tempos com toda essa tragédia.

    Parabéns por trazer a nós essa triste, mas linda (por outro lado) história.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Você tem o contato da Dona Zélia ou do Sr. Arno?!?!?

    Sou da TV Galega de Blumenau e queríamos contar esta história, se verdadeira ao vivo!

    Nosso contato 3326-7788

    Att Franciele Cardoso

    ResponderExcluir
  3. Se é história é veridica,porque não foi divulgada na TV??
    Estranho né?
    Anonimo

    ResponderExcluir
  4. Não posso afirmar que seja verdadeira, pois recebi por email. Mas a TV Galega, está investigando. Se bem que nem tudo que aparece na TV é verdade, também.

    ResponderExcluir
  5. Pesquisei e não encontrei nenhum Nardini na lista das vítimas de Santa Catarina e muito menos Thiago...!!!!!
    Acho que trata-se de lenda urbana!

    ResponderExcluir
  6. Anônimo, se você se me passar seu email, mando o email da pessoa que me passou a história.

    ResponderExcluir
  7. Seu Luiz,
    Que situação que nós chegamos. . . Estou torcendo para ser verídica essa bela história, mas tudo leva a crer que trata-se de mais uma atitude sádica “plantada” na internet, no mínimo para a obtenção de endereços eletrônicos.
    Dias atrás recebi e-mail com fotos como sendo da região atingida pela explosão do gasoduto, mas facilmente percebia-se tratar de imagens oriundas de incêndio em área rural nos EUA.
    Se não bastava a inexistência de registro de óbito na Defesa Civil, alguns outros fatos devam ser considerados:
    1º - alguém com a sordidez para abandonar um recém-nascido à própria sorte, vai chamá-lo de "meu anjinho?"
    2º - os apresentadores de programas televisivos sensacionalistas da pior categoria, que vieram aqui tão somente em busca de IBOPE, iriam deixar passar esse fato?
    3º - e o restante da mídia nacional e local, com seus principais jornalistas centrados em todos os detalhes da tragédia, assim como conseguiram a história da jovem manequim e tantas outras comoventes, passariam batidos também?
    4º - não era mais coerente uma placa com os dizeres “Jardim do Thiago”, ou algo nesse sentido? – Que avô coloca uma placa com aquela frase num jardim cultivado por uma criança?
    5º - nenhum comentário sobre o fato na malharia, na igreja, na padaria?
    6º - curioso também não ter encontrado Nardini na Lista Telefônica tanto em Blumenau, quanto em Gaspar.
    Cordialmente,
    Oscar

    ResponderExcluir
  8. Caro Oscar

    Sempre onde há tragédias surgem histórias e estórias, assim somos nós seres humanos.
    Quando recebi o email com esta história, perguntei para quem me passou se ele sabia a origem. Como acontece sempre com estes emails não se acha a origem.
    Antes de publicar também pesquisei pelo nomes, notícias, etc sendo também infrutífera esta busca.

    Então resolvi publicar o texto para ver se aparecia alguém confirmando ou provando ser a história é verídica ou não. Bom, alguns duvidaram com argumentos parecidos com os seus, mas até agora nada de concreto. As dúvidas que você têm são parecidas com as minhas, só que não acho que quem escreveu seja sádico, talvez seja insencível, mas não deixa de ser um bom contador de história, por sinal uma linda e comevente história. Espero que um dia esta pessoa apareça e nos de a razão disto.
    Grato pela visita e pelo comentário.


    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Realmente não acredito que seja verídica, pois não há indícios para isso... mas valeu pela msg que passou, pois é mto bonita.
    Att,
    Simone

    ResponderExcluir
  10. verdade ou não, só sei que é mto comovente e bonita !

    ResponderExcluir
  11. zélia, nao fique triste pois o anjo que Deus tinha te mandado foi para te trazer uma boa noticia, agora ele esta no ceu e guarda a tua crianca, e nao te preocupa pois vc vai ver ele novamene

    ResponderExcluir
  12. Sr Luiz,
    Se o fato fosse verídico, seria mesmo algo além do nosso dia a dia...É possívél que diante de tanta dor, alguém para amenizar o peso fos fatos de todos conhecidos,tenha fantasiado e jogado o texto na internet. Se efetivamente isso aconteceu, e como tem a TV GALEGA pesquizando, já devia estar confirmado, ou...
    Aguardo e agradeço uma resposta sua.
    Iracy Vardanega Santos

    ResponderExcluir
  13. Sr. Luiz
    Como a TV Galega está investigando e até agora nada foi confirmado ou desmentido, é possível que diante de tanto sofrimento, naqueles dias apocalíticos, alguém tenha fantasiado uma historinha comovente, para consolar a tantos em desgraça. Seria bom saber a verdade. Me comunique, ou melhor, publique o que souber.
    Abraços,
    Iracy Vardanega Santos

    ResponderExcluir
  14. Pois é minha cara Iracy,
    Já pesquisei muito o assunto. Fui até Ilhota e conversei com várias pessoas. Ninguém conhece os Nardini, muito embora, a maioria ouviu falar na história. Teve pessoas até que confirmaram mas dizem que os nomes das pessoas são outros e que não podem revelar. Continuo pesquisando quando tiver algo mais concreto volto a publicar.

    Abraços

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Fundar uma ONG não é Complicado - Incentivar, ajudar, se doar, frequentemente faço isso. Algumas pessoas não percebem o quão fácil é agir dessa maneira, e quantos benefícios isso trás para ...
    Há 3 horas
  • - Papagaio (a) Chica - *CHICA* Oi,Chica! A história de nosso personagem começa dia *03 de janeiro de 1999*, quando o amigo *Lauro Werner* nos traz de presente um Papagaio (a) c...
    Há uma semana
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 7 meses
  • -

Arquivo do Blog