9 de junho de 2012

Novas regras para Protetor Solar

Os produtos de proteção solar utilizados pela população brasileira ganharam novas regras para garantir a proteção da pele dos usuários. Uma das principais mudanças é que o valor mínimo do Fator de Proteção Solar (FPS) vai aumentar de 2 para 6 e a proteção contra os raios UVA terá que ser de no mínimo 1/3  do valor do FPS declarado. O FPS mede a proteção contra os raios UVB, já o FP UVA mede a proteção contra os raios UVA. Para tais comprovações, as metodologias aceitas pela Anvisa foram atualizadas  e foi estabelecida uma metodologia específica para a comprovação contra raios UVA, que, até então, não estava definida.

A resolução RDC 30/12, publicada nesta segunda-feira (4/6) pela Anvisa, também aumenta os níveis dos testes exigidos para comprovar a eficácia do protetor. Pela norma, alegações, como resistência à água, terão que ser comprovadas por metodologias específicas depraiafinidas no novo regulamento. Os fabricantes poderão indicar em seus rótulos as expressões "Resistente à água", " Muito Resistente à água", "Resistente à Água/suor" ou "Resistente à Água/transpiração", desde que comprovem essa característica.

O rótulo dos protetores solares terá mudança ainda em suas informações obrigatórias. A orientação sobre a necessidade de reaplicação será obrigatória para todos os produtos, mesmo aqueles mais resistentes à água. Além disso, fica vedada qualquer alegação de 100% de proteção contra as radiações solares ou a indicação de que o produto não precisa ser reaplicado.

O prazo de adequações dos fabricantes à norma é de dois anos. A nova regra segue os novos parâmetros para protetores solares adotados em todo o Mercosul.

Fonte: Anvisa

Leia Mais ►

6 de junho de 2012

Depressão: A crueldade consigo mesmo

Segundo dados oficiais publicados pelo Ministério da Previdência, no ano de 2010, depressão foi o quarto motivo de afastamento do trabalho, sendo que o primeiro, dor nas costas, o segundo, dor nos joelhos e o terceiro, hérnia inguinal (problema de coluna). Esses dados são referentes a licenças de saúde com duração superior a quinze dias.

Se considerarmos os três primeiros motivos como dores, teremos a depressão como o segundo motivo de afastamento do trabalho. Aventando a hipótese de que essas dores sejam crônicas, isto é, dores que se mantém alem de três meses, estudos apontam que geralmente estão relacionadas a implicações emocionais, comumente de ordem depressiva. Concluindo esse raciocínio, é plausível considerar que os quadros depressivos estejam no topo da lista dos motivos de afastamento do trabalho.depre

Dados da Organização Mundial de Saúde mostram que a depressão é a primeira causa de incapacidade entre todos os problemas de saúde, no mundo. A demonstração de incapacidade é um dos sintomas mais evidentes nesses quadros, juntamente com a falta de ânimo, carência de sentido na vida, embotamento do potencial intelectual, afetivo, social e sexual. Enfim, sobressai-se uma crueldade em relação a si mesmo de proporções alarmantes, como diz Hassoun na obra “A crueldade melancólica”. O depressivo não precisa de inimigos, pois ele é o maior inimigo de si mesmo.

A frequência desse quadro cínico beira à epidemia. Pesquisadores da área da psicanálise e da história, como a francesa Elizabeth Roudinesco em seu livro “Por que a psicanálise” sugerem que vivemos numa “sociedade depressiva”, onde o sofrimento emergencial da sociedade ocidental se manifesta sob a forma da depressão. Curiosamente o termo “depressão” foi cunhado pela psicopatologia a partir da Economia, que designa uma medida de alta ou baixa no mercado financeiro, tendo como referência que a alta deve prevalecer.

Construiu-se um ideário absurdo de que pega mal entristecer-se, estar “em baixa”. O mínimo sinal já é tomado como alarmante colocando nesse “saco” diagnóstico de depressão, muitas vezes casos de uma tristeza necessária a quem está passando por situações de perda.

Vocês sabem que a experiência do sofrimento é constituinte do ser humano, não há como não sofrer, simplesmente por que não temos como satisfazer plenamente os nossos desejos. O conflito é resultante do descompasso entre os nossos desejos e o que é valorizado ou não, permitido ou proibido pelas normas sociais e valores de uma determinada sociedade num momento histórico localizado.

Uma das alternativas do aparelho psíquico para fazer frente a essa lógica é deprimir-se, anestesiar-se quanto aos próprios desejos, morrer em vida, sepultando anseios e planos. Saída absurda, podemos pensar! Por que alguns se instalam nessa crueldade absoluta em relação a si mesmo e outros não, é assunto para continuarmos conversando. Até! Návia T. Pattussi/Psicanalista/naviapattussi@gmail.com

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

3 de junho de 2012

Eleições 2012: Mais de 7,5 milhões de eleitores serão identificados pela biometria

A biometria é uma tecnologia que confere ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. O leitor biométrico acoplado à urna eletrônica deve confirmar a identidade de cada eleitor, comparando o dado fornecido (impressões digitais) com todo o banco de dados disponível. A medida torna praticamente inviável a tentativa de fraude na identificação do votante, uma vez que cada pessoa tem impressões digitais únicas.

Balanço preliminar divulgado pela coordenação do projeto de identificação biométrica do eleitor, desenvolvido pela Justiça Eleitoral, revela que mais de 7,5 milhões de eleitores brasileiros já poderão ser identificados por meio das impressões digitais no momento da votação nas eleições municipais de outubro. Este número, no entanto, ainda pode ser alterado até o final do processamento e auditoria do cadastro de eleitores no próximo mês de julho.

Até o momento, o recadastramento biométrico já foi realizado em 295 municípios de 24 Estados. Apenas os Estados do Amazonas e de Roraima e o Distrito Federal ainda não iniciaram a revisão eleitoral para uso da biometria.BiometriaElei

O recadastramento biométrico foi realizado de forma pioneira, com foco nas eleições municipais de 2008, em três cidades brasileiras: Colorado do Oeste-RO, Fátima do Sul-MS e São João Batista-SC. Na ocasião, foram recadastrados mais de 40,7 mil eleitores dessas localidades.

Devido ao sucesso da revisão biométrica nas três cidades, a Justiça Eleitoral decidiu dar continuidade, em 2010, ao projeto de identificação biométrica do eleitor em outros 57 municípios. Dessa forma, nas eleições gerais daquele ano 1,1 milhão de eleitores de 60 municípios de 23 Estados votaram após serem identificados pela tecnologia da biometria.

A segunda etapa do recadastramento biométrico foi iniciada em 2011 e concluída em abril deste ano. Nesta etapa foram convocados a participar da revisão eleitoral pouco mais de 7 milhões de eleitores de 235 novos municípios de diversos Estados, sendo que o recadastramento foi realizado em todas as cidades de Alagoas e de Sergipe e nas capitais Curitiba-PR, Porto Velho-RO e Goiânia-GO.

A expectativa do TSE é que até 2018 todos os eleitores brasileiros possam votar após serem identificados pelas impressões digitais.

Acesse aqui a relação dos municípios que já concluíram o recadastramento biométrico.

Mais informações sobre a identificação biométrica do eleitor e o sistema eletrônico de votação podem ser obtidas no siteBiometria e Urna Eletrônica.

Fonte: TSE

Leia Mais ►

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 3 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog