31 de dezembro de 2010

Feliz 2011!

A todos que aqui vieram e que aqui virão, e, que muito tem contribuido com este blog. Desejo que as experiências próximas de um Ano Novo lhes sejam Construtivas, Saudáveis e Harmoniosas. Muita Paz, Saúde e Amor em seu contínuo despertar! Felicidades, Realizações e Muitas Alegrias!

Caspass

Lembrem-se: Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

2011

Não precisa fazer lista de boas intenções para arquivá-las na gaveta. Não precisa chorar arrependido pelas besteiras consumadas nem parvamente acreditar que por decreto de esperança a partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade, recompensa, justiça entre os homens e as nações, liberdade com cheiro e gosto de pão matinal, direitos respeitados, começando pelo direito augusto de viver.

tear

Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo, sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.

Feliz 2011!

Leia Mais ►

30 de dezembro de 2010

Blumenau e a Sommerfest 2011

Blumenau não tem praia, mas tem criatividade para atrair milhares de turistas durante o verão e assim aproveitar seus espaços para realização de eventos. A Sommerfest, que traduzido do alemão quer dizer “Festa de Verão”, é o período que se inicia com o Reveillon de Blumenau e segue até o dia 4 de março.

A programação da festa inclui opções de lazer, cultura, gastronomia e compras, além das seis Noites de Oktoberfest, com desfiles típicos, realizadas nas quintas-feiras no setor 1 do Parque Vila Germânica. No período da SommerfLogoSommerest, a rede hoteleira e o comércio de Blumenau oferecem descontos especiais, o que torna a vinda à cidade ainda mais interessante. 

Uma das grandes novidades da edição de 2011 é o Festival Gastronômico, que ocorrerá de 4 de janeiro a 8 de fevereiro. Entre os participantes estão restaurantes, pizzarias e butiquins, totalizando 16 locais. Os estabelecimentos criarão pratos diferenciados no período da festa que contenham ingredientes típicos da região, com preços acessíveis. Os clientes que degustarem do cardápio receberão um livro de receitas com os ingredientes e modo de preparo de todos os pratos produzidos durante o festival.


Mas é no Parque Vila Germânica que acontece uma das mais animadas atrações da Sommerfest, as Sommerbierfest “Noites de Oktoberfest”. Realizada sempre às quintas-feiras, essas noites reproduzem com fidelidade o que acontece na festa de outubro. A festa ocorre a partir do dia 6 de janeiro e terá edições nos dias 13, 20 e 27 de janeiro e 3 e 4 de fevereiro, sempre a partir das 19h30min, no setor 1 do Parque Vila Germânica. Confira abaixo a programação completa da Sommerfest.

sommerfest2011

Mais informações: secturismo@blumenau.sc.gov.br ou no sitewww.parquevilagermanica.com.br

Veja aqui a Programação Sommerfest 2011

Leia Mais ►

29 de dezembro de 2010

Acredite, nesta cidade a água mineral é grátis

Todos os anos milhares de pessoas escolhem a cidade de Laguna, no litoral sul de Santa Catarina,  para passar a virada de ano. O local preferido do público é a areia do Mar Grosso, e a exemplo dos outros anos, a expectativa é de um público superior de 150 mil pessoas.

Um palco será montado em frente à rua Tubarão, antigo calçadão onde, para animar o público, a partir das 22h, a atração será a dupla João e Mateus, sertanejo universitário, acompanhados da banda. A meia-noite, fogos de artifícios irão colorir o céu do Mar Grosso, e depois, será a vez da banda Industrial Nacional dar as boas-vindas ao ano de 2011.

A história de Laguna começou há seis mil anos com os primeiros registros de comunidades pré-históricas, os sambaquis, chamado pescadores-coletores, formações elevadas compostas de conchas, ossos, restos de fogueiras e artefatos, alguns com 35 metros de altura. Durante os séculos XVII e XVIII, as disputas de terras entre as metrópoles portuguesa e espanhola resultaram no Tratado de Tordesilhas (1494). Desse conflito entre metrópoles, uma extensa colônia passava a se formar.

agualaguna

Agora o que chama a atenção em Laguna, é que a comunidade e turistas encontraram uma forma de economizar. Ao invés de comprar água mineral nos mercados e distribuidoras vão direto na fonte, mais precisamente, na Fonte da Carioca, no centro histórico. Revitalizada este ano pelo Governo Municipal e Iphan, o espaço tem seis vertentes de água, que por mês, liberam dois milhões de litros de água mineral.

O vai e vem de pessoas com garrafas plásticas e comum no final e início do dia. Desde o ano de 1863, através da construção com paredes brancas, que os habitantes do município e visitantes utilizam a água, que surge da terra.


O público conhece a casa das nascentes, que ganhou vidro e revestimento cerâmico. Os velhos canos de PVC, que transportavam a água da Fonte da Carioca, e as torneiras foram substituídos por material inoxidável. A nova estrutura oferece maior segurança sanitária para a população, preservando a qualidade da água. Mas, a Vigilancia Sanitária alerta os consumidores sobre os cuidados com o manuseio, validade do garrafão e também deixar o líquido em local arejado.

laguna

Fonte e fotos: Prefeitura Municipal de Laguna

Leia Mais ►

28 de dezembro de 2010

28ª Festa Pomerana

Nem só de sol e mar é feito o verão de Santa Catarina, mas também de tradições germânicas. Desde 1984, o mês de janeiro se enche de alegria com a Festa Pomerana, evento que celebra o aniversário da cidade de Pomerode e também as origens de seu povo.

trio-de-majestades-da-28a-festa-pomerana-foto-noir-studio

Trio de majestades da 28ª Festa Pomerana(foto Noir Studio)

Durante dez dias, no mês de janeiro, Pomerode, em Santa Catarina, recebe turistas de todo o mundo a procura de música, comida típica, chope e todo o charme da cultura alemã. A cidade mais alemã do Brasil celebra entre os dias 14 e 23 de janeiro de 2011 a 28ª Festa Pomerana, que promete receber 80 mil festeiros.

28FestaPomeranaII

São 10 dias recheados de muito chope, música, dança e comida típica, que transmitem ao visitante toda a riqueza da cultura alemã. Para dar início aos festejos, diariamente ocorre desfile pelas principais ruas da cidade, levando toda a alegria beleza das Majestades da festa, a tradição dos Clubes de Caça e Tiro, dos grupos folclóricos e das bandinhas.

A gastronomia de Pomerode é um dos grandes atrativos da Festa Pomerana. Os restaurantes funcionam no Pavilhão Principal - e a partir desta edição também no Cultural - e no Biergarten (jardim da cerveja), trazendo o melhor da comida típica para os festeiros. Os espaços gastronômicos bem ao centro do Parque de Eventos oferecem lanches rápidos para quem não quer perder nenhum minuto de festa. Para melhorar, moradores inscrevem suas receitas em diversas categorias para o concurso culinário. Quem visita a Pomerana prova os pratos e escolhe o melhor. É uma delícia!

Além da música contagiante e da deliciosa gastronomia, a Festa Pomerana traz atrações para todos os gostos. Há apresentação de danças folclóricas, corais, teatro, shows, concursos culinários, competições típicas e também a Feira Artesanal, Industrial e Comercial, onde é possível conhecer a produção local e adquirir malhas, móveis, objetos de decoração, artesanato típico e produtos alimentícios, entre outros.

Muitas outras atrações compõem a 28ª Festa Pomerana. A programação completa e todos os detalhes deste festejo único da tradição alemã podem ser encontrados no site www.festapomerana.com.br , que além de notícias traz também fotografias e vídeos das edições anteriores.

Com informações de: Vivian Althoff/Assessora de Comunicação Social da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte
imprensatur@pomerode.sc.gov.br

Leia Mais ►

27 de dezembro de 2010

Retocolite Ulcerativa Idiopática, sabe o que é isso?

O último evento do 2o Ciclo de Palestras do Aparelho Digestivo da Unimed Chapecó foi marcado pela apresentação do tema “Retocolite Ulcerativa Idiopática” - enfermidade com características inflamatórias ulcerativas na mucosa do intestino grosso. O evento foi conduzido pelo médico coordenador do Serviço de Endoscopia do Hospital Unimed Chapecó e membro Titular da Sociedade Brasileira de Coloproctologia, Luis Carlos Farret Júnior. Participaram médicos cooperados e colaboradores da cooperativa médica.

Atualmente, segundo o médico, a Retocolite Ulcerativa é a doença intestinal inflamatória (DII) mais frequente no mundo. Sua causa ainda é desconhecida, contudo, a teoria autoimune é aceita mundialmente. A doença se caracteriza por inflamação limitada as camadas superficiais das paredes do intestino grosso. No aparelho digestivo a doença acomete apenas o cólon e o reto, mas as manifestações extraintestinais (artrites, piodermites etc) são bastante comuns (30%). A inflamação sempre tem início no reto.RUI

O diagnóstico é feito através do quadro clínico, videocolonoscopia/retossigmóidoscopia com biópsia diagnóstica. A histologia tem condições de diagnosticar as doenças intestinais inflamatórias e, principalmente, de diferenciar a Retocolite da Doença de Crohn.

O quadro clínico depende da forma de apresentação da doença: proctite, poctossigmoidite, colite esquerda, pancolite. Os sintomas variam desde sangramento evacuatório, mucorreia com ou sem sangue, tenesmo, cólicas abdominais, diarreia, anemia e emagrecimento.

O câncer colorretal (CR) tem incidência maior nos pacientes com retocolite. Quanto maior o tempo de evolução e a extensão da doença, maior a chance da neoplasia. “O maior risco está na doença com início na infância, pancolite e poucas remissões clínicas”, explicou o médico.

O tratamento da retocolite sempre é clínico num primeiro momento. O tratamento cirúrgico fica reservado para os casos que não melhoram clinicamente, transformação maligna, retardo do crescimento ou outras complicações como a hemorragia maciça ou perfuração do intestino.

PalestraRUI

Foto: Palestra reuniu médicos cooperados e colaboradores da Unimed Chapecó

Luis Carlos Farret Júnior alertou que o manejo da RCUI é importante devido a sua alta incidência. As medidas terapêuticas já são protocoladas, variando apenas com a experiência do médico que as aplica. O melhor entendimento da doença e o seu envolvimento com a cascata inflamatória permitiu o desenvolvimento de novos medicamentos que estão ajudando na melhora da qualidade de vida e num maior tempo fora das crises. Contudo, o real entendimento da causa da doença, que permanece desconhecida, impossibilita a cura desta patologia crônica.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

26 de dezembro de 2010

Repensando nossas ações

Refletir sobre como poderíamos atualizar nosso modo de pensar e viver no mundo e quais os padrões que seguimos ao longo de nossa existência, faz sentido, quando obtemos informações sobre os ¨problemas globais que estão danificando a biosfera e a vida humana de uma maneira alarmante ¨ . Da obra Teia da Vida ¨ de Fritjof Capra.

Nos primórdios da humanidade os grupos humanos criavam mecanismos para melhor aproveitar o espaço de natureza que lhes cabia. A vida social se organizava em função da sobrevivência, desejos e manifestações culturais. Cada grupo era único em suas necessidades.

Pouco a pouco o viver foi se transformando. O contato com mais coletividades trouxe novas práticas, o comércio foi ampliado, surgem necessidades, desejos. A partir daí outros modelos de organização social, econômica e cultural foram se impondo.natureza

A grande propulsora desta transformação foi a Revolução Industrial, tornando os métodos de produção mais eficientes. Os produtos passaram a ser produzidos mais rapidamente, com preços menores e o consumo estimulado. Por outro lado, aumentou também o número de desempregados. As máquinas foram substituindo aos poucos a mão de obra humana. A poluição ambiental, o aumento da poluição sonora, o êxodo rural e o crescimento desordenado das cidades, foram consequências nocivas para a sociedade.

A criatividade a serviço do consumo oferece uma vida de melhor qualidade se adquirirmos centenas de coisas, advindas das mais recentes tecnologias. Seremos mais felizes, mais saudáveis e teremos mais tempo se consumirmos uma gama imensa de produtos que facilitam o dia a dia. As ofertas são amplas. As possibilidades para aquisições são generosas. Nenhum aspecto negativo sobre o consumo é salientado. Somos reféns da mídia instigadora.

No ano 2000, foram gastos em nosso planeta, em compras de produtos ou serviços domésticos mais de 20 trilhões de dólares, ou seja, 4 vezes mais do que se gastou em 1960, quarenta anos antes.

Estamos gastando recursos naturais em uma proporção 20% superior ao que a terra consegue renovar, levando a humanidade a um impasse. A possibilidade de um colapso breve na capacidade do planeta de fornecer bens e serviço naturais aos seres humanos, exige ações que vão além da diminuição da emissão de poluentes ou utilização das matérias primas de forma sustentável.

Chapecó, segundo o censo de 2010 tem uma população de 183.009 habitantes e percebam, 106 mil veículos fazem parte da frota chapecoense. De acordo com informações da Empresa Tucano, contratada para recolher os resíduos não recicláveis, aproximadamente 96 toneladas diariamente são enviadas para o Aterro Sanitário da cidade de Saudades. Deste volume grande parte poderia ser reciclada.

Duas Associações de catadores; ACEMARC e Vida Nova fazem a coleta seletiva com caminhões da Prefeitura Municipal. São 70 a 80 toneladas mensais. Já ONG Verde Vida recolhe e compra dos catadores, plásticos, papéis, latas etc, comercializando aproximadamente 245 toneladas, mensalmente.

De acordo com algumas pesquisas produzimos 300 gramas a 1 quilo de resíduos diariamente. Que destino é dado aos nossos resíduos? Estamos entregando aos catadores ou estamos enviando ao Aterro Sanitário de Saudades. Perguntamos: todos somos sabedores de que pagamos para que os resíduos sejam depositados em outra cidade?

A Associação SOS TERRA Arte em ação convoca a sociedade chapecoense e mundial a se engajar neste processo de cuidado com o meio ambiente repensando nossos hábitos de vida, padrões, quiçá ultrapassados.

O Planeta Terra é um organismo vivo e como tal está sofrendo as consequências das ações agressivas do homem. É hora de nos reintegrarmos a natureza da qual fazemos parte e dela cuidarmos como quem cuida da única casa que temos para habitarmos.

Por: Ingrid F. Wentz Antunes/Presidente da Associação SOS TERRA - Arte em Ação

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

25 de dezembro de 2010

Dieta Caralluma é propaganda enganosa?

Duas cápsulas de Caralluma por dia não salvam o verão. O fitoterápico da vez, superpopular na internet, pode até ajudar na dieta, mas o efeito não chega nem perto das promessas aclamadas em dezenas de sites.

"A caralluma revelada". Os anúncios estão estampados em redes sociais, links patrocinados e pop-ups. Sem falar em sites falsos, com depoimentos idem. A febre é tanta que, nos últimos 12 meses, houve um aumento de 800% nas buscas do termo "Dieta Caralluma" no Google.

"Dieta Milagrosa ou Fraude?", questiona uma das páginas. Entre os resultados prometidos, fim da compulsão alimentar e 11 quilos a menos em um mês. Até a cantora Ivete Sangalo teria se beneficiado com as propriedades milagrosas do produto. Segundo sua assessoria de imprensa, não passa de propaganda enganosa.

Há muitos mitos e poucas verdades por trás da Caralluma fimbriata, planta asiática parecida com um cacto. Reza a lenda - e o principal trabalho feito sobre a planta- que ela era usada na Índia para diminuir a fome e ajudar populações a suportar períodos com pouca comida.Caralluma

"Pesquisas dizem que glicosídeos (derivados de açúcar) da planta inibem o mecanismo sensorial da fome e "enganam" o cérebro", afirma Edson Credidio, Nutrólogo e pesquisador da Unicamp.

Essa ação no sistema nervoso é bem menor do que a dos remédios sintetizados, mas ainda assim interessante, de acordo com o farmacêutico Luis Carlos Marques, doutor pela Unifesp. "Ajuda a mudar o perfil de alimentação sem efeitos colaterais conhecidos."

No estudo mais famoso, feito por um grupo de pesquisadores da Índia e dos EUA e publicado na revista "Appetite", em 2007, 50 homens e mulheres entre 25 e 60 anos foram divididos em dois grupos: um tomou um grama de extrato de caralluma e o outro, medicamento placebo.

Todos receberam aconselhamento nutricional. Depois de 60 dias, foram feitos testes de peso e de apetite. Não houve diferença de perda de peso entre os grupos, mas quem tomou o extrato relatou mais sensação de saciedade e menos apetite.

"Os próprios autores concluem que as diferenças entre o grupo placebo e o grupo controle, não são significativas. Não se pode falar em eficácia desse produto", questiona Cid Aimbiré de Moraes Santos, presidente da Sociedade Brasileira de Farmacognosia (parte das ciências farmacêuticas que estuda princípios ativos naturais).

A Anvisa suspendeu a importação da Caralluma Fimbriata, segundo resolução publicada no "Diário Oficial da União" na terça-feira, 21/12/2010. Além de importação, está proibida a fabricação, distribuição, manipulação, comércio e o uso em todo o território nacional.

A medida é diretamente dirigida à população, a quem a Anvisa recomenda que abandone o consumo do produto, cuja composição não foi analisada pela agência e, por isso, são desconhecidos os efeitos adversos que podem trazer à saúde humana.

A primeira ação da Anvisa em relação às falsas alegações do produto de propriedades relacionadas a emagrecimento foi tomada no dia 3 de maio deste ano, com uma publicação que proibia a propaganda de insumos anunciados como "naturais" e com propriedade capazes de acelerar a perda de peso, entre eles a Caralluma Fimbriata.

As formulações que contêm Caralluma Fimbriata serão isoladas pelos fiscais em embalagens que ficarão lacradas até que a agência conclua o processo administrativo sobre a presença dessa substância no mercado brasileiro.

Fonte: Sociedade Brasileira de Diabetes

Leia Mais ►

24 de dezembro de 2010

Feliz Natal 2010!

Natal:
sentimento que,
enchendo o abismo do universo,
cabe com seu esplendor,
No olhar de uma criança,
no cálice de uma flor,
Esse Jesus imortal, único, bom e clemente,
de quem sou o mais humilde crente.
Mártir que fez com seu olhar sublime,
o luar do perdão para a noite do crime,
abriu com a luz da bem-aventurança,
Jesus...
Deus menino homem que está,
Como um farol da glória,
No cume da montanha escavada da história,
contemplando o infinito,
iluminando a terra.
Essa luz que a flor da alma humana encerra,
É de quem sofre,
é de quem geme,
é de quem chora,
É de todos que vão pela existência afora,
Tristes (santo, herói, escravo ou proscrito),
os pés calcando o lodo...
os olhos voltados para o infinito.
O Natal está nos olhos das crianças,
em suas mãozinhas delicadas,
que revelam sempre novas surpresas.

FeliNatal
O Natal está em suas faces alegres e
em tudo o que dizem.
"Senhor, que neste Natal, milhares e milhares
de pessoas possam encontrar-se com Jesus,
a razão do Natal, a vida verdadeira,
assumindo com ele um compromisso de vida.
Que as festas e os presentes não nublem
as mentes, mas que todos possam
se deixar levar por essa "Canção de Amor":
Jesus!
"Porque o nosso Deus é misericordioso
e bondoso. Ele fará brilhar sobre nós
a sua luz e do céu iluminará todos os que
vivem na escuridão da sombra da morte,
para guiar os nossos passos no caminho da paz".
O Artesanato Jasmin Manga e o Blog do Seu Luiz desejam que você tenha um Natal cheio de luz e paz junto ao
menino Jesus.
E um Ano Novo repleto de saúde e realizações.

Feliz Natal!

Leia Mais ►

23 de dezembro de 2010

Violência: Pobres e negros são as principais vítimas

As ações de combate à violência promovidas pelo Governo Federal revelaram facetas obscuras da sociedade brasileira. O número de assassinatos de jovens brancos teve uma redução de 31,6% nos últimos cinco anos, enquanto as mortes de jovens negros e pobres cresceram 5,3%.

"Brancos foram os principais beneficiados pelas ações realizadas de combate à violência. Temos uma grave anomalia que precisa ser reparada", diz o psicólogo social Julio Jacobo. Os dados revelam grande oscilação em escala descendente do Nordeste para o Sul do país. Em Pernambuco morrem 826,4% mais negros do que brancos. No Rio de Janeiro esse percentual maior de mortes de pessoas negras é de 138,7%, em São Paulo ele cai para 47% e o Paraná, na região Sul, é o único Estado onde morrem 36,8% mais brancos do que negros.


Nos assassinatos ocorridos no país, a maioria absoluta deu-se na população masculina: 92,1% dos homicídios foram praticados contra homens e 93,9% na população jovem. Os dados revelam ainda que 2,5 milhões de pessoas com 10 anos ou mais de idade - 1,6% da população brasileira - foram vítimas de agressão física. As vítimas são homens (56,4%) entre 16 e 14 anos, faixa de idade na qual 2,2% dessa população já sofreram agressão; 2% das pessoas entre 25 e 34 anos também passaram por essa situação.vilolencianao


As agressões estão invariavelmente ligadas à cor da pele. Dos 6,9% de negros da população brasileira, 14% disseram ter sido vítimas de violência. Dos pardos, que representam 44,16% da população, 12,1% já foram vitimizados. No caso dos brancos, apenas 11,9% passaram por essa situação, mesmo representando 48,22% da população.


Jurema Werneck, coordenadora da organização não governamental (ONG) Criola, diz que "isso não é uma coincidência. É racismo". Segundo ela, "esses jovens estão em situação de vulnerabilidade porque suas mães, seus pais e os outros negros estão ali. Porque as condições de direito e cidadania nunca foram estendidas até eles", denunciou.


A tendência de traço racista da condição de vulnerabilidade dos jovens negros é confirmada também no índice de rendimento per capita dos domicílios. O percentual de pessoas agredidas cresce em direção oposta à renda. Dos agredidos, 2,2% recebem um quarto de salário mínimo, a menor classe de renda, enquanto nas classes com rendimentos superiores de salário o índice é de 1%.


As regiões Norte e Nordeste registram o maior percentual de vítimas, 1,9% e 1,8%, respectivamente, acima da média nacional. Nas cidades dessas regiões a proporção de homens vítimas de violência foi de 2,4% e de 2,2%. Por outro lado, nas regiões Sul e Sudeste, onde 1,4% das pessoas sofre agressões, o percentual de homens vitimizados fica entre 1,8% e 1,5% da população.


Do lado dos que perpetram a violência, segundo a pesquisa do IBGE, realizada entre setembro de 2008 e setembro de 2009, a maioria dos agressores (39% dos casos) não é conhecida das vítimas. Um percentual pouco menor dos algozes (36,2%) é conhecido. Em 12,2% dos casos, são os cônjuges, seguidos dos parentes (8,1%), policiais ou seguranças particulares (4,5%). Uma a cada quatro mulheres foi agredida por cônjuges ou ex-cônjuges (25,9%), enquanto o percentual de homens vítimas de esposas ou ex-esposas é de 2%.

Fonte:ALC

Leia Mais ►

22 de dezembro de 2010

Máquina Virtual Livre - OpenJDK

Foi lançada oficialmente na terça-feira, 14 de dezembro de 2010 a Comunidade Máquina Virtual Livre localizada no grupo de interesse 4CTecBr-Tecnologias Livres. Trata-se de uma comunidade dedicada a discutir, em português, o uso, testes e a evolução da OpenJDK - a Máquina Virtual Java Livre e Aberta. A iniciativa conta com apoio da comunidade brasileira do OpenJDK.


No dia 22 de Julho, durante o 11º Fórum Internacional de Software Livre, acontecido em Porto Alegre, Serpro, Caixa, Dataprev, MCT/SEPIN, MP/SLTI e representante da comunidade, assinaram solidariamente o documento “O governo brasileiro e a máquina virtual Java livre e aberta” onde demonstram sua preocupação quanto ao futuro da máquina virtual Java livre – OpenJDK, principalmente depois do processo judicial envolvendo as empresas Oracle e Google, por quebra de patentes do uso da máquina virtual Java.CCCC


Reconhecendo a importância da Máquina Virtual Java Livre tanto para o Governo quanto para a sociedade em geral, os signatários firmaram o compromisso de disponibilização de recursos para essa causa. O primeiro passo já foi dado: a criação e disponibilização para toda a comunidade de um espaço destinado a discussões acerca do OpenJDK. Como próximo passo serão realizados testes em suas aplicações com base no OpenJDK, reportando os resultados no grupo.


A intenção desta comunidade é servir de ponto central para coletar os resultados dos testes realizados pelo governo e pela sociedade. A partir daí a coordenação realizará um trabalho onde agrupará os principais erros, bibliotecas não incorporadas e de alta relevância, entre outros.


Para ingressar a Comunidade acesse com seu usuário e senha pelo endereço:
http://www.softwarepublico.gov.br/4ctecbr/maquinavirtuallivre/register/
Para quem não está cadastrado no Portal SPB e deseja se tornar membro desta comunidade, primeiramente deve realizar o registro através do endereço:
http://www.softwarepublico.gov.br/4ctecbr/register/user-new

Vídeos do evento realizado em Porto Alegre:

Fonte: Portal do Software Público

Leia Mais ►

21 de dezembro de 2010

Qual a origem do Boi-de-Mamão?

A brincadeira do Boi-de-Mamão, que tanto encanta crianças e adultos por onde se apresenta, é uma das manifestações mais populares do litoral catarinense, revelando um auto dramático, encenado com alegre coreografia, ao som de uma cantoria que contagia e envolve todo o público.

Segundo alguns pesquisadores trata-se de uma versão do Bumba-Meu-Boi difundido no Noboidemamaorte e Nordeste do Brasil. No livro "Águas Passadas", de José Boiteux, consta como primeiro registro da brincadeira em Santa Catarina, o ano de 1871. A obra descreve uma dança realizada em Desterro (antigo nome de Florianópolis).

Mas uma nova pesquisa, afirma que o Boi-de-Mamão, pode ter chegado à Ilha de Santa Catarina por obra dos espanhóis que várias vezes estiveram em terras catarinenses entre os anos 1500 e 1800, e não por influência do bumba meu boi nordestino como defendem alguns pesquisadores. 

A surpreendente revelação é um dos assuntos do livro O Boi de Mamão, folguedo folclórico da Ilha de Santa Catarina – Introdução ao seu Estudo, do professor e folclorista Nereu do Vale Pereira, pesquisador do Núcleo de Estudos Açorianos da Secretaria de Cultura e Arte da UFSC. A obra foi lançada na sexta-feira (17/12), às 16h30, no Largo da Alfândega, dentro da programação do Encontro de Bois de Norte a Sul -Ano 2.

Estudioso da cultura açoriana, o pesquisador também descarta a origem do folguedo nos Açores, contrariando o pensamento de muitas pessoas que divulgam a tradição. “Nos Açores não existe boi de mamão. Há brincadeiras com o boi de verdade, no campo ou na corda”, contesta o escritor. Segundo ele, o folguedo catarinense tem semelhança com práticas ibéricas ligadas às corridas de touro como o Juego de La Vaquilla ou Toro de Mimbre, feito com bois falsos para iniciar jovens nos exercícios taurinos na Espanha – e bem diferente da forma ritualística do bumba meu boi nordestino, de influência africana.

Com 188 páginas, a obra aborda as origens do boi de mamão como folguedo folclórico em Santa Catarina, assim como formas de organização da brincadeira, desde a construção dos personagens e confecção do figurino, além da seleção das cantorias e treinamento dos cantores e dançadores para sair às ruas. O livro traz ainda ilustrações de obras feitas por artistas espanhóis no século 18, que mostram imagens de brincadeiras com bois falsos confeccionados em madeira, couro ou tecido. O trabalho é resultado da vivência como participante deste folguedo popular e de mais de 30 anos de pesquisas sobre o tema nos Açores, Portugal continental, Brasil e Espanha.

Publicado pela Associação Ecomuseu do Ribeirão da Ilha, o livro tem apoio da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes (FCFFC), Núcleo de Estudos Açorianos da Universidade Federal de Santa Catarina (NEA/UFSC), Comissão Catarinense de Folclore, Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, Associação Literária Florianopolitana (ALIFLOR) e Academia Desterrense de Letras.

Natural de Florianópolis e descendente de açorianos, Nereu do Vale Pereira é economista, especializado em Planejamento Econômico, Sociologia e Planejamento Educacional, com pós-graduação em Ciência Humanas e Sociais. Foi professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), entre outras instituições, além de ter atuado como vereador e deputado, tendo sido um dos fundadores do Partido Democrata Cristão em 1947.

Presidente da Comissão Catarinense de Folclore, Nereu do Vale Pereira é autorde dezenas de livros, artigos e vídeos sobre a cultura açoriana, com ênfase em Florianópolis e no Ribeirão da Ilha, onde dirige o Ecomuseu. Também é membro de diversas instituições culturais, entre elas, o Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, Academia Desterrense de Letras (ADL), Academia Catarinense de Letras e Artes (ACLA), Associação Literária Florianopolitana (ALIFLOR) e Conselho Estadual de Cultura.

Fonte: UFSC

Leia Mais ►

20 de dezembro de 2010

Uma aranha dentro do refrigerante?

Depois do caso do cotonete dentro da garrafa de refrigerante, agora acharam uma aranha. O episódio ocorreu na cidade de Içara, em Santa Catarina, e já foi julgado pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina. Depois de ingerir a bebida, um consumidor, se deparou com a presença de uma aranha dentro da embalagem. O mesmo alegou que, dias depois, passou a ter dificuldades para se alimentar, além de ter sofrido traumas psicológicos, motivo que o fez inclusive buscar tratamento psiquiátrico.

Pelo fato ocorrido a Vonpar Refrescos S/A, fabricante do refrigerante, terá de indenizar um consumidor que ingeriu refrigerante com uma aranha dentro da garrafa. A decisão confirmou sentença da comarca de Içara, que havia estabelecido a indenização por danos morais no valor de R$ 20 mil, em favor de José Roberto Cechinel.

Conforme os autos, em junho de 2003, José Roberto solicitou uma garrafa de 290 ml de Coca-Cola em um bar daquela cidade, onde o fato ocorreu. Ele revelou, ainda, que recebeu uma ligação da Vonpar no dia seguinte ao ocorrido, oferecendo-lhe produtos da empresa para compensar o susto.  A empresa ré, inconformada com a sentença de 1º Grau, recorreu ao TJ sob o argumento de não ter sido comprovada a existência da aranha na garrafa, e de não haver elementos a atestar o dano sofrido. Por fim, postulou a redução do montante da indenização.aranha

Para o relator da matéria, desembargador substituto Saul Steil, os depoimentos testemunhais e as fotografias do aracnídeo dentro da embalagem são suficientes para embasar a condenação. “Da análise cuidadosa dessas fotografias denota-se ser bastante improvável que a aranha tenha sido introduzida na garrafa pelo autor após a abertura do invólucro. Isso porque, dado o tamanho do animal em comparação com o calibre da abertura da garrafa, ela possivelmente ter-se-ia despedaçado se inserida no vasilhame de Coca-Cola”, explicou.


“O fato do autor não ter apresentado efetivos danos a sua saúde física é irrelevante, haja vista o dano sofrido pelo autor restar caracterizado pelo sentimento de impotência e vulnerabilidade por ele experimentado ao ingerir refrigerante proveniente de garrafa contendo uma aranha em seu interior, o que, por certo, colocou a saúde do autor em risco”, completou o magistrado, ao manter a sentença. A decisão foi unânime. (Ap. Cív. n. 2006.000844-4)

Mas, fica aqui uma pergunta, se a aranha não poderia ter sido colocada depois, como entrou antes?

Fonte: TJSC

Leia Mais ►

17 de dezembro de 2010

Site para participar de pesquisas médicas com humanos

O Ministério da Saúde lançou uma página na internet, Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos (Rbec), que permite acesso a informações sobre pesquisas clínicas com seres humanos em andamento no País. O site, que foi lançado na quinta-feira (16), é o primeiro cadastro nacional de acesso público com dados desse tipo.

 

Pelo site será possível recrutar voluntários interessados em participar dos testes de novos tratamentos e remédios. Até agora, as pesquisas com seres humanos feitas no Brasil eram registradas em cadastros estrangeirRbecos, em geral em língua inglesa, o que dificultava o acesso da população e, também, a divulgação em revistas científicas. O site do ministério é trilíngue (português, espanhol e inglês) e também permite o registro de pesquisas estrangeiras.

A iniciativa é uma parceria da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). A expectativa é registrar 200 estudos por ano.

Fonte: Agência Brasil

Leia Mais ►

16 de dezembro de 2010

Papai Noel ou São Nicolau?

Crianças do planeta conhecem o Papai Noel, figura caricata impulsionada pela Coca Cola mundo afora, mas sequer sabem que na Ásia Menor viveu, no final do século III, um bispo, São Nicolau, santo precursor dessa figura inventada pelo marketing para incentivar vendas no período natalino.

Católicos da região de Nordrheinwestphalen, Alemanha, abriram a campanha “Zona de Livre de Papai Noel”, para fazer frente ao concorrente, que tem todo o apoio publicitário, do “bom velhinho” a proclamar “ho, ho, ho” pelos céus, movido pelo seu trenó mágico, e valorizar São Nicolau, que foi um verdadeiro bem feitor de seu tempo.

Jovens da diocese entraram na campanha, mas a partir de um outro viés. Eles trabalham na conscientização da sociedade sobre produção de cacau em países do Terceiro Mundo sob condições desumanas e de violação de direitos trabalhistas.SaoNicolau

O comércio de chocolate é grande no inverno alemão. “Nesse período pré-natalino e de consumo elevado, as pessoas não se dão conta da procedência do chocolate”, disse a coordenadora da União da Juventude Católica da Alemanha, Alexandra Horster. Em Gana, na África, fazendas exploram crianças na colheita do cacau.

Fabriciano Sigampa, bispo de Resistencia, capital da Província do Chaco, também empreende batalha contra Papai Noel, alegando que ele faz “concorrência direta” com Jesus. O bispo pede aos pais que contem a verdade às crianças sobre essa farsa. Para evitar conflitos com o bispo, comerciantes de Resistencia evitam o uso da imagem do Papai Noel nas vitrinas.

O Dia de Santa Klaus é lembrado na Alemanha no dia 6 de dezembro, mas seu destaque na sociedade é ínfimo, comparado ao seu concorrente direto, o Papai Noel. Historiadores aceitam que Nicolau nasceu em berço de família rica, na localidade de Petras, hoje Turquia, na segunda metade do século III, e falecido em 6 de dezembro de 342.

Cedo ele perdeu os pais, herdou fortuna, palacete, aproximou-se de seu tio, bispo de Patara, e, ainda jovem, foi ordenado sacerdote. Distribuiu a fortuna aos pobres e abrigou pessoas sem-teto e marginalizadas no palacete que ganhara. Empenhou-se para que essas ações de caridade fossem realizadas de forma anônima.

No reinado do imperador Diocleciano (284-305), que perseguiu os cristãos, Nicolau foi preso, libertado mais tarde, com a ascensão ao poder de Constantino, o Grande. Constantino convocou o Concílio de Nicéia, em 325, do qual Nicolau participou já na qualidade de bispo.

Muitas histórias foram atribuídas a Nicolau, sem que se possa distinguir, hoje, quais são mito, quais são reais. De uma oferta de moedas de ouro a um comerciante falido de Mira, colocadas num pé de meia, nasceu a tradição de se colocar meias junto a janelas e lareiras nas quais pais depositam guloseimas ou presentes aos seus filhos.

Vários milagres foram atribuídos a Nicolau, desde o santo timoneiro que assumiu um barco em plena tempestade em alto mar, salvando todos os seus ocupantes, até a distribuição de grãos graças à generosidade de comerciante italiano, que vira em sonho pedido do bispo. Habitantes de Mira enfrentavam, então, grande seca e período de fome.

Certo é que ele ajudou crianças pobres e órfãs. Ele é o protetor dos marinheiros, dos padeiros e amigo das crianças. Muito querido na Igreja Ortodoxa, que dedica-lhe a liturgia do último domingo do ano, no calendário Juliano. Nicolau é o santo padroeiro da Rússia, da Grécia, da Noruega, dos estudantes em Portugal, e patrono dos guardas noturnos na Armênia.

Em 1807, quando a província de Lícia foi devastada, contam que um padre em Bari recebeu em sonho ordem de São Nicolau para trasladar seus restos mortais da Ásia Menor à Itália. Tirados de Mira, 62 soldados de Bari trouxeram os restos mortais do bispo para a cidade italiana, onde dá nome, inclusive, ao estádio de futebol.

O reformador Martim Lutero introduziu o costume de presentear as crianças no dia de Natal. São Nicolau, ou Santa Klaus, também motiva a oferta de presentes, no dia 6 de dezembro. Dizem que Nicolau presta ajuda a todas as pessoas necessitadas que a ele se dirigem em oração. Certo é que ele nada tem a ver com os “ho, ho, ho” publicitários.

Fonte: ALC

Leia Mais ►

15 de dezembro de 2010

Condomínios: segurança deve ser redobrada no período de férias

O período de férias é um momento de descanso e afastamento das rotinas diárias. No entanto, essa tranqüilidade pode se transformar em problemas se algumas providências não forem tomadas. Diariamente, é possível acompanhar através dos noticiários, os fatos lamentáveis de criminalidade que assolam a comunidade.

Os condomínios, dos mais simples aos de alto padrão, também têm sido alvos de assaltos, arrombamentos, furtos e invasões. Preocupado com essa questão, já que número desse tipo de empreendimento também é crescente em Chapecó, o presidente do Sindicato do Mercado Imobiliário do Oeste de Santa Catarina (Secovi-Oeste/SC), Paulo Jorge Lise, orienta ações a serem adotadas para garantir maior segurança entre os moradores.condom

Lise destaca que, dentre as ações importantes a serem desenvolvidas por síndicos e administradores, está a organização e manutenção de adequados e eficientes sistemas de segurança. Outra dica é que os vigilantes sejam orientados a estarem sempre alertas durante o expediente e criar o hábito de não transmitir informações sobre moradores do condomínio, utilizar de forma correta os meios de segurança existentes, conhecer a localização do telefone público mais próximo para emergências, permitir a entrada de prestadores de serviços em horários pré-determinados e com identificação, não ficar na calçada com as chaves da portaria no bolso e ao atender entregadores de encomenda ou prestadores de serviços, manter os portões fechados. “São atitudes que parecem simples, porém, eficazes”, declara.

Mas só isso não basta. Os moradores devem estar conscientes da sua parcela de responsabilidade com a questão segurança. Aos condôminos cabem alguns cuidados básicos como: não esquecer a porta sem trancar, obter informação de antecedentes de empregados domésticos, não permanecer em horários impróprios do lado de fora da portaria, manter veículos fechados, com alarme acionado e não deixar roupas, equipamentos eletrônicos e documentos dentro do veículo. Também é importante informar ao zelador sobre grandes períodos de afastamento (férias, por exemplo) e proibir acesso de estranhos durante o período.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

14 de dezembro de 2010

O camelô da palavra

Plínio Marcos trabalhava como palhaço de circo quando leu no jornal que um adolescente, preso por pequeno delito, fora violentado na cadeia por outros quatro prisioneiros, mortos, um a um, pelo rapaz, ao serem libertados. Chocado com o episódio, Plínio só conseguiu se libertar da angústia escrevendo uma peça, Barrela, que imaginou representada pelos atores do circo. O diretor leu a peça e respondeu que nem em sonhos levaria ao público um texto como aquele.


Pouco antes disso, Plínio conhecera a atriz Patrícia Galvão, que procurava um ator para a montagem da peça infantil Pluft, o fastasminha. Indicado por um conhecido, Plínio conseguiu o papel. A convivência com Patrícia Galvão, a Pagu, foi um deslumbramento na vida do rapaz que, na escola, tinha sido péssimo aluno, a ponto de levar dez anos - o dobro do tempo normal - para concluir o então chamado curso primário. Com Patrícia, Plínio descobriu o prazer de aprender: todo domingo, a atriz lia uma peça para seus companheiros de elenco e Plínio apresentou Barrela à atriz,que considerou o texto assombroso, coisa de um novo Nelson Rodrigues.PlinioMarcos

Na década seguinte, o novo e surpreendente autor teatral colecionou prêmios: entre muitas distinções, oito prêmios Molière, sete como melhor autor do ano, uma premiação especial. Plínio Marcos nasceu em Santos, interior de São Paulo, em 1935.Teve uma infância modesta, mas tranquila, num bairro popular, até que entrou para a escola e foi um desastre. O pai, preocupado, tentou ensinar-lhe um ofício. Plínio optou por ser funileiro, mas achou mais divertido trabalhar no circo.


Com a ajuda de Pagu, Barrela foi montada, em 1959, no Rio de Janeiro, mas proibida pela censura um dia depois da estreia. Navalha na carne, encenada por Tônia Carreiro, Nelson Xavier e Emiliano Queirós, e Dois perdidos numa noite suja também tiveram suas carreiras cortadas pela censura, durante a ditadura militar. Mas nada disso impediu que Plínio Marcos escrevesse mais de 30 peças, a maioria com personagens do submundo, prostitutas, rufiões, ladrões, a marginalidade pobre, pela primeira vez personagem do teatro brasileiro. Personagens magistralmente criados, desejados por atores e atrizes que, com eles, podem colocar em prática suas qualidades e recursos. O que este teatro não deu foi vida mansa ao seu autor que, para sobreviver, muitas vezes teve de vender seus livros pessoalmente, nas estações de metrô, saídas de teatro, bares. O que ele fazia com alegria, considerando-se um camelô da palavra. O camelô rebelde morreu em São Paulo, em 1999, mas sua palavra continua em carne viva.

Fonte: Livro 100 Brasileiros (2004)

Leia Mais ►

13 de dezembro de 2010

Chikungunya causa febre e dores intensas

O Programa Nacional de Controle da Dengue, da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, passa a fazer a vigilância e o controle da febre de chikungunya – doença causada por vírus, que pode infectar humanos por meio da picada do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, e também pelo Aedes albopictus. Originária do Sudeste Asiático e de alguns países da costa Leste Africana, chikungunya é menos grave que a dengue e se caracteriza por febre alta e dores intensas nas articulações de mãos e pés.


A doença só pode ser transmitida pela picada do mosquito infectado. Não há transmissão de uma pessoa para outra. O nome chikungunya significa “aqueles que se dobram” e tem origem no swahili, um dos idiomas oficiais da Tanzânia, onde foi documentada a primeira epidemia da doença, entre 1952 e 1953. Refere-se à aparência curvada dos pacientes que foram atendidos nos serviços de saúde.


No Brasil, os três primeiros casos, todos importados, foram identificados em 2010: dois homens que estiveram na Indonésia – um de 41 anos, do Rio de Janeiro, e outro de 55 anos, de São Paulo; e uma mulher de 25 anos, também de São Paulo, que esteve na Índia. Todos estão recuperados. Os casos foram informados à Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e à Organização Mundial da Saúde (OMS).


Um dos pacientes de São Paulo (homem de 55 anos) chegou ao Brasil depois do período de transmissão, que é de até cinco dias após o início dos sintomas. Durante esta fase, se o mosquito picar o doente, poderá se infectar e passará a ser capaz de transmitir o vírus a outras pessoas. Os outros dois pacientes chegaram ao país dentro desse período. Medidas de eliminação de focos do mosquito foram intensificadas nas áreas próximas à residência e ao local de atendimento de ambos.


De acordo com Giovanini Coelho, coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue do Ministério da Saúde, até o momento, não existe transmissão autóctone do vírus no país – quando a pessoa se infecta dentro do território nacional.
No último dia 6 de dezembro, técnicos do Ministério da Saúde reuniram-se com representantes das sociedades brasileiras de Medicina Tropical, Medicina de Viagem, Clínica Médica, Reumatologia, Pediatria e Geriatria para discutir as medidas que serão adotadas na rede de saúde para aprimorar a vigilância da doença. Nas próximas semanas, deverá ser divulgado um guia de vigilância e manejo clínico de pacientes com suspeita de chikungunya, em parceria com sociedades científicas e representantes das Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde.


Os principais sintomas de chikungunya são febre acima de 39 graus, de início repentino, e dores intensas nas articulações de pés e mãos – dedos, tornozelos e pulsos. A suspeita aumenta se a pessoa que apresenta esses dois sintomas tiver histórico recente de viagem às áreas nas quais o vírus circula de forma contínua (leia mais abaixo). Podem ocorrer, também, dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele.Chikungunya


Cerca de 30% dos casos não chegam a desenvolver sintomas. O vírus pode afetar pessoas de qualquer idade ou sexo, mas os sinais e sintomas tendem a ser mais intensos em crianças e idosos. Além disso, pessoas com doenças crônicas têm mais chance de desenvolver formas graves da doença. A pessoa que tem chikungunya fica imune a uma nova infecção pelo vírus. O vírus só é detectado em exames de laboratório, que podem ser realizados na rede pública de saúde. O laboratório de referência nacional é o Instituto Evandro Chagas, localizado em Belém (PA).


Assim como na dengue, não há vacina nem tratamento específico para chikungunya. São tratados os sintomas, com medicação para a febre (paracetamol) e as dores articulares (anti-inflamatórios). Se os sintomas surgirem, as pessoas devem procurar a unidade de saúde mais próxima imediatamente. Recomenda-se repouso absoluto ao paciente, que deve beber líquidos em abundância. E, fundamentalmente, as pessoas não devem tomar medicamentos por conta própria. A automedicação pode mascarar sintomas, dificultar o diagnóstico e agravar o quadro do paciente.


Em geral, chikungunya é de baixa gravidade e as mortes são raras. Em 2006, na Índia, 1,3 milhão de casos foi registrado, sem nenhuma morte reportada. As pessoas costumam se recuperar em até dez dias após o início dos sintomas. No entanto, dores e inchaços nas articulações podem perdurar por alguns meses. Nesses casos, é necessário acompanhamento médico. Além do Aedes aegypti, o mosquito Aedes albopictus também pode transmitir chikungunya. Como chikungunya é transmitida por mosquitos, é fundamental que as pessoas reforcem as medidas de eliminação dos criadouros das espécies. Elas são exatamente as mesmas para o controle da dengue: basicamente, não deixar acumular água em recipientes e, se tiverem que armazenar água, manter sempre tampados tambores ou caixas d’água, para que não se transformem em criadouros do mosquito.

No Brasil, a notificação de casos da doença é obrigatória e imediata (em até 24 horas), regulamentada pela portaria 2.472/2010. Qualquer estabelecimento de saúde, público ou privado, deve informar a ocorrência de casos suspeitos às Secretarias Municipais e Estaduais de Saúde, que notificam o Ministério.

Fonte: Portal da Saúde

Leia Mais ►

12 de dezembro de 2010

Ho, ho, ho. O planeta vai pro brejo!

O planeta Terra terá que suportar demandas de matéria-prima extraídas da natureza para dar conta da produção dos presentes que serão distribuídos na festa do Papai Noel deste ano. Estudo da "Worldwatch" indica que o mundo extrai da Terra, a cada dia, o equivalente a 112 edifícios Empire State, localizado em Nova Iorque.

Em 2006, mostra o estudo "Estado do Mundo 2010", a humanidade gastou 30,5 trilhões de dólares em bens e serviços, seis vezes mais do que os 4,9 trilhões gastos em 1960. "Parte desse aumento é resultante do crescimento populacional, mas o número de seres humanos cresceu apenas a uma razão de 2,2 entre 1960 e 2006", informa o documento.

Entre 1960 e 2005, a produção de metais cresceu seis vezes, a de petróleo oito e o consumo de gás natural 14 vezes. No total, 60 bilhões de toneladas de recursos são extraídos anualmente da natureza, cerca de 50% a mais do que há 30 anos. Só em 2008, pessoas adquiriram 68 milhões de veículos, 85 milhões de geladeiras, 297 milhões de computadores e 1,2 bilhão de celulares!noel

O Indicador de Pegada Ecológica, que compara o impacto ecológico humano com a quantidade de terra produtiva e área marítima disponíveis para o abastecimento de ecossistemas centrais, aponta que a humanidade está usando um terço a mais da capacidade da Terra do que ela efetivamente possa dispor, afetando a regeneração dos ecossistemas, fundamentais para a espécie humana.

"Apenas nós, seres humanos, produzimos resíduos que a natureza não consegue digerir", declarou o oceanógrafo Charles Moore ao se deparar com montanhas de lixo plástico vagando pelo Oceano Pacífico, em 1997. No mundo atual, com 6,8 bilhões de habitantes, os padrões de consumo moderno, mesmo em níveis básicos, não são sustentáveis.

Os 65 países de renda mais elevada foram responsáveis, em 2006, por 78% dos gastos com consumo, embora abrigassem apenas 16% da população mundial. Naquele no, cada estadunidense gastou 32,4 mil dólares, equivalente a 32% dos dispêndios globais de apenas 5% da população mundial! Se todos vivessem nesse padrão, a Terra poderia sustentar apenas 1,4 bilhão de pessoas.

O "Estado do Mundo 2010" remete à pesquisa de 2008 sobre gastos no Natal em 18 países com a aquisição de presentes e eventos sociais. Irlandeses despenderam então, em média, 942 dólares, ingleses 721 dólares e estadunidenses 581 dólares. Embora apenas 2% dos japoneses sejam cristãos, o Natal é comemorado no país com generosas entregas de presentes, onde a data é feriado, inclusive.

A mídia é uma importante instituição social de estímulo ao consumismo, uma vez que representa uma ferramenta poderosa na transmissão de símbolos, normas, costumes, mitos e histórias culturais. A cada hora adicional de televisão a que as pessoas assistem semanalmente, elas gastam 208 dólares a mais na aquisição de bens e serviços, mesmo que tivessem menos tempo diáiro para usá-las.

A indústria que produz alimentos e produtos para animais de estimação empreendeu mais de 300 milhões de dólares em publicidade, em 2005, nos Estados Unidos. Só com ração animal, essa indústria fatura 42 bilhões de dólares/ano no mundo, recorrendo à "humanização" dos animais. O fast-food movimenta 120 bilhões de dólares nos Estados Unidos, em 200 mil restaurantes. Só o McDonald's atende 58 milhões de pessoas, em 118 países.

Resultado: 1,6 bilhão de pessoas no planeta apresenta sobrepeso ou são obesas, fator responsável pela diminuição da qualidade de vida desse grupo. O estudo da organização Worldwatch defende uma mudança cultural profunda porque "neste planeta finito, definir sucesso e felicidade através de quanto uma pessoa consome não é sustentável".

O governo brasileiro concedeu incentivo à indústria automobilística no ano passado, em virtude da crise econômica global. O mesmo ocorreu nos Estados Unidos, nos anos 40 do século passado, após o término da Segunda Guerra Mundial, que mobilizara uma potente economia de guerra, mas sem mercado após o conflito.

Uma solução foi canalizar a produção voltada à guerra para outros setores. Em 1955, o economista Victor Lebow argumentava: “Nossa economia, tremendamente produtiva, exige que façamos do consumo nosso modo de vida, que convertamos a compra e o uso de produtos em rituais, que busquemos no consumo a satisfação espiritual e do ego”.

O crédito foi facilitado via prestações mensais. A introdução do cartão de crédito ampliou ainda mais esse leque de facilidades.  Os produtos passaram a ser projetados para terem menor durabilidade ou sair de moda – a obsolescência física e psicológica. Os gastos globais com publicidade alcançaram 643 bilhões de dólares em 2008. Empresas destinam 1% do produto mundial bruto para vender seus artigos.

Worldwatch defende a mudança dos sistemas culturais para tentar salvar o planeta da falência e ganhar sustentabilidade. O ativista Gary Gardner, da organização, propõem que instituições religiosas se engajem nessa luta, disseminando culturas de sustentabilidade e de bloqueio do consumismo desenfreado.

Para prevenir o colapso da civilização humana, alerta o pesquisador Erik Assadourian, autor do capítulo “Ascensão e queda das culturas de consumo” no documento “Estado do Mundo 2010”, “é necessário nada menos do que uma transformação generalizada de padrões culturais dominantes”.

Essa transformação, sugere o autor, “rejeitaria o consumismo – a orientação cultural que leva as pessoas a encontrar significado, satisfação e reconhecimento através daquilo que consomem – que seria tido, então, como um tabu, e criaria em seu lugar um novo arcabouço cultural centrado na sustentabilidade”.

Assadourian sugere a recuperação ecológica como o principal mote da humanidade. No novo significado cultural construído, passaria a ser “natural” encontrar valor e sentido na vida através do quanto uma pessoa ajuda a recuperar o planeta, “e não de acordo com o que esse indivíduo ganha, o tamanho de sua casa, ou quantos utensílios ele tem.”

Por: Edelberto Behs/ALC

Leia Mais ►

10 de dezembro de 2010

Código na embalagem dará acesso via internet às informações do novo leite Aurora

A Coopercentral Aurora, uma das maiores indústrias de alimentos do Brasil, lança um leite longa vida com a marca AURORA com uma inovação em escala mundial: o sistema ativo de rastreabilidade, batizado de P.A.R. (produto Aurora rastreado). Trata-se de uma solução inédita, totalmente automatizada e transparente, desenvolvida pela Tetra Pak, permitindo que os consumidores tenham acesso aos dados sobre o processamento, envase e qualidade dos leites Aurora e Aurolat.

Por meio do código P.A.R., impresso em cada embalagem, as informações dos produtos poderão ser consultadas no hotsite http://www.auroraalimentos.com.br/par

De acordo com o presidente da Coopercentral Aurora, Mário Lanznaster, a criação do código P.A.R. no leite – o “RG do leite” – garante o monitoramento do processo produtivo, além do controle dos parâmetros de qualidade em tempo real. “A rastreabilidade é uma ferramenta essencial para a verificação dos atributos de credibilidade perante produtores, clientes, fornecedores e consumidores. Tornou-se um indicador de segurança alimentar ao rastrear o produto desde a cooperativa até o produto industrializado", completa Mário.

A Coopercentral Aurora desenvolveu ampla análise das condições reais da cadeia de leite em face das exigências legais, definidas nacional e internacionalmente, para a implantação dessa ferramenta. A adoção da rastreabilidade fortalece o sistema cooperativo, proporciona informação dentro da empresa para facilitar o controle de processos e a gestão, e identifica a origem do alimento. Além disso, agrega valor à marca, potencializa o mercado, fideliza consumidores e, como resultado final, assegura a qualidade e a certificação dos produtos.auroralat

As informações obtidas em tempo real ainda aperfeiçoam o controle da indústria, pois podem ser consolidadas e cruzadas, criando uma visão completa de todo o fluxo de produção dos alimentos. “Com a rastreabilidade, as informações são relacionadas a cada caixinha de leite, e não a um lote. Assim, o sistema permite diagnosticar, solucionar e prevenir eventuais problemas com a utilização de uma ferramenta online que expõe minuciosamente as informações e cruza dados ao longo de todos os processos”, explica o gerente de Sistemas Integrados Especiais da Tetra Pak, Pedro Gonçalves. A empresa, que opera em 160 países, atestou: é o primeiro do mundo.

Do que se trata o sistema de Rastreabilidade Ativa?

A rastreabilidade ativa, lançada em fevereiro de 2009, é um sistema online que traz total controle da cadeia de processamento e envase de alimentos, agregando segurança, transparência, agilidade e confiabilidade. Além do histórico de produção o sistema oferece a possibilidade de detecção de possíveis problemas de produção e intervenção imediata caso necessário. A “Rastreabilidade Ativa” é uma iniciativa pioneira da Tetra Pak para a indústria de alimentos que vai além do histórico limitado de lotes de produção..

O novo sistema possibilita o acesso instantâneo a todas as informações históricas, de forma integrada para cada unidade de produto. Cada caixinha de leite possui um código único que traz consigo inúmeras informações que podem ser acessadas de imediato. Além disso, o sistema possibilita o cruzamento de dados, permitindo um estudo mais profundo.

Como funciona?

A Rastreabilidade Ativa é um sistema de coleta, integração e controle das informações de fabricação de um alimento em todas as suas fases: recepção da matéria-prima, processamento, envase, controle de qualidade e distribuição. As informações podem ser disponibilizadas online para utilização da indústria ou até mesmo para os consumidores finais, por meio de um website, por exemplo. O sistema permite diagnosticar, solucionar e prevenir problemas com a utilização de uma ferramenta online que expõe minuciosamente as informações e cruza dados ao longo de todos os processos.

Ao acessar um hotsite, o sistema fornece detalhes das etapas de processamento e envase, proporcionando mais transparência, agilidade e confiabilidade, além de reforçar o controle da produção. O próprio consumidor, por exemplo, poderá consultar as informações do produto que comprou, já que um código impresso em cada embalagem no momento do envase traz consigo todas as informações sobre aquela unidade de produto específica. Esse código identifica um único produto com todo o seu histórico, desde sua coleta, como um RG. Pelo site na internet, ao digitar o código de rastreabilidade, o consumidor pode obter todas as informações de origem, produção, envase e qualidade do produto.

O que é necessário para implantar este sistema?

A Rastreabilidade Ativa é baseada em três ferramentas: o Tetra PlantMaster TM da Tetra Pak, um sistema de controle, supervisão e operação da produção de alimentos; um sistema de gerenciamento da qualidade e uma plataforma de comunicação via Internet.

O sistema é diretamente conectado a todos os equipamentos, sensores e laboratórios da planta, além dos pontos de controle de entrada de matéria-prima e saída do produto acabado. Os dados coletados em todos esses pontos como: temperatura, vazão, pressão, análise microbiológica e físico-química, limpeza, insumos, alarmes, tempo de operação, entre outros, são consolidados em um único banco de dados.

A indústria tem o acesso a todos os dados em tempo real, por meio de relatórios e ainda pode disponibilizar informações, a seu critério, pela Internet ao consumidor.

Com o lançamento do leite Aurora, a empresa continuará a produção do leite Aurolat? Qual é a diferença entre Aurora e o Aurolat?

Sim, mesmo com o lançamento do leite Aurora, a empresa continuará a produção do Aurolat. A novidade surgiu após uma vitória da Cooperativa, que conquistou o direito de utilizar a marca Aurora na linha de bebidas lácteas.

O leite Aurolat também será rastreado?

Sim.

Qual é o volume de vendas atual do Aurolat? O leite Aurora competirá diretamente com o Aurolat?

A Aurora não revela volume de vendas, no entanto a capacidade total da planta é 55 milhões de litros/mês. Com o lançamento, nossa estratégia é produzir 20% de leite da marca Aurora e 80% da Aurolat. Não consideramos que o lançamento competirá com o produto já existente e acreditamos que a novidade agregará valor às marcas.

Como o lançamento e o sistema será comunicado ao público final? Está sendo realizada alguma campanha para orientar os consumidores? Em caso positivo, qual é o investimento na campanha?

Para comunicar o lançamento a Aurora realiza uma campanha de comunicação em pontos de venda, a partir deste mês de dezembro. Para 2011 também há planos de desenvolver uma campanha maior, no entanto ainda não há valores de investimento destas ações.

O leite será comercializado em todo território nacional?

Não, apenas Sul e Sudeste.

A Aurora já tem rastreabilidade de outros produtos?

Atualmente a Aurora realiza a rastreabilidade de todos os produtos, porém não a “Rastreabilidade Ativa”, automatizada.

A Aurora pretende estender este sistema de rastreabilidade para outros produtos?

Futuramente poderemos evoluir para outros negócios da categoria de lácteos desde que tenham tecnologia disponível.

Qual o objetivo da Aurora em investir neste novo sistema de rastreabilidade?

A Rastreabilidade Ativa Tetra Pak é uma resposta a demanda dos consumidores que, cada dia mais exigentes, querem conhecer e entender a origem dos produtos que adquirem. Além disso, a empresa procura sempre investir em novas tecnologias de modernização de seu parque industrial. A adoção da rastreabilidade fortalece o sistema cooperativo, proporciona informação dentro da empresa para facilitar o controle de processos e a gestão, protege a marca e identifica a origem do alimento. Além disso, agrega valor à marca potencializa o mercado, fideliza consumidores e, como resultado final, assegura a qualidade e a certificação dos produtos.

Nossa planta é uma das mais modernas plantas de leite longa vida do Brasil. A Aurora possui um parque industrial bastante desenvolvido e se utiliza de modernas tecnologias de processamento e envase a fim de disponibilizar alimentos seguros ao consumidor brasileiro.

Qual o investimento da Aurora neste novo sistema?

A empresa investiu cerca de R$ 600 mil para a instalação do sistema. Trata-se de um diferencial competitivo importante, que agrega valor às nossas marcas de leite longa vida.

Quais produtos contarão com a Ratreabiliade Ativa?

Leite longa vida Aurora e leite longa vida Aurolat, nas versões integral, desnatado e semi desnatado.

Quais informações a Aurora disponibilizará aos consumidores?

Origem da matéria prima; data de produção; unidade produtora; linha de envase 1; ultrapasteurizador;validade do produto; data e horário de início e fim da produção; volume de leite produzido no mesmo lote; nº do lote de material de embalagem; fornecedor do leite; análise de qualidade da matéria-prima e data de realização; aprovação do produto.

Qual é a principal vantagem do consumidor saber do rastreamento do produto?

Na sociedade moderna e globalizada, os consumidores se mostram cada dia mais exigentes e interessados em conhecer e entender a origem dos produtos que adquirem. Com a solução inédita os consumidores terão acesso a todo histórico do produto que será consumido. Por meio do código P.A.R. (Produto Aurora Rastreado) impresso em cada embalagem dos leites Aurora e Aurolat, os consumidores poderão consultar no hotsitehttp://www.auroraalimentos.com.br/par informações que garantem a origem, a qualidade e a procedência do produto, trazendo mais segurança.

Os varejistas também se beneficiarão deste novo sistema? Qual seria a principal vantagem?

O sistema de Rastreabilidade Ativa disponibiliza informações aos varejistas que possibilitam garantir a origem dos produtos, oferecendo maior segurança e agilizando um eventual recall.

Por: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

9 de dezembro de 2010

Deixem os homossexuais em paz

O teólogo presbiteriano Juan Stam, hoje vivendo na Costa Rica, propôs às igrejas evangélicas uma moratória, de cinco anos, para que elas analisem com calma o assunto da homossexualidade, deixem os homossexuais em paz e se fixem em outros temas mais importantes e evangélicos.

Pautada pelas alas conservadoras da Igreja Católica e denominações evangélicas, a homossexualidade entrou com força nos debates durante campanha à presidência da República deste ano. O tema ficou bem demarcado pelas balizas da moralidade, amparado por versículos bíblicos.

“Faria muito bem para nós recordar que as mesmas passagens bíblicas denunciam a avareza – os avarentos não entrarão no Reino dos Deus. “O Novo Testamento diz muito mais contra a avareza e a cobiça do que contra a homossexualidade”, destaca Stam.

A guerra homofóbica está causando dano à igreja, sustenta o teólogo. Evangéhslicos parecem estar presos a uma obsessão pelos temas sexuais, “como se fossem os únicos problemas críticos de nosso tempo e como se deles dependesse o futuro da igreja e da civilização.”

Esse tema domina, de modo a cansar, o discurso de políticos protestantes. Ele indaga, por exemplo, por que igrejas evangélicas e católica não se uniram para organizar marchas contra as guerras do Iraque e do Afeganistão? Ou em protesto contra o golpe de Estado em Honduras e, agora, contra o regime repressivo do seu governo?

Por isso, as igrejas evangélicas “carecem de autoridade moral para que suas campanhas anti-homossexuais sejam convincentes”, afirma, agregando: “Suas arengas contra a homossexualidade caem no ridículo ante os setores pensantes e críticos da população e, às vezes, cheiram a oportunismo e hipocrisia”.

O evangelho, lembra o teólogo, não vive da negação, mas das boas novas. Na América Latina, evangélicos têm se destacado por serem anti: anticatolicismo, anticomunismo, antiecumenismo e agora anti-homossexualidade. “O evangelho é o ‘sim’ e o ‘amém’ de Deus; quando o negativo domina a Igreja, ela está doente”, sustenta.

O viés religioso sobre o homossexualismo, que apareceu na campanha política, deixou de lado dados preocupantes e assustadores para quem defende o valor último da vida. De 1980 a 2009, o Grupo Gay da Bahia contabilizou 3.196 assassinatos de homossexuais no Brasil, uma média de 110 por ano.

O Paraná é o Estado mais homofóbico do país, ao lado da Bahia, e seguido por São Paulo, Pernambuco, Minas Gerais e Alagoas. No ano passado, foram mortos 15 travestis, oito gays e duas lésbicas no Paraná. Entre travestis e transsexuais, 70% já sofreram algum tipo de violência naquele Estado.

O ex-presidente do Grupo Gay da Bahia, o antropólogo Luiz Mott, frisa que a maioria dos crimes contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transsexuais (LGBT) é motivada por “homofobia cultural”.

A comunidade LGBT luta pela aprovação do projeto de lei, em tramitação no Congresso nacional, que criminaliza a homofobia. O presidente da Associação Brasiléia de LGTB, Toni Reis, destaca que o maior empecilho para a aprovação da lei é a oposição de grupos religiosos conservadores.

Ele afirma, contudo, que a reivindicação da comunidade LGBT não é o casamento religioso, mas a união civil. Reis menciona, em matéria no Brasil de Fato, que 53 países têm legislação específica contra a homofobia, dentre eles o Uruguai, a Argentina, a Colômbia e o México.

Fonte: ALC

Leia Mais ►

8 de dezembro de 2010

Sistema de Gestão de Frotas mais um software livre

No dia 05 de novembro, durante o IV Encontro Nordestino de Software Livre foi lançado o Sistema de Gestão de Frotas desenvolvido pelo município de Fortaleza. Trata-se de uma segunda solução utilizada pela prefeitura de Fortaleza que é disponibilizada no Portal SPB. O Sistema funciona na prefeitura desde 2008 e tem ajudado a gerenciar e controlar o uso dos veículos.


Cristiano Therrien, coordenador de TI da prefeitura, tem a intenção de disponibilizar mais soluções no Portal SPB. Na avaliação do coordenador Fortaleza tem dado exemplo de compartilhamento de soluções para outras prefeituras brasileiras. "A disponibilização de software deveria ocorrer com mais frequencia por parte de outras prefeituras", reforça Cristiano.SoftLivre


A solução pode ser acessada diretamente pelo endereço http://www.softwarepublico.gov.br/ver-comunidade?community_id=23369799


O Sistema de Gestão de Frotas-SGF otimiza o controle de frota em um ambiente único baseado em Software Livre. O sistema foi elaborado visando a transparência, agilidade no acesso às informações, diminuição dos gastos públicos e a construção de uma alternativa ecologicamente viável ao uso do papel.


A Solução tem como objetivos específicos:

- Sistematizar e controlar todo o processo de abastecimento, utilização da frota, veículos nas oficinas e abastecimento de combustível;
- Reduzir o consumo de papel;
- Reduzir os atrasos no resgate das informações;
- Melhorar o controle de utilização dos recursos da frota.

Fonte: Portal SPB

Leia Mais ►

7 de dezembro de 2010

Desafio Internacional das Estrelas 2010

O evento de kart mais esperado do ano no mundo todo está chegando em sua 6ª edição. Desafio Internacional das Estrelas, dias 18 e 19 de Dezembro de 2010. O Desafio Internacional das Estrelas reunirá em Florianópolis/SC novamente os maiores nomes do automobilismo mundial e para 2010 traz muitas novidades para engrandecer ainda mais o evento.

Com a presença assegurada dos quatro brasileiros que disputaram a recente temporada da Fórmula 1, mais a estréia de um nome consagrado como o de Hélio Castroneves, o grid da edição 2010 do Desafio Internacional das Estrelas está praticamente completo. Vinte e cinco pilotos já estão confirmados e os organizadores deixam aberta a possibilidade de mais um ou dois convidados se juntarem ao elenco de astros no show programado para o período de 17 a 19 de dezembro no kartódromo da Arena Sapiens, em Florianópolis.

Felipe Massa, piloto da Ferrari de F1 é o grande incentivador do evento que tem como objetivo unir o esporte a uma grande ação social aonde a arrecadação com a venda dos ingressos como em todos os anos será revertida paras as instituições  de caridade pré determinadas pela organização.

Será a quinta vez que o evento idealizado por Felipe Massa será realizado na capital catarinense e, desde que adquiriu status internacional após a experiência embrionária em Bauru em 2005, o título ficou sempre em poder dos ídolos da Fórmula 1 - Massa em 2007, Rubens Barrichello em 2008 e Michael Schumacher em 2007 e 2009. Em virtude de compromissos com a família, o alemão não virá ao Brasil neste ano e sua vaga será preenchida pelo espanhol Jaime Alguersuari, da Toro Rosso. Mas não será por falta de talentos que a Fórmula Indy deixará de acabar com esse tabu, já que a série estará representada por Tony Kanaan, Bia Figueiredo, Vítor Meira e Hélio Castroneves.

A mudança para o novo kartódromo contribui muito na melhoria das áreas de estrutura para pkart_2010úblico e convidados. Os patrocinadores terão para 2010 uma área ainda maior de relacionamento nas Arquibancadas Cobertas Uniformizadas, os Paddocks serão novamente na reta de largada dando uma bela visão de todoo evento, e ainda as áreas de arquibancadas para público com uma grande infra estrutura.

Ingressos para a prova continuam à disposição dos torcedores em diversos pontos da capital catarinense e região metropolitana. Os mais baratos, de arquibancadas populares válidos por dois dias, custam R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia). Há ainda uma grande variedade de arquibancadas e camarotes Vips com diversas opções de preço, dependendo da qualidade de serviços incluídos. Pontos de venda e demais informações sobre os ingressos estão disponíveis no site oficial www.desafiodasestrelas.com.br .

Uma das principais novidades do evento em 2010 é o desmembramento das corridas em dois dias. A prova de sábado, com início marcado para as 21h30 depois das sessões de treinos livres, tomadas classificatórias e Top Qualifying, será sucedida por um show de pop-rock com a banda ABR3 apresentando Maurício Manieri. Domingo, a segunda bateria e a definição do vencedor estão marcadas para as 11 horas, com transmissão ao vivo pela TV Globo para todo o Brasil e pela Eurosport para a Europa.

Informações e programação: www.desafiodasestrelas.com.br

Leia Mais ►

6 de dezembro de 2010

A claudicação familiar

Ao abrir os jornais nas páginas policiais é quase impossível não ter notícias sobre crimes cometidos por menores. Nas escolas vemos professores apavorados com a dificuldade de controlar as crianças e adolescentes. Em casa, nem se fala! É um pedido a cada segundo: mãe, o que é que eu vou fazer agora? Onde vamos? Quero aquele brinquedo! Posso entrar na internet? Isso quando perguntam! Como controlar esta turma?

Talvez nunca tenha sido tão difícil ser pai ou mãe como na época em que vivemos e, possivelmente, a figura de autoridade nunca foi tão questionada como tem sido nas últimas décadas. O poder que era centralizado na figura paterna passa a ser diluído pelos meios de comunicação, pelas “verdades da ciência”, pela gradual mudança de posição da mulher na sociedade em que vivemos. A autoridade está diluída! Não se sabe mais quem manda em quem. Aliado a isso temos uma legislação avançada mas de pouca aplicabilidade em termos de cobrança de suas infrações. Isso começando de cima, onde nossos governantes escracham sem o menor constrangimento a forma corrupta habitual de fazer política, independente de partido político, com poucas conseqüências em termos legais. Além disso, somos extorquidos diariamente por uma carga tributária desumana que nos faz reféns de um “estado” acostumado a gastar mal o nosso dinheiro, sem que haja conseqüência alguma em termos de sanção.Family

Conclusão: problemas com a lei todos temos mas são revelados mais nitidamente pelos nossos “menores”. Para a psicanálise, a infância e a adolescência representam a verdade velada da geração anterior. O quê de nós então, reflete-se e é desvelado pelos nossos “menores”? Uma falta de pai e de mãe? Um pedido de amor? Pois quando uma criança ou adolescente “avançam o sinal” o que eles na verdade querem, sem se darem conta, é que alguém lhes pare, lhes olhe, lhes cuide, lhes dê uma direção e, portanto, lhes ame. Quando um juiz corajosamente arvora-se na turbulenta iniciativa de tentar controlar os jovens é porque isso faz falta. Ele vem então tentar preencher uma função que na verdade não seria a sua, mas sim dos pais. Porém, quando os pais não educam alguém tem que tentar controlar os efeitos que essa claudicação familiar desencadeia.

O que será necessário acontecer ainda para que, nós pais, exerçamos a nossa função sem constrangimento, dando-nos o direito de “errar” sem culpa ao invés de nos sentirmos de alma lavada porque preenchemos um “desejo” de nosso filho, liberando-o para fazer o que ele quer do jeito que ele quer e na hora em que ele quer? Sei que estamos todos fartos de conselhos e fórmulas de psicólogos e pedagogos sobre a necessidade de impor limites em relação aos filhos. É um discurso cansativo, gasto e sem conseqüência alguma pois não cansamos de repetir às pencas a mesma claudicação quanto às nossas funções de educadores, mesmo sabendo a forma “politicamente correta” de agir.

Admitir as dificuldades pode ser um grande “ganho”, tipo aquela situação em que alguém está prestes a se afogar e se dá conta de que ninguém pode ajuda-la. Em função disso acaba inventando um jeito de sair da água, mesmo correndo risco de se afogar. A experiência do profundo desamparo e solidão que efetivamente nos concerne pode mobilizar forças até então adormecidas!

Por: Návia T. Pattussi, psicanalista/naviat@terra.com.br

Fonte: Marcos Bedin

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 2 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há uma semana
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog