5 de fevereiro de 2011

Você está disposto a pagar pela preservação ambiental?

Que o Brasil é o campeão mundial em imposto, você já sabe. Além da carga tributária de aproximadamente 36% do Produto Interno Bruto do Brasil, o país ainda apresenta a burocracia de 74 tributos, representando 48,83% do faturamento bruto das empresas. Para se ter uma idéia, se apenas uma pessoa cuidasse dos impostos e tributos da empresa, ela teria de trabalhar 352 dias, 8 horas por dia, ininterruptamente.

E para variar sempre querem cobrar mais. É esperada, por exemplo, para o ano de 2011 a regulamentação da Lei nº 15.133, de 19 de janeiro de 2010, que institui a Política Estadual de Serviços Ambientais e cria o Programa Estadual de Pagamento por Serviços Ambientais no Estado de Santa Catarina. Tanto a proposta de regulamentação quanto o PL que deu origem à Lei foram discutidos e elaborados por um grupo de profissionais de várias instituições públicas do estado, entre as elas a Epagri/Ciram, que esteve representada pelo geógrafo e pesquisador Everton Vieira. dinho200


Serviços ambientais são aqueles oferecidos pelos ecossistemas naturais, como regulação de gases (produção de oxigênio e seqüestro de carbono), proteção da biodiversidade, conservação de solos, regulação do regime hídrico e belezas cênicas. Entretanto, "(...) é preciso deixar bem claro que quem presta os serviços ambientais é o meio ambiente, sendo o papel dos seres humanos garantirem as condições ambientais mínimas para que esses serviços existam", esclarece Vieira.


De acordo com Vieira a Epagri/Ciram possui um grupo de pesquisadores que atua nessa temática e está elaborando alguns projetos que focam no Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) como uma estratégia de desenvolvimento sustentável para pequenos proprietários rurais e comunidades tradicionais. Um destes projetos, cujo foco é a provisão de água em qualidade e quantidade, pretende estruturar um modelo de PSA na microbacia do Rio Vargem do Braço, localizado no município de  Santo Amaro da Imperatriz. Também conhecida como manancial de Pilões, essa microbacia apresenta cerca de 100 pequenas propriedades rurais, que poderiam estar sendo beneficiadas pelo PSA, já que a região é responsável pelo abastecimento de água de cerca de 700 mil moradores da Grande Florianópolis.

naturesa


O Pagamento por Serviços Ambientais significa, na prática, oferecer uma compensação financeira ao proprietário que se dispõe a "abrir mão" de uma determinada área em sua propriedade em favor de sua conservação, garantindo as condições necessárias para a manutenção do serviço ambiental prestado por aquele ambiente natural. Para viabilizar tais pagamentos a Lei 15.133 criou o Fundo Estadual de Pagamento por Serviços Ambientais, que pretende reunir recursos do Estado, da iniciativa privada e, porque não, da sociedade de uma forma geral.


E você, estaria disposto a pagar uma taxa em sua tarifa de água para fomentar a preservação do manancial que abastece sua cidade?

Você pode participar também, da enquete no site da Epagri (role a página até o fim para ver as perguntas).

Fonte: Epagri/Ciram

 

Leia Mais ►

3 de fevereiro de 2011

Vídeos: TV americana veta comerciais por alto nível de sexualidade

Aparentemente, a NBC tem algo contra as garotas que gostam de vegetais. Depois que a Peta apresentou uma proposta de comerciais para o Super Bowl, que apresenta belas modelos demonstrando como gostam de vegetais, a NBC vetou o anúncio, dizendo que "retrata um nível de sexualidade que superam nossas normas."

PetaVeg

 

A PETA – People for the Ethical Treatment of Animals, é a maior organização de proteção dos direitos animais do mundo. Fundada em 1980, a PETA tem-se dedicado no fortalecimento e protecção dos direitos de todos os animais. A PETA opera sob um único propósito: os animais não são nossos para comer, vestir, experimentar ou para serem usados como entretenimento. Já a NBC - National Broadcasting Company é uma das maiores redes de rádio e televisão dos Estados Unidos, que tem os direitos de transmissão do Super Bowl, a final do campeonato de futebol americano.

Este é um dos comerciais vetados

Para ver os outros comerciais vetados clique aqui.

Fonte: PETA

Leia Mais ►

2 de fevereiro de 2011

E o que é a Síndrome de Bornout?

O estresse pode afetar a saúde de maneira bastante expressiva, colaborando para o surgimento de diversas patologias, principalmente se persistir por muito tempo em altos níveis. Pode se tornar crônico, suprimindo assim, o funcionamento do sistema imune e diminuindo a resistência do organismo no combate às doenças.

Considerado uma patologia moderna, resultante da indisciplina imposta pelo estilo de vida atual, o estresse pode ocorrer em função de diversos aspectos do contexto do trabalho e interpessoal. Tudo o que fugir do controle e gerar desequilíbrio poderá ser considerado uma fonte de estresse. O dano causado ao organismo será maior ou menor, dependendo de como a pessoa reage diante dos acontecimentos, como os interpreta e os sente, muito mais do que os acontecimentos em si.

Pessoas expostas constantemente a fatores estressores, como por exemplo, profissionais que trabalham diretamente com pessoas, passam a desenvolver uma reação à tensão emocional crônica, por tratar excessivamente com outros seres humanos e suas dificuldades, particularmente quando já ebornoutstão preocupados ou também com problemas. Pois além da própria carga de estresse, ainda absorvem a carga do outro. Estes podem desenvolver a Síndrome de Bornout.

E o que é a Síndrome de Bornout? Trata-se de síndrome multidimensional, caracterizada por três componentes: exaustão emocional, que refere-se a sentimentos de fadiga e redução dos recursos emocionais necessários para lidar com a situação estressora; diminuição da realização pessoal, trata-se da percepção de deterioração da auto-competência e falta de satisfação com as realizações e o seu desempenho no trabalho; e a despersonalização, que são as atitudes negativas, ceticismo, insensibilidade e despreocupação com respeito a outras pessoas.

O estresse, que é um fator preponderante na vida diária tem ocorrido cada vez mais como fator nocivo ao organismo, no entanto, há maneiras inteligentes de conviver e diminuir os riscos causados por ele, minimizando os efeitos negativos, pois sabe-se também, que ele não se tornará um inimigo, quando for um motivador a novas conquistas, se bem gerenciado. E para gerenciar o estresse é importante em primeiro lugar identifica-lo e admiti-lo e, em seguida, descobrir as origens do seu desenvolvimento. Neste sentido, são utilizadas algumas técnicas básicas, que podem auxiliar e diminuir as tensões diárias e recuperar o equilíbrio. Recomenda-se técnicas de respiração e relaxamento, meditação, prática regular de atividades físicas, oito horas de sono diárias, além de uma alimentação balanceada e interação familiar e social.

E o mais importante, o primeiro passo para diminuir o estresse deve sempre iniciar por você. Proporcione um ambiente tranquilo aos que o rodeiam. Dividida as responsabilidades, não seja um centralizador, busque ajuda para resolver os problemas. Eles existem e continuarão existindo... Olhe sempre pelos diversos ângulos que a vida oferece, como saída para chegar às soluções. Sempre haverá uma saída, uma outra forma para buscar as soluções. E quando não conseguir sozinho, não deixe chegar ao seu limite máximo, é indicado que procure ajuda profissional.

Por: Liciane F. Dalla Costa/Psicóloga, Especialista em Terapia Cognitiva ICTC/SC e Psicooncologia PUC/RS

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

1 de fevereiro de 2011

Provinha Brasil disponibilizado no Portal do Software Público

A prefeitura de Guarulhos lançou durante a VII Conferência Latinoware o software Provinha Brasil. A solução, criada em consonância com os objetivos do Plano de Desenvolvimento da Educação-PDE do MEC, oferece uma avaliação diagnóstica aplicada aos alunos matriculados no 2º Ano do Ensino Fundamental.

A solução auxilia professores e gestores escolares, pois atua como um instrumento de análise do nível de alfabetização dos alunos, permitindo a correção e reorientação da aprendizagem em leitura e escrita, melhorando a qualidade da alfabetização e do letramento inicial oferecido às crianças.

provbra

Essa avaliação diferencia-se das demais que vêm sendo aplicadas ultimamente, pois se trata de um instrumento pedagógico sem finalidades classificatórias. Para os cadastrados no Portal SPB basta acessar a comunidade diretamente pelo endereço http://www.softwarepublico.gov.br/ver-comunidade?community_id=25956481

Em Guarulhos, a aplicação da Provinha Brasil ocorre desde 2008. No primeiro ano de aplicação, as escolas enviaram os gabaritos dos testes do primeiro e segundo semestres para a Secretaria de Educação. Após o trabalho de alguns meses, essas respostas foram inseridas em um banco de dados e iniciou-se um processo de confecção de relatórios com esses dados.

Em 2009 houve uma melhoria nítida no processo de aplicação da Provinha. Tal avanço foi nitidamente percebido pela rede, pois o relatório da primeira fase do teste de 2009 foi entregue às escolas junto com o relatório dos dois testes de 2008. Esse progresso no tempo de confecção dos relatórios ocorreu porque a Prefeitura de Guarulhos, por meio da Secretaria de Educação, desenvolveu um Sistema on-line para inserção e armazenamento das respostas da Provinha.

A Secretaria de Educação organizou o desenvolvimento do software e ainda se responsabilizou pelo suporte, manutenção, atualização e aprimoramento contínuo do mesmo. A equipe escolar ficou responsável pela inserção das respostas de cada aluno e das observações descritivas dos educadores que acompanham esses alunos no processo ensino-aprendizagem. Dessa forma, o sistema Provinha Brasil facilitou o tratamento dos dados, viabilizando a produção de relatórios que, ao subsidiar ações pedagógicas, são capazes de unir a Secretaria de Educação, a Equipe Escolar, os pais e alunos, no objetivo maior de buscar a qualidade da educação fundamental.

Notícia do Portal SPB

Leia Mais ►

31 de janeiro de 2011

Erro da Globo poderá mudar nome de estado brasileiro

Bonito fica no Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pantanal ou no Cerrado? Se você não sabe, não é o único. Acho que muitos não sabem. Até o Gilberto Braga, aquele autor de novelas da Globo, demonstrou recentemente na novela Insensato Coração, que não sabe.

A confusão envolvendo os nomes dos estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso causaram revolta na população do estado caçula. No capítulo da sexta-feira (21/01) da novela Insensato Coração, um diálogo entre as personagens Luciana (Fernanda Machado) e Pedro (Eriberto Leão) deu a entender que a cidade sul-mato-grossense de Bonito ficaria no Mato Grosso.

A revolta dos sul mato-grossenses é acentuada pelo fato de não ser a primeira vez que Gilberto Braga faz confusões entre os nomes dos dois Estados. Em 2004, durante um capítulo da novela “Celebridade”, a personagem de Malu Mader também disse que iria para Mato Grosso, visitar Bonito.

A Fundação de Turismo do Estado enviou uma carta a Gilberto Braga, autor da novela dGrutadolagoazulBonitoa Rede Globo, pedindo “possíveis reparações, pois a cidade de Bonito está situada em Mato Grosso do Sul e não no Mato Grosso como deu a entender no diálogo”. Ainda segundo a carta, assinada pela secretária de Turismo Nilde Brun, “essa informação equivocada gera prejuízos ao Estado e aos turistas que, mal informados, vão procurar a cidade de Bonito no Estado de Mato Grosso.”

Infelizmente, essa troca entre MS e MT não é incomum. Além de novelas, telejornais e até mesmo o então presidenciável José Serra (PSDB), durante campanha eleitoral de 2010, acabam se enganando com a geografia nacional. Porém essa confusão não fica só na revolta do sul-mato-grossense, o estado acaba também por perder dinheiro.

Devido aos sucessivos equívocos envolvendo os nomes dos dois Estados, desde o ano passado a discussão sobre uma possível mudança de nome de Mato Grosso do Sul ganhou força. O deputado estadual Antônio Arroyo (PR) apresentou um projeto estabelecendo as regras para se fazer um plebiscito. Entre as sugestões mais cotadas estão os nomes “Estado do Pantanal” e “Estado do Cerrado”.

Já alternativa sugerida pelo deputado estadual Paulo Duarte (PT) em seu Twitter é que para a Rede Globo parar de uma vez por todas, a não confundir o nome de Mato Grosso do Sul com seu estado irmão seria o governo estadual cortar as verbas publicitárias destinadas à emissora. Outras opniões são de que o estado deveria investir mais na divulgação.

E você é a favor da mudança de nome do estado?

Fonte: Portal Bonito

Leia Mais ►

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 2 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há uma semana
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog