29 de janeiro de 2011

O computador chega ao campo

O programa INCLUSÃO DIGITAL RURAL - implantado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) em Santa Catarina, órgão ligado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de SC (Faesc) – atingiu a 5.601 alunos em 2010, organizados em 637 turmas, com média de nove participantes cada.

O objetivo é levar a informática ao campo com o compromisso de oportunizar aos produtores e trabalhadores rurais o acesso às tecnologias e informações com vistas a aumentar a eficiência da propriedade rural e a competitividade da agricultura familiar e da agricultura comercial. O programa é prioridade do sistema Faesc/Senar, assegura o presidenteJosé Zeferino Pedrozo.

No ano passado, o programa absorveu recursos da ordem de 1 milhão de reais e sua implantação envolveu o Senar/SC, a Faesc, a Confederação Nacional da Agricultura e os Sindicatos Rurais, salienta o superintendente do Senar/SC,Gilmar Antônio Zanluchi.

O superintendente realça que o crescente emprego do computador no campo assemelha-se à chegada da energia elétrica e, depois, do telefone às comunidades rurais. A ampliação do sinal da rede – com a internet via rádio e outros recursos – permite ampliar o uso do computador na vida das famílias CompCamprurais. “Por isso, em 2011, vamos repetir o programa e tornar a informática acessível a maior número de pessoas”.

Os treinamentos foram ministrados em 99 telessalas espalhadas em todas as regiões do território catarinense, sendo 14 telessalas dos Sindicatos Rurais e 85 das comunidades locais. Também foi empregada uma unidade móvel – sala itinerante com dez notebooks. Famílias rurais de 74 municípios do território barriga-verde foram beneficiadas.

O programa oportuniza acesso às tecnologias de informação e comunicação, visando obter eficiência na propriedade rural e melhoria na qualidade de vida. Outro objetivo é integrar o homem do campo com o mundo das informações por meio do acesso ao Canal do Produtor (www.canaldoprodutor.com.br).

O público-alvo do programa é formado por produtores e trabalhadores rurais e seus familiares com pouco conhecimento de informática. “Este público precisa ter informação em tempo real para se tornar mais eficiente em sua propriedade. Uma inserção mais agressiva no mercado e um resultado comercial mais rentável são alguns dos efeitos esperados”, expõe Pedrozo.

A técnica em formação profissional Estela Macedo, do Senar/SC, explica que o Senar e a Faesc aperfeiçoaram o programa em 2010 e reforçaram o status de formação profissional rural, incluindo um treinamento adicional de 16 horas em informática básica. Assim, ficam estabelecidos dois módulos: o treinamento em INCLUSÃO DIGITAL (com duração de 16 horas) e o treinamento em INFORMÁTICA BÁSICA (com mais 16 horas). As turmas de dez participantes farão um curso de cada vez, mas aqueles já familiarizados com o computador, poderão fazer, diretamente, o curso de informática básica.

O conteúdo do primeiro módulo inclui introdução à informática, como utilizar o computador e seus periféricos, introdução aos aplicativos e utilização do sistema operacional Ubuntu. O segundo módulo contemplará a ampliação dos conhecimentos para utilização de outras ferramentas, como o BrOffice, Internet e navegação na web.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

27 de janeiro de 2011

Pé na Estrada chega ao Chile

Visitar pontos turísticos, conhecer novas culturas, outras línguas, outro país, outras experiências. Esses são os objetivos que levam um grupo de 27 pessoas, entre estudantes e professores da Unoesc Chapecó, a viajar durante 50 horas, rumo ao Chile.

A viagem é uma oportunidade para conhecer o país que é hoje considerado um dos mais estáveis e prósperos da América do Sul. Serão 10 dias para visitar lugares como a Cordilheira dos Andes, vinícola Concha y Toro, ProChile, Palácio La Moneda, Cerro San Cristobal, Porto e à Aduana de Valparaíso. O grupo fará ainda diversas visitas técnicas de interesse acadêmico e profissional e aproveitará a rota ao Chile para conhecer importantes cidades argentinas, como Santa Fé e Mendoza.

penaestrada

O grupo saiu da Unoesc Chapecó na quarta-feira, 26, à tarde. São mais de dois dias no ônibus até chegar ao destino

 

A iniciativa da Unoesc Chapecó busca a valorização do intercâmbio cultural e acadêmico para o desenvolvimento técnico, científico e cultural. Esta é a segunda viagem organizada pela instituição. No ano passado, a visita foi a Buenos Aires, na Argentina.

A direção da Unoesc Chapecó avalia que as experiências internacionais ampliam o conhecimento e as possibilidades de uma formação de caráter profissional, social e cultural, tanto de alunos de Comércio Exterior quanto de outros cursos. Conforme os diretores, os alunos que passam por essas experiências saem da universidade com uma formação mais ampla, coerente e crítica.

Texto e Foto: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

26 de janeiro de 2011

Google vai indenizar mulher chamada de feia no Orkut

A Justiça de Minas Gerais condenou o Google a pagar R$ 5.100 a uma mulher vítima de uma comunidade ofensiva no Orkut, rede social que pertence à empresa. A decisão é da 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

A usuária A.C.F. afirmou que, ao acessar sua conta, em abril de 2007, deparou-se com a comunidade “Mais feia que A.? Duvido”, que continha sua foto e textos ofensivos, como: “quando Deus criou a feiura, ela passou na fila 20 vezes!!!”; “não sei como ela consegue c axar bonita, c eu fosse ela eu seria complexada, nem keria sair na rua!!!” (sic).


A.C.F.  tirou uma cópia da página e levou-a até a Delegacia Especializada de Repressão ao Crime Informático e às Fraudes Eletrônicas (Dercife), onde foi orientada a enviar um e-mail para o site de relacionamento solicitando que a página fosse retirada da internet. Após alguns dias, ela observou que a página não havia sido retirada.mf


A Google Brasil Internet Ltda., empresa responsável pelo site de relacionamento, explicou que “o Orkut não exerce controle preventivo ou monitoramento sobre o conteúdo das páginas pessoais ou comunidades criadas pelos usuários e não tem responsabilidade pelos fatos alegados por A., por não ter criado a página”. Porém a juíza Neide da Silva Martins, da comarca de Belo Horizonte, condenou a Google ao pagamento de R$4 mil, a título de danos morais à usuária do Orkut. Ambos recorreram da decisão.


A relatora do recurso, desembargadora Márcia de Paoli Balbino, enfatizou que, se a Google “é que proporciona, por seu canal próprio, o uso indevido pelos usuários, ela é corresponsável solidária, porque tem participação efetiva na cadeia do serviço com defeito ou falha”.


“Entendo que é da Google a culpa pelas publicações pejorativas contra A. veiculadas no site, vez que ela não tem mecanismo hábil a evitar tais publicações depreciativas à imagem das pessoas”, analisou. Segundo a desembargadora, não há dúvida quanto à configuração do dano moral, pois “no site constou mensagem pejorativa, com foto. A matéria divulgada expôs sua imagem e foi ofensiva porque vexatória e humilhante”.


Os desembargadores Lucas Pereira (revisor) e Eduardo Mariné da Cunha (vogal) concordaram com a relatora e determinaram o aumento do valor da indenização para R$ 5.100.

Fonte: TJMG

Processo nº: 7948396-08.2007.8.13.0024

Leia Mais ►

25 de janeiro de 2011

Qual o meio de transporte que você utiliza?

Superlotação, falta de segurança, atrasos, falta de conforto, custo e até vandalismo. Estas são as principais deficiências quando o assunto é transporte público. Transporte público ou transporte coletivo designa um meio de transporte no qual os passageiros não são proprietários deles, e são servidos por terceiros.

Mas, mesmo com todos estes problemas, o transporte público, principalmente o ônibus, é o meio de locomoção mais usado nas cidades brasileiras, de acordo com o estudo Sistema de Indicadores de Percepção Social: Mobilidade Urbana, feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Segundo o estudo divulgado nesta segunda-feira (24), 44% dos brasileiros se locomovem dessa forma.

Em segundo lugar aparece o carro, com 23,8%, seguido por motocicleta com 12,6%. O levantamento feito com 2.770 famílias em todo o País constatou ainda que 12,3% se locomovem a pé.

O levantamento confirmou a percepção de que as regiões mais desenvolvidas do Brasil possuem também os maiores indicadores de transportes, pois a evolução econômica traz consigo a necessidade de mais infraestrutura, em especial ligada à mobilidade urbana.TransCol

De acordo com o Ipea, o levantamento é importante diante da atual conjuntura de alto índice de crescimento econômico e o reconhecimento de gargalos ligados à infraestrutura de transportes no País, fator este que pode comprometer as políticas governamentais no curto prazo.

Por isso, o instituto avaliou a percepção da sociedade brasileira a respeito da mobilidade urbana e seus temas derivados, como eficácia do transporte público, dificuldades encontradas em sua utilização, condições das vias, motivos de utilização, entre outros.

O Ipea ressalta que, nos dias atuais, não se pode pensar em desenvolvimento econômico e social sem transporte. “As pessoas precisam se deslocar para estudar, trabalhar, fazer compras, viajar e possuem cada vez mais a necessidade de estar em movimento”, diz o documento.

O estudo considerou os diversos tipos de transportes existentes no Brasil, como carro, moto, bicicleta, ônibus, a escolha depende de uma série de fatores como conforto, tempo de trajetória, segurança, custo e acessibilidade, entre outros.

E você, qual o meio de transporte que mais utiliza?

Fonte: Ipea e Agência Brasil

Leia Mais ►

24 de janeiro de 2011

Ortopedista fala a verdade sobre os tênis com Tecnologia Shape Ups

Fortalecer músculos, melhorar o modo de andar e perder peso são alguns dos benefícios que promete o novo tênis, conhecido como shape ups. O artigo, lançado nos Estados Unidos, foi projetado para ampliar os benefícios da caminhada, estimulando os músculos não utilizados quando se usam sapatos comuns. A novidade logo se tornou campeã em vendas e atualmente é produzida por diversas marcas em diferentes países.

O médico ortopedista, Joaquim Reichmann, da Clínica Reichmann de Chapecó, especializada em ortopedia e traumatologia, cirurgia do joelho, ombro, quadril e traumatologia dos esportes, avalia que trata-se de uma maneira inovadora de caminhar e de se exercitar. “Esse tênis reduz o impacto sobre as articulações, proporcionando uma superfície de caminhada mais natural e mais agradável, como se estivesse caminhando na areia. O resultado é a melhora da coordenação e da postura, com músculos mais fortes, melhor circulação sanguínea, alívio de dores nos joelhos, tornozelos e calcanhares”, afirma.

No início, o uso pode parecer desconfortável, mas com o tempo o corpo acostuma. “É aconselhável que o uso seja moderado, entre 25 a 40 minutos nas duas primeiras semanas, dependendo do nível dTenizTece preparo físico. O tempo deverá ser ajustado conforme as condições físicas de cada pessoa”, orienta Reichmann.

Uma pesquisa, realizada na Califórnia e no Japão, acompanhou 10 mulheres durante seis semanas, que deveriam usar o calçado 25 minutos por dia, sem iniciar nenhum tipo de dieta. Uma delas chegou a perder 2,72 quilos. A média geral foi de 1,47 quilo. Além disso, houve ganho da força glútea de 53% e melhora da resistência lombar de 37%, na média.

Reichmann diz que o segredo do calçado está em utilizar a musculatura das pernas e glúteos, esforço que os calçados comuns não exigem. “Caminhar é uma forma de exercício de resistência. Significa que fortalece o coração, auxilia os pulmões a trabalharem de modo mais eficiente e aumenta o vigor físico. O uso regular do tênis tem um papel importante no combate ao estresse e contribui para que a pessoa durma melhor”, salienta.

O médico destaca ainda a importância dos cuidados para uma boa saúde. “O uso do shape ups traz benefícios, mas não faz milagres. Ele deve estar aliado aos exercícios físicos regulares e a uma alimentação saudável”, conclui.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 2 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há uma semana
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog