3 de julho de 2010

Igreja reclama paternidade da vuvuzela

A origem da vuvuzela, aquela corneta de cerca de 50 centímetros que, assoprada em conjunto num estádio de futebol, emite som idêntico a um enxame de abelhas enfurecidas, está sendo requerida pela Igreja Batista Nazaré, da África do Sul.

O empresário Neil van Schalkwyk, da Mascincedane Sport, que fabrica a vuvuzela de plástico desde 2001, confirmou à agência noticiosa France Press a existência de compromisso com a igreja batista, sem, no entanto, revelar suas bases.

“Agora somos a inventora oficial da vuvuela”, disse o porta-voz da Igreja Nazaré, Enoch Mthembu. “Agora vamos trabalhar juntos”, agregou. Ele explicou que a vuvuzela foi “inventada” no início do século passado pelo fundador da denominação carismática, Isaiah Shembe.vuvuzela

O ancestral da vuvuzela é o chifre de kudu que, soprado, chamava moradores de aldeias para reuniões. A origem da palavra remonta ao “vuvu”, do zulu, que significa “fazer barulho”, ou está vinculado à gíria local, que relaciona o seu significado ao som do banho de chuveiro.

Além de líder religioso, Shembe era músico. Ele escreveu e compôs vários hinos, e animou a liturgia das celebrações recorrendo a formas modificadas de danças tradicionais zulu.

Natural de Ntabamhlophe, perto de Estocourt, Natal, na África do Sul, Shembe (1869-1935) foi batizado em 1906 e fundou a Igreja Batista Nazaré em 1911. Mais tarde ele adquiriu uma fazenda, que denominou de cidade sagrada de Ekuphakameni, e introduziu a peregrinação anual à montanha de Nhlangakazi, que ele tinha por sagrada.

Fonte: ALC

Leia Mais ►

Copa 2010: Alemanha humilha a Argentina

Os argentinos comemoraram bastante a eliminação do Brasil na sexta-feira, mas a festa dos hermanos não durou mais que um dia. Assim como aconteceu em 2006, a Alemanha eliminou a Argentina nas quartas de final da Copa do Mundo. Desta vez, no entanto, os alemães não precisaram dos pênaltis. Com uma arrasadora vitória por 4 a 0, neste sábado, no Estádio Green Point, na Cidade do Cabo, a equipe europeia arrancou gritos de "olé" dos torcedores.

Não deu nem tempo dos argentinos roer as unhas: Müller abriu o placar antes do terceiro minuto de jogo e fez o gol mais rápido da Copa 2010 na África do Sul. Mal o jogo começava e os alemães já tinham a vantagem no placar que lhes dava liberdade para aproveitar os contra-ataques. Travado pela defesa alemã, o poderoso ataque da Argentina pouco conseguiu criar.AleXArg

No segundo tempo com uma jogada rápida pela esquerda, em que Müller aproveitou falha da defesa, serviu Podolski e este chegou até a boca do gol para tocar para Klose, livre e sem goleiro. Era o 2 a 0 que desestabilizava de vez os argentinos aos 23 minutos e que abria o placar para aquilo que começava a se tornar uma vitória histórica, com o terceiro gol seis minutos depois, em jogada de Schweinsteiger também pela esquerda, que quem completou para o gol vazio foi Arne Friedrich. E, incrivelmente, ainda havia mais. O resultado já assustador ganhou um traço a mais de histórico quando Klose anotou seu segundo gol do dia e, com isso, se igualou a Gerd Müller com 14 gols em Mundiais – um a menos do que o recordista, Ronaldo. Como na Alemanha quatro anos atrás, a campanha argentina acabou diante dos alemães nas quartas de final.

No segundo jogo do dia um confronto equilibrado no estádio Ellis Park, com dois pênaltis desperdiçados em sequência, foi o matador quem tratou de resolver, mais uma vez, a vida dos atuais campeões europeus. Em bate-rebate na área após chute de Pedro na trave direita de Justo Villar, ele ficou com o rebote em seus pés e chutou no canto direito. A bola voltou a bater na trave, mas dessa vez entrou. Foi seu quinto gol no Mundial, para se isolar na artilharia da Copa 2010. A Espanha sofreu como nunca para superar o Paraguai por 1 a 0.

Mas os guerreiros guaranis não se entregaram. O Paraguai ainda teve uma chance de buscar o empate aos 89 minutos, quando Lucas Barrios recebeu lançamento pela direita e partiu para a área. Ele chutou rasteiro, e Casillas soltou. Na sobra, o goleiro foi arrojado e fechou o ângulo na finalização de Roque Santa Cruz para fazer uma grande defesa com os pés. No fim, a combinação entre o goleiro e Villa acabou sendo preponderante para o triunfo espanhol. A semifinal já não é mais um sonho antigo para os espanhóis. Agora é realidade de uma reedição da final da UEFA Euro 2008 contra os alemães.

Leia Mais ►

2 de julho de 2010

Copa 2010: Brasil só em 2014

O Brasil jogou um primeiro tempo que provavelmente está entre seus melhores 45 minutos de futebol na Copa 2010 e em que abriu vantagem de um gol com Robinho e até poderia ter feito mais. Mas a partida após o intervalo, no entanto, foi outra. O Brasil falhou na defesa, seu setor mais elogiado, esteve acuado, quase não chegou ao ataque e demonstrou instabilidade emocional. E viu mais um jogador seu ser expulso na competição, depois que Felipe Melo deu um pisão em Robben.

Não foi com a velocidade de seu ataque, mas sim pelo alto, que os holandeses viraram o jogo em Port Elizabeth. Júlio Cezar saiu mal e Felipe Melo marcou um gol contra aos sete minutos do segundo tempo e Wesley Sneijder, de cabeça, decretou o 2 a 1 que eliminou o time de Dunga na mesmBraXHola fase em que o pais caíra na Alemanha 2006. O sonho do hexa acabou em 45 minutos. E a Holanda se vinga das eliminações nas edições de 1994 e 1998, as duas últimas vezes em que havia cruzado com o Brasil em Mundiais. Para os brasileiros, agora, só em 2014.

O sonho africano de o título da Copa 2010 ficar em seu território chegou ao fim. Após um empate por 1 a 1, o Uruguai venceu Gana por 4 a 2 na disputa por pênaltis, nesta sexta-feira, em Johanesburgo, e avançou à semifinal  da Copa do Mundo da FIFA África do Sul 2010, algo que não acontecia desde o México 1970.

Após o empate em 1 a 1 no tempo normal, Gana teve por duas vezes a vitória nas mãos no último minuto da prorrogação. Na primeira, Suárez salvou com a mão em cima da linha. Pênalti. Mas Gyan, craque do time, fez explodir no travessão a chance da glória. E o castigo veio a galope. Na disputa de cobranças de pênaltis, triunfo sul-americano por 4 a 2. O goleiro Muslera defendeu duas vezes, e o botafoguense Loco Abreu decidiu no chute final.

Leia Mais ►

1 de julho de 2010

Vinte anos do Estatuto da Criança e do Adolescente

Com uma trajetória de 20 anos, o Estatuto da Criança e do Adolescente traz como estandarte a Doutrina da Proteção Integral, cujo lema é a Prioridade Absoluta. Criado para se contrapor a uma ótica punitiva, onde crianças e adolescentes eram objetos de intervenção do Estado, o ECA trouxe consigo a dignidade da pessoa em desenvolvimento, assegurando-lhes por Lei todos os direitos fundamentais inerentes ao homem.

A Doutrina da Proteção Integral deixa distante a concepção de “menores em situação irregular” para garantir o livre desenvolvimento de uma vida protegida para a infância e juventude.

O Estado, após a efetivação do ECA, já não entende a criança e o adolescente como um objeto de sua intervenção, passível de arbitrariedades e punições.

A Proteção Integral garante a primazia de atenção a tudo o que é fundamental aos direitos das crianças e adolescentes.crianças

As conquistas na garantia de direito a infância e juventude foram diversas, porém, o caminho tortuoso fez com os avanços ocorressem apenas muito lentamente. Fato ilustrativo são a violência e a exploração sexual infanto juvenil. O Estatuto nos proporciona todas as ferramentas para coibirmos e reprimirmos os abusos, porém, por maiores que sejam nossos esforços, vivemos ainda uma batalha.

A omissão de muitos, somadas as ações de adultos relapsos contribuem imensamente para deixarmos crianças e adolescentes vulneráveis aos abusos.

Não há mais que esperar outros 20 anos para efetivarmos o lema da Prioridade Absoluta. Com o Estatuto da Criança e do Adolescente estamos no rumo certo. Porém, para trilharmos tal caminho, cada cidadão deve assumir consigo o encargo que a Lei lhe determina, de zelar pelos direitos das crianças e dos adolescentes tratando-os com primazia.

Por: Márcio Serpa/Coordenador do Colegiado dos Conselheiros Tutelares e de Direitos da AMOSC

MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

30 de junho de 2010

As lesões mais comuns no futebol

O futebol está no sangue do brasileiro. Em época de Copa do Mundo então, todas as atenções estão concentradas no esporte mais popular do mundo. Para alguns o prazer está apenas em acompanhar os jogos pela televisão, no entanto para outros a prática do esporte trata-se da atividade profissional e ainda têm aqueles que o futebol do fim de tarde com os amigos é encarado como diversão e uma possibilidade de realizar atividades físicas.

Tanto para profissionais, quanto para amadores do futebol, o risco de lesões com a atividade está presente. O médico ortopedista e traumatologista, Joaquim Reichamm, observa que o esporte favorito de muitos é uma fábrica de lesões. “A exposição ao contato físico e as quedas exigem muito da musculatura do atleta, por isso a necessidade de fortalecer os músculos. Os músculos e os ligamentos são as principais estruturas de sustentação das articulações que, por serem móveis, são as mais vulneráveis a problemas. Os tornozelos e joelhos são as áreas mais sensíveis, posis são eles que amortecem a maioria dos choques durante a movimentação”, explica.

Reichmann aponta que as lesões mais comuns surgem das faltas praticadas pelos adversários. “A gravidade dos encontrões de faltas é relativamente pequena, porém as estatísticas mostram que entre 10% e 23% das faltas resultam em afastamento de treinos ou jogos”, afirma. Sobre as condições de prepkkaro físico que podem levar o atleta a sofrer lesões com mais facilidade, o médico diz que são responsáveis o excesso de treinamento, poucas horas de sono, sono sem repouso, alimentação inadequada, além do uso de anabolizantes por parte de alguns atletas.

O médico observa que as entorses do tornozelo são as lesões mais comuns do futebol, representando 17% a 20% do total. Enquanto as lesões de joelho ficam em torno de 16% de todas as lesões em homens. O que agrava nas lesões de joelho é que, quando ocorrem, exigem maiores períodos de afastamento do esporte e até cirurgias de reparação.

Isso ocorre, segundo Reichmann, porque trata-se de uma articulação plana e instável, além de superficial. “O joelho fica bem no meio entre a cintura e o solo sofrendo na maioria das vezes o trauma direto do chute ou de uma dividida. Além disso, ele ainda está sujeito a grandes forças de rotação, principal mecanismo para a lesão dos meniscos e ligamentos cruzados”. Os joelhos também não têm um envoltório muscular para protegê-los.

O médico adverte que o aquecimento e alongamento, antes do exercício, são vitais para evitar as lesões.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

29 de junho de 2010

Copa 2010: acabou o sonho português

Em um jogo muito equilibrado, decidido apenas após 120 minutos mais oito cobranças de pênaltis, o Paraguai venceu a guerra contra Japão e alcança feito inédito nesta terça-feira, em Tshwane/Pretória. Após mais de 120 minutos em que o 0 a 0 resistiu em um jogo sem grandes emoções  e sonolento, os paraguaios foram mais eficientes na disputa de pênaltis e venceram o Japão por 5X3.

O triunfo paraguaio também permitiu uma marca histórica para o futebol sul-americano. Pela primeiraParXJap vez, a região terá mais representantes que a Europa entre os oito melhores do Mundial (quatro a três). Além do Paraguai, Uruguai, Argentina e Brasil também seguem na Copa 2010. Alemanha, Holanda e Espanha representam o velho continente. Já a Ásia, com a eliminação japonesa, está fora do Mundial. A África segue com a seleção de Gana.

No segundo jogo do dia, a Espanha venceu Portugal, por 1 a 0, no derradeiro jogo das oitavas, disputado no Estádio Green Point, na Cidade do Cabo. O gol espanhol foi marcado por Villa aos 17 minutos do segundo tempo. Além de classificar a Fúria, com este gol Villa alcança Higuaín e Vittek na artilharia da Copa 2010. A grande estrela de Portugal, Cristiano Ronaldo teve uma atuação decepcionante.

Leia Mais ►

28 de junho de 2010

Copa 2010: Brasil X Holanda

A Holanda venceu a Eslováquia por 2×1 e se classificou para as quartas de final da Copa 2010, num jogo tecnicamente fraco e tranquilo para o time laranja. No confronto com a Eslováquia, o talento do craque Arjen Robben foi decisivo para a definição da vitória por 2 a 1, em Durban, que coloca a Laranja Mecânica nas quartas de final da competição, à espera de um reencontro com o Brasil.

Aos 18 minutos, Robben recebeu no mano-a-mano contra o lateral, o atacante cortou para o centro, carregou um pouco a bola até arrumar o mínimo espaço, e bateu de fora da área, rasteiro, no canto direito do goleiro Jan Mucha. Com o gol, os holandeses se concentraram mais na defesa, o que tornou o jogo ruim, já que a Eslováquia não conseguia armar boas jogadas a partir de seu meio de campo.

O segundo gol holandês saiu dos pés de seu outro astro, Wesley Sneijder, aos 84 minutos, mas com bons méritos para o brigador Dirk Kuyt. Em contra-ataque, o jogador do Liverpool ganhou uma disputa com Mucha na área pelo alto, controlou a bola com tranqüilidade e rolou para o centro, numa assistência perfeita para o meia da Internazionale completar com categoria, com o gol escancarado à sua frente. O gol de honra da Eslováquia só foi sair literalmente no último lance da partida, em cobrança de pênalti do Vittek, que agora soma quatro, empatado com Gonzalo Higuaín na artilharia.

Freguesia é coisa para ser respeitada, e o Brasil manteve sua tradição diante do BraXChlChile na noite desta segunda-feira no estádio Ellis Park, em Joanesburgo. A promessa de Marcelo Bielsa de colocar a equipe chilena para encarar o Brasil jogando do jeito que sabe, atacando, se concretizou. Então, a resposta natural da equipe de Dunga também foi jogar do jeito que melhor sabe: contra-atacando. E o resultado foi parecido com aquele das últimas vezes em que as equipes se enfrentaram nas eliminatórias sul-americanas: partida aberta, bonita e com vitória confortável da Seleção brasileira.

Juan, Luís Fabiano e Robinho marcaram os gols da vitória por 3 a 0 que definiu Brasil x Holanda como a terceira partida das quartas de final da África do Sul 2010. Numa rara jogada de linha de fundo, Maicon conseguiu escanteio que ele mesmo cobrou. Protegido por Lúcio e Luis Fabiano, Juan saltou e cabeceou, vendo a bola passar sobre a mão do baixinho Bravo (de 1,83m) e fazendo 1 a 0 aos 34 minutos. Foi seu sétimo gol pela seleção, o quarto sobre o Chile.

Aos 38, Robinho recebeu pela esquerda, avançou e encontrou Kaká na meia-lua. O camisa 10 deu um passe genial, de primeira, que deixou Luís Fabiano cara a cara com Bravo. O artilheiro teve calma para driblar o goleiro e levar o Brasil para o vestiário com uma vantagem confortável.Brasil 2 x 0.

Quando as duas equipes voltaram a campo, já era claro e certo: o Chile precisava se soltar ainda mais, e a porta para o contra-ataque brasileiro já não se fechava mais. Para isso, a presença de Ramires no lugar de Felipe Melo acabou sendo ideal. O meio-campista do Benfica, um dos destaques do jogo, engatou uma arrancada rápida aos 14 minutos e, na entrada da área, serviu Robinho. O camisa 11 tocou de primeira no canto esquerdo e marcou seu primeiro gol na Copa do Mundo.

Os brasileiros e os holandeses,que superaram a Eslováquia por 2 a 1 nesta segunda-feira, voltam a campo na próximo sexta-feira, dia 2 de julho, às 16h local (11h de Brasília), no Estádio Nelson Mandela Bay/Port Elizabeth, para disputar uma vaga na semifinal.

Leia Mais ►

27 de junho de 2010

Copa 2010: Erros colocam Alemanha e Argentina nas quartas

Alemanha e Inglaterra fizeram neste domingo o melhor jogo da Copa 2010 até agora. A Alemanha aplicou uma goleada de 4 a 1 com direito a festa para a torcida. Com a zaga inglesa batendo cabeça, o gol alemão não demorou para sair. Após o tiro de meta de Manuel Neuer, Klose ganhou de Upson na corrida e tocou na saída de James.

Aos 32 minutos, Klose foi à lateral direita e deu um passe com açúcar para Müller na área. O jovem não foi fominha e serviu Podolski, no lado esquerdo. O camisa 10 bateu pelo meio das pernas do goleiro e correu para o abraço. Alemanha 2 X 0. As chances iam se multiplicando, mas foi a Inglaterra quem passou a pressionar. Em cruzamento de Steven Gerrard, a bola foi precisa para o zagueiro Matthew Upson, que aproveitou a saída errada de Manuel Neuer para diminuir. O lance incendiou o time de Fabio Capello, que fez o segundo gol logo em seguida. Lampard bateu, a bola tocou o travessão e quicou 33 centímetros dentro do gol. A arbitragem ignorou e mandou o jogo correr. Erro que mudou o resultado do jogo.AleXIng

Na segunda etapa, a Inglaterra voltou com tudo para buscar o empate e se lançou ao ataque. Aos 22 minutos, Lampard bateu falta na barreira, Terry tentou pegar a sobra e foi desarmado. Müller então fez lançamento longo para Podolski, na ponta esquerda, e tratou de cruzar o campo para receber de volta, na entrada da área. O camisa 13 soltou a bomba e James ainda tocou na bola, mas não conseguiu fazer a defesa. Alemanha 3 x 1.

Aos 16 minutos, Arne Friedrich recuperou a bola após um ataque frustrado da Inglaterra e lançou Özil pela esquerda. O meia ganhou da marcação, entrou sozinho e teve calma suficiente para tocar para Müller no meio da área. Com gol vazio, ele marcou o quarto. Final Alemanha 4 x 1 Inglaterra.

No segundo jogo do dia a arbitragem voltou a influenciar no resultado do jogo, também. Um gol ilegal de Carlitos Tevez abriu o caminho para a vitória Argentina por 3 a 1 sobre o México. Quem assistiu ao jogo viu um México abusado e bem armado no início do jogo, quando Tevez abriu o caminho da vitória argentina em claríssimo impedimento, ignorado pelo juiz. Higuaín fez 2 a 0, numa falha bizarra do mexicano Ricardo Osorio, e assumiu a artilharia da Copa, com quatro gols. O próprio Tevez, com um foguete de fora da área, ampliou o placar, e os mexicanos ainda diminuíram com Hernández. Bem marcado, Messi fez boas jogadas, mas não conseguiu repetir as atuações anteriores, e ainda não foi desta vez que conseguiu balançar a rede.

Os mexicanos passaram toda a segunda etapa criando oportunidades, inclusive uma em que Martín Demichelis impediu o gol em cima da linha. O esforço teve uma recompensa, ainda que como consolação. Mas foi das mais bonitas. Javier Hernández recebeu na meia-lua, girou com velocidade e acertou uma bomba de esquerda no ângulo de Romero.

Com estes resultados, no sábado às 11h, na Cidade do Cabo, está marcado para as quartas de final um duelo de campeões Alemanha X Argentina.

Leia Mais ►

Dor de frio

As baixas temperaturas, para muitas pessoas, além de trazer o frio acompanham o aumento da sensação de dor. Um exemplo é quando se está com a mão gelada e a batemos em alguma coisa, parece que a dor é muito maior do que seria se não estivéssemos com frio.

O médico ortopedista e traumatologista, Joaquim Reichmann observa que as pessoas mais magras são as que mais reclamam das dores do frio. “A gordura corporal funciona como um isolante térmico, e por isso, as pessoas que estão dentro ou abaixo do peso ideal sentem mais o frio e seus efeitos”, aponta.

Além disso, Reichmann observa que o aumento das dores no inverno também podem estar associadas à construção vascular, que é o estreitamento dos vasos sanguíneos. “Os pacientes com problemas circulatórios, podem se queixar de dor e incômodo nas pernas, por exemplo”.frio

Reichmann explica que no frio, as terminações nervosas tornam-se bem mais sensíveis e até quem não tem problemas de saúde, pode apresentar dores provocadas pelo frio. “O fato de se encolher por causa do frio, gera tensão muscular, contratura, mal-estar e, consequentemente, a dor”. O médico diz que o problema pode se acentuar em pessoas que sofrem de dores nevrálgicas, ou seja, aquelas associadas a lesões nos nervos periféricos. “Esses pacientes, na medida do possível, devem evitar as baixas temperaturas para minimizar o desconforto”, afirma.          

Independente da estação do ano, Reichmann adverte que o hábito de caminhar deve ser mantido. No entanto, ele ressalta que alguns cuidados são importantes durante a estação mais fria do ano. “Um exemplo é a respiração que se altera na caminhada no inverno, porque o ar gelado entra pelo nariz e se choca com a temperatura interna do corpo — cerca de 36 graus, e ainda ficamos sujeitos a lesões musculares, gripes e resfriados”.

A maneira mais eficaz de prevenir as dores do frio e diminuir as queixas, é o alinhamento postural, capaz de fazer os músculos funcionarem de forma adequada diminuindo o excesso de tensão no corpo. “É importante utilizar roupas adequadas e praticar atividade física periodicamente”, afirma o médico.

Quanto aos alongamentos, Reichmann sugere, que tenham duração de, no mínimo, 15 minutos antes e 15 minutos depois da atividade. “No frio, o sarcoplasma (líquido intramuscular) que permite o deslizamento das fibras, engrossa e o resultado de um movimento errado pode ser uma distensão muscular”, finaliza o médico.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 3 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog