22 de outubro de 2011

Rolling Stones: No Spare Parts em nova versão

Uma velha canção inédita dos Rolling Stones foi liberada pela banda. A música No Spare Parts, foi gravada em 1978 mas ficou de fora do clássico álbum Some Girls. Agora será incluída no trabalho de remasterização do disco original para seu relançamento em uma caixa especial.

RS 

 

 

Leia Mais ►

19 de outubro de 2011

Festival do pequi

O pequi é uma fruta nativa do cerrado brasileiro que, na língua indígena, significa “casca espinhenta”. É muito utilizado na culinária da região Nordeste, Centro Oeste e norte de Minas Gerais. De sabor marcante e peculiar, o pequi é consumido cozido, puro ou misturado com arroz, frango. Da polpa pode se extrair também o azeite de pequi, um óleo usado para condimento e na fabricação de licores.

De cor verde, quando maduro, possui em seu interior um caroço revestido por uma polpa macia e amarela, a parte comestível. O pequi pertence à família das cariocáceas, pode ser encontrado em toda a região Centro Oeste (considerada a capital da fruta), nos estados de Rondônia, Minas Gerais, Pará, Tocantins, Maranhão, Piauí, Bahia e Ceará, visto que somente em Goiás podem ser encontradas todas as espécies. A frutificação ocorre entre os meses de setembro e fevereiro. Não se deve arrancar da árvore e sim catar os que já estão caídos no chão, já que o pequizeiro é uma árvore protegida por lei que impede seu corte e comercialização em todo o território nacional.Pequi

A cidade de Crixás, no Noroeste de Goiás, vai viver este mês,quatro dias de festa regada a pequi. O fruto é a estrela máxima da sexta edição do Festival Gastronômico, Cultural e Esportivo do município. O evento acontece de 27 a 30 de outubro no espaço da Feira Coberta Rocinha de Porta.

A programação reúne receitas preparadas por empreendedores locais, entre donos de restaurantes, bares, lanchonetes e cozinheiros. O festival conta com 20 estandes, responsáveis pelo comércio de iguarias tradicionais, que privilegiam o sabor do pequi e conservas do produto. A festa também destaca as Oficinas Gastronômicas Conceituais, trabalho desenvolvido pelo Sebrae em Goiás. No festival, acontecem palestras sobre temas como promoção e valorização do pequi e viabilidade econômica do extrativismo.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Leia Mais ►

18 de outubro de 2011

Cuidados com o dentinho do bebê

Logo que o bebê nasce surgem muitas dúvidas. O medo de não saber identificar doenças, os cuidados com a higiene, o excesso de super proteção e até mesmo quando levar o recém-nascido ao médico. Mas a primeira visita ao dentista, quando deve ser realizada? De acordo com a dentista, Iara Giovana Gallon, da Clínica Arte & Face de Chapecó, o dentista poderá ser consultado antes mesmo de os dentinhos nascerem, por volta dos seis meses de idade.

O profissional poderá orientar sobre a maneira correta de proceder com a higiene bucal do bebê, pois ainda nos primeiros meses de vida os pais devem ter alguns cuidados básicos. “O ideal é fazer a limpeza de forma delicada na gengiva, bochecha e língua com uma gaze ou fralda umedecida em água filtrada pelo menos três vezes ao dia”, explica Iara.

Logo vem os primeiros sinais de que os dentinhos estão chegando. São coceiras na gengiva pela pressão dos dentes, gengiva mais esbranquiçada e aumento da salivação por conta do amadurecimento das glândulas salivares e pela incapacidade do bebê engolir toda a saliva. Nesse período, além da amamentação materna, a criança começa a ingerir outros alimentos, o que aumenta a responsabilidade com a higiene.dentebebe

A mastigação de alimentos pode ajudar a fortalecer os ossos da face, mas é preciso ter cuidado com certos hábitos na hora de alimentar. “Os pais, avós, babás, enfim, as pessoas que cuidam do bebê devem evitar, por exemplo, assoprar os alimentos, ato comum no momento de esfriar a comida, pois pode ocorrer a transmissão de bactérias para a criança, provocando cáries. São detalhes que em um primeiro momento parecem ingênuos, mas que podem vir acompanhados de problemas para a saúde bucal do bebê”, avalia.

Quando começam a surgir os dentinhos, a higiene deve ser feita com dedeiras, mais delicadas que as escovinhas dentais. Depois, com o aparecimento de mais dentes, o correto é usar a escova infantil com creme dental sem flúor.

A visita ao dentista deve ser frequente, pois os dentes de leite servem como guia para o posicionamento e a fixação correta da dentição permanente, além de auxiliar na mastigação e no desenvolvimento da fala. “Os cuidados devem começar mesmo antes do nascimento dos primeiros dentinhos e precisam permanecer. Os benefícios aparecerão no futuro, com sorrisos lindos e saudáveis”, finaliza.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

17 de outubro de 2011

Não comece sua dieta em uma terça-feira!

Será que existe um dia da semana certo para começar uma dieta? Bem, segundo uma pesquisa feita na Inglaterra, parece que sim. E esta pesquisa apontou a terça-feira como o pior dia da semana para começar a perder uns quilinhos. Segundo os pesquisadores, quem começa a dieta em uma terça-feira geralmente desiste em menos de uma semana, e, muitas vezes acaba mais pesado do que quando começou.

Por outro lado aqueles que começam sua batalha da protuberância na segunda-feira são mais susceptíveis de lançar o maior peso, perdendo em média oito quilos durante um período de três semanas. Os estudo foram feitos com 2000 britânicos que tentaram fazer dieta no último ano. Um porta-voz da Tesco Diets, que encomendou a pesquisa, disse: "Mudar seus hábitos alimentares pode ser um desafio difícil em qualquer dia da semana. No entanto, psicologicamente, as pessoas ficam mais motivadas para iniciar e continuar uma dieta se começarem no início da semana ou no fim de semana”.dieta

O estudo também descobriu que aqueles que começam sua dieta em um sábado têm um objetivo claro em mente e são os mais propensos a levar o compromisso da dieta até o fim para satisfazer as suas metas de perda de peso. Enquanto os que começam no domingo são menos propensos a cair no ciclo da dieta yo-yo, com impressionantes 88 por cento que conseguem manter o peso, após a dieta. O estudo também revelou algumas armadilhas da dieta, como a falta de força de vontade, tédio e o conforto de comer mais.

Bom o estudo foi feito entre os britânicos, e cá entre nós brasileiros, será que é a mesma coisa? Você já passou por isto? Que tal nos contar?

Leia Mais ►

16 de outubro de 2011

Exercícios podem reduzir dor crônica

Um estudo feito na Universidade do Vale do Itajaí (Univali) aponta que a prática de exercícios físicos pode reduzir até 45% a dor de quem sofreu lesão no plexo braquial, que são as fibras nervosas sensoriais e motoras que inervam partes no braço e antebraço. A ruptura desses nervos é bem comum em casos de acidentes automobilísticos, com alta incidência de dores crônicas, atualmente sem cura, e severas consequências, como perda de movimentos, aumento nas sensibilidades térmica e mecânica e perda da capacidade de pressão da mão.


A pesquisa, coordenada pela professora Nara Lins Meira Quintão, fisioterapeuta e doutora em farmacologia, e desenvolvida por estudantes do curso de Fisioterapia da Univali, observou a rotina de camundongos incentivados a praticar natação. Eles analisaram três grupos: um que praticou exercício antes da lesão do plexo braquial, outro que praticou somente depois, e um grupo que fez nado antes e depois da operação. Todos apresentaram melhora, porém o grupo que fez atividade física antes e após a cirurgia apresentou melhores resultados.

dorombro210
Os exercícios foram feitos em dias intercalados, sendo que nos dias de atividades eram realizadas três sessões de nado. No início da pesquisa as três sessões duraram entre 2 a 3 minutos cada e no final chegou a 8 minutos. A conclusão mostrou que, os camundongos que praticaram exercício por 15 dias tiveram 30% menos sensibilidade dolorosa, e os que se exercitaram por 30 dias sentiam 45% menos dor.


De acordo com Nara Quintão, a prática de exercícios pode ajudar principalmente quem sofre com efeitos colaterais às drogas, utilizadas para alívio da dor. “A morfina, por exemplo, causa uma série de reações adversas, dependência, e em longo prazo, reduz sua eficiência. O exercício físico, pelo contrário, induz a produção de endorfina pelo próprio corpo e proporciona a sensação de bem-estar, dentre outros fatores” destaca Quintão. Ela salienta ainda, que a pesquisa entrará agora em nova fase, em que serão detalhados os mecanismos responsáveis pelos resultados obtidos.

Fonte: Univali

Leia Mais ►

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 6 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog