4 de julho de 2009

Leilão de jóias no Rio de Janeiro

A prioridade é sempre do proprietário do bem, que pode renegociar o pagamento até a data-limite

A Caixa Econômica Federal realiza dias 06 e 07 de julho, no Rio de janeiro, o sexto leilão de jóias referente a contratos de Penhor vencidos há mais de 30 dias e que não foram regularizados com o banco até o momento. Estão selecionados 8.667 contratos, mas a expectativa da CAIXA é de que até o dia 07 grande parte dos mutuários compareça às agências para renovar ou retirar seus bens.

A exposição será realizada no edifício-sede da CAIXA, situado à Avenida Rio Branco, 174, 3º andar, das 10h às 15h. Os lotes serão vendidos pela maior oferta, considerando o valor da dívida e o valor da avaliação. Neste leilão, o lote mais barato está avaliado em R$ 65,00. Trata-se de um colar de ouro, pesando dois gramas. Já o lote mais caro está avaliado em R$ 11.934,00 e contém dois colares, duas pulseiras de ouro, ouro baixo, pesando 425,75 gramas e 47 centigramas.

Nos cincos leilões de joias realizados no Rio de Janeiro em 2009, foram colocados 77.800 lotes na licitação. Destes, 35.134 foram renovados, o que significa um percentual de renovação de 45,16%. Foram vendidos 22.565 e 5.184 lotes não vendidos e nem renovados. Participaram dos lances 913 clientes.

Os clientes titulares dos contratos incluídos no leilão poderão regularizar a situação com a CAIXA até o dia 07 de julho, durante o horário bancário, inclusive por meio dos equipamentos disponíveis nas salas de autoatendimento. Após a regularização, as peças são retiradas automaticamente do processo de alienação. A prioridade é sempre do titular do contrato e os eventuais lances são anulados.

Os interessados em participar da licitação deverão dar lances nos dias 06 e 07 de julho, em qualquer agência da CAIXA, nos terminais de autoatendimento e no horário de funcionamento dessas salas. Podem participar do leilão pessoas físicas e jurídicas. Para isso, são necessários a identificação e o cadastramento em qualquer agência da CAIXA.

O resultado do leilão será divulgado no dia 08 (quarta-feira), a partir das 12h, no Espaço Leilão da Avenida Rio Branco, 174 - 3º andar. O pagamento deverá ser efetuado no dia do resultado, integral ou parcialmente, com um sinal de 20% sobre o valor ofertado.

O catálogo de licitação de joias contendo a descrição dos lotes poderá ser adquirido no local do leilão, ou capturado no site da CAIXA, www.caixa.gov.br.

Serviço

Leilão de Jóias

Local: Avenida Rio Branco, 174/3º andar

Exposição de jóias: dias 06 e 07 de julho de 2009 (segunda e terça-feira) – das 10hh às 15h

Lances: dias 06 e 07 de julho de 2009, nos terminais de autoatendimento das Agências da CAIXA, até as 20 horas

Resultado: dia 08 de julho (quarta-feira), a partir das 12h, no próprio local de exposição ou no site da CAIXA.

Fonte: Assessoria de Imprensa da CAIXA- Regional Rio de Janeiro

Leia Mais ►

71ª Festa das Flores de Joinville.

Festa das Flores é destaque em evento nacional


Pela primeira vez em 71 anos de história, a Festa das Flores de Joinville realiza um evento nacional de lançamento e divulgação. Com o foco especialmente voltado para a prospecção de turistas, o Salão do Turismo de São Paulo, maior evento do turismo no Brasil, dedicou parte de uma de suas mais disputadas noites à beleza das orquídeas, demais flores e tradições joinvilenses. Com a presença de milhares de pessoas, entre eles visitantes, estudantes, profissionais do turismo, tanto brasileiros quanto do exterior, além da imprensa e autoridades, a primeira dama de Joinville, Marinete Merss, acompanhada da secretária de turismo, Maria Ivonete P. da Silva, realizou nesta quinta-feira (02/07), o lançamento oficial e para todo o país da 71ª edição da Festa das Flores de Joinville. festaflor1


A cerimônia aconteceu no "Espaço Santa Catarina", que estava todo decorado com belíssimas orquídeas trazidas pela AJAO (Agremiação Joinvilense dos Amadores de Orquídeas). Animada pelo som de bandoneonistas de Joinville, da rainha e da princesa da Festa das Flores de 2008, a secretária do turismo apresentou a história, os atrativos e a programação prévia da edição 2009 da Festa. Em seguida, o público foi agraciado com um coquetel com cardápio típico, como chopp artesanal da Opa Bier e Empadas Jerke.


A Festa das Flores de Joinville é realizada numa parceria entre Promotur, Ajao e Conurb. Em 2009, será realizada entre 17 e 22 de novembro, no Complexo Expoville, em Joinville - SC. O 4° Salão do Turismo acontece no Parque Anhembi, em São Paulo (SP), até o dia 5 de julho. O público previsto para passar pelo pavilhão nos 5 dias do evento é de 100 mil pessoas.

Fonte: Secretaria de Comunicação (Prefeitura Municipal de Joinville)

Leia Mais ►

3 de julho de 2009

Cooperativismo maiúsculo

Por: Marcos Antônio Zordan

Presidente da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (OCESC)

No primeiro sábado do mês de julho comemora-se o Dia Internacional do Cooperativismo

O cooperativismo – cujo dia internacional comemora-se no primeiro sábado do mês de julho – deixou de ser apenas uma doutrina bonita, apurada e reconhecida mundialmente para transformar-se em um grande e eficaz instrumento de transformação da sociedade humana. Em todo o planeta, com destaque para o continente europeu, mais de 760 milhões de pessoas beneficiam-se dos efeitos da cooperação na vida cotidiana.

No Brasil, onde, dependendo da região geográfica e da área focalizada, ora superamos orgulhosamente paradigmas europeus, ora constrangidamente perdemos para padrões africanos, o cooperativismo vem atuando para reduzir gritantes contrastes socioeconômicos. O sistema cooperativista brasileiro reúne mais de 7,7 mil cooperativas  em 13 ramos de atividade em todo o País com mais de 7,9 milhões de associados. Os impactos socioeconômicos da atividade das cooperativas na sociedade brasileira são evidentes, pois sustentam mais de 258 mil empregos diretos e respondem por 6% do PIB nacional. As exportações diretas do setor somam US$ 4 bilhões anuais.

Santa Catarina tornou-se exemplo nacional de desenvolvimento. Alguns fatores explicam esse sucesso. Um deles é a sua gente, esse povo forjado nos princípios do trabalho e do amor à terra, às tradições e à cultura. Outro fator é a opção pelo cooperativismo. Aqui funcionam 255 cooperativas de 12 diferentes ramos que movimentam R$ 11 bilhões por ano. Isso equivale a 12% do PIB do Estado. Juntas, elas reúnem 858.000 famílias associadas que representam 2,5 milhões de pessoas. Ou seja: mais de um terço dos catarinenses estão diretamente relacionados ao cooperativismo.

Os estudos comprovam que, nas regiões onde atuam, as cooperativas elevam o índice de desenvolvimento humano (IDH). Muito além do proselitismo, essa constatação resulta das preocupações com a qualidade de vida dos colaboradores, cooperados e familiares, com o meio ambiente, com a redução da emissão de poluentes, com educação, saúde e lazer, dentre outras.

As principais ações das cooperativas no plano social concentram-se na participação nas sobras e resultados, comunicação interna e externa, educação (de alfabetização até qualificação acadêmica), programa de talentos e recrutamento interno. Ações do serviço social direcionadas aos empregados e aos associados das cooperativas compreendem uma série de benefícios relacionados ao transporte, alimentação, saúde e acompanhamento familiar. Nessa linha são desenvolvidos os programas de nutrição, de gestante, de esporte e lazer.

Entretanto, prédios, instalações, normas, leis, produtos e serviços não distinguem nem caracterizam a essência de uma sociedade cooperativa. Cooperativismo é, fundamentalmente, uma comunidade de pessoas e da qualidade dessas pessoas dependerá o grau de sucesso dessa organização humana.

Uma das prioridades das cooperativas está no trinômio educação/formação/informação, ferramenta empregada para qualificar as pessoas para a prática cotidiana e responsável do cooperativismo. A conjugação de educação com informação permite a formação do cooperativista, instrumentalizado para defender o sistema dos desafios e ameaças que as mudanças e transformações encerram, bem como a identificar e aproveitar as oportunidades que traz em seu bojo. Educação, formação e informação – mais que um princípio do cooperativismo – compõem a fórmula capaz de perpetuar o cooperativismo pela capacidade de readaptação, atualização e reciclagem que transmitem.

Em Santa Catarina há um cooperativismo maiúsculo que, há várias décadas, significa trabalho, renda, habitação, ensino e assistência. E futuro.

Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

2 de julho de 2009

Serviço de Registro de Alerta do SPC dá bons resultados em Santa Catarina

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) de Santa Catarina, em conjunto com os SPC’s locais, está comemorando o sucesso do serviço de atendimento para registro de alerta, o 0800 729 8888. Desde o seu surgimento, em outubro de 2008, foram efetuados aproximadamente 6.613 registros, o que significa mais informações no banco de dados e qualificação de nossos serviços.

A fim de melhorar ainda mais, o SPC/SC coloca a disposição de todas as entidades, gratuitamente, materiais como lâminas e adesivos, para divulgação em suas respectivas cidades. “A idéia é tornar este serviço ainda mais conhecido da população catarinense, caracterizando-o como uma alternativa social de segurança ao crédito”, concorda o presidente da CDL Chapecó, Dornéles Dávi.

Algumas ações como orientar as delegacias para que o consumidor entre em contato após o registro do boletim de ocorrência (BO), deixar material informativo em delegacias e locais estratégicos onde haja um grande fluxo de pessoas, e informar sobre a não necessidade de ter o BO em mãos para a inclusão do alerta, fazem parte das orientações do SPC.

Para a comunicação de perda de algum documento, seja cheque, carteira de identidade ou CPF qualquer cidadão pode ligar para o serviço que está disponível através do número 0800 729 8888 durante 24 horas por dia, sete dias por semana.

A Federação Brasileira dos Bancos calcula que o prejuízo com fraudes por falsificação de documentos chegue a R$ 1 bilhão de reais por ano e que cerca de 1,5 milhão de documentos são roubados, furtados ou extraviados.

A orientação da CDL é que a vítima de roubo de documentos, além da realização do boletim de ocorrência (BO) em delegacia e no banco onde possua conta corrente, faça também, o mais breve possível, um registro no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) para evitar que outras pessoas façam dívidas em seu nome.

Assim, cada vez que o consumidor for utilizar o sistema de crédito, e aparecer a restrição em seu nome, a compra será liberada com a apresentação do BO. “Estará protegido o consumidor vítima de roubo de documentos e também os lojistas que não amargarão prejuízos vendendo mercadorias para pessoas portadoras de documentos roubados”, explica o presidente da CDL Chapecó, Dornéles Dávi.

Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

Prefeito é cassado por viagem ao Beto Carrero World

Na decisão foi determinado seu afastamento do cargo, mas não haverá nova eleição no município.

Nilson Bylaardt (PMDB), prefeito eleito em Guaramirim-SC, teve seu diploma cassado pelo TRE durante a sessão de ontem (1º/07) por captação ilícita de sufrágio - compra de votos – consubstanciada no pagamento de uma viagem ao Parque Beto Carrero World a um grupo de senhoras da cidade. beto140

O Tribunal anulou os 7.551 votos obtidos por Bylaardt. Como os votos de Bylaardt não alcançaram a maioria absoluta dos votos válidos, não haverá nova eleição em Guaramirim. Deverá assumir a prefeitura o segundo colocado na disputa de 2008, Evaldo João Junckes (PT), que obteve 6.100 votos, 731 votos a mais que o terceiro colocado, Lauro Frohlich (DEM).

Nilson Bylaardt teria pago ônibus da Viação Canarinho para viagem, ocorrida em 25/09/2008, de integrantes do Clube de Mães da localidade de Poço Grande ao Parque Temático Beto Carrero World, com o intuito de angariar votos.

Consta na Ação de Investigação Judicial Eleitoral, impetrada por Evaldo João Junckes contra Bylaardt, que a empresa Viação Canarinho apresentou ofício confirmando que o candidato havia fretado um microônibus com destino ao Município de Penha, ao preço de R$ 400,00 (quatrocentos reais), com prazo de trinta dias para pagamento, juntando os documentos comprobatórios. Mas, posteriormente, a empresa encaminhou novo expediente à Justiça Eleitoral, relatando que embora a fatura dos serviços tenha sido efetuada contra o Sr. Nilson Bylaardt, a empresa o fez por sua conta e risco, em razão de o mesmo haver intercedido por telefone em favor do Clube de Mães, não tendo, entretanto, assumido qualquer compromisso de pagamento.

Para o relator do processo no TRE, juiz Márcio Vicari, o pedido de votos, mesmo que não explicito, está muito bem demonstrado pelo contratação do ônibus, conforme a documentação acostada aos autos, e pelo período em que foi perpetrada. “A meu juízo, evidente está que nenhum candidato distribui e paga, em época eleitoral, benesses a eleitores apenas por benevolência”, disse o relator.

Fonte:TRESC

Leia Mais ►

Primeiro dia do Empreendedor Individual supera expectativa

No primeiro dia da entrada em vigor do Empreendedor Individual, é grande a demanda por informações nos postos do Sebrae.

A procura por informações sobre o Empreendedor Individual nos pontos de atendimento do Sebrae superou as expectativas no primeiro dia em que passou a vigorar a nova figura jurídica. Três estados registraram crescimento expressivo na demanda de seus clientes.


No Sebrae em Santa Catarina, a procura foi significativa, tanto pela Central de Relacionamento (0800-570-0800), quanto nos pontos presenciais do Estado. Mais de 750 pessoas foram a esses pontos só para saber mais sobre a nova lei. O número normal de atendimentos presenciais diários é de 80. No call center foram recebidas 250 ligações a respeito do Empreendedor Individual. A média normal é de 100 ligações por dia.


"Ficamos surpresos com essa demanda e achamos que ela deve aumentar ainda mais nos próximos dias", diz Kátia Rausch, gestora de Políticas Públicas do Sebrae/SC. Ela acredita que, na sexta (3), evento de lançamento do Empreendedor Individual em Florianópolis deve chamar ainda mais atenção para o tema. A cerimônia será às 15h na Assembléia Legislativa e contará com a presença do ministro da Previdência, José Pimentel. Na Central de Relacionamento do Sebrae em Mato Grosso, 90% das ligações foram de clientes à procura de informações sobre o assunto e no atendimento presencial, 40 clientes buscaram informações a respeito da lei.


O Sebrae no Maranhão realizou 120 atendimentos nos seus postos e 32 chamadas para o call center nesta quarta-feira específicos pela procura de informações sobre Empreendedor Individual. Segundo Reijane Almeida, da Unidade de Atendimento do Sebrae/MA, as principais perguntas dos interessados eram como se cadastrar e quais benefícios. Todos os interessados demonstraram interesse em aderir à nova figura.


Ulisses Fontoura, gerente de Projetos de Atendimento e Apoio ao Empreendedor do Sebrae/GO, informa que em Goiás a Central de Relacionamento teve um aumento de 70% no fluxo normal das ligações, com 302 chamadas no 0800 específicas sobre o Empreendedor Individual. Nos pontos de atendimento, houve a presença de 50 clientes interessados no assunto. As dúvidas mais freqüentes eram sobre como obter o CNPJ e quanto pagar à Previdência.

A coordenadora do posto do Sebrae aconselha aos candidatos a empreendedor individual, que forem pessoalmente fazer o registro na Central Fácil, a levar carteira de identidade, CPF e consulta prévia, junto à Administração Regional, sobre o imóvel onde funciona o empreendimento. "Vai facilitar o cadastramento nesses primeiros dias de registro até que o portal e sistemas estejam funcionando 100%", argumentou Hélia.


"O sistema de formalização [que é via www.portaldoempreendedor.gov.br] está disponível apenas no Distrito Federal, por enquanto. Nos demais estados, esse sistema vai ser disponibilizado aos poucos", avisa Hélia Castro.


De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, a inscrição nos estados não foi possível ainda porque suas redes estaduais, incluindo as Juntas Comerciais, não estão integradas ao Portal do Empreendedor. A previsão é que em 90 dias todas as unidades da Federação estejam integradas. A expectativa é de que – ainda esta semana – estejam incluídos São Paulo, Rio de Janeiro e, em seguida, Minas Gerais.
Na manhã desta quarta-feira (1º), o Portal do Empreendedor havia recebido quase 56 mil visitas de todo o Brasil e até de outros países. Entre eles, Japão, Estados Unidos, Argentina, Alemanha e Portugal.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Leia Mais ►

1 de julho de 2009

Os melhores produtores e empresários rurais

A Coopercentral Aurora, o Sebrae/SC e o Movimento Catarinense pela Excelência (MCE) entregarão o PRÊMIO EMPREENDEDOR RURAL COOPERATIVISTA 2009 – Troféu Aury Luiz Bodanese – em solenidade programada para as 10 horas da manhã, deste sábado, dia 4 de julho, no Ginásio Plínio Arlindo de Nês, em Chapecó.

O prêmio reconhece o desempenho de produtores que se tornaram empresários rurais e adotaram práticas diferenciadas, melhorando a qualidade de vida e a renda sem agressão ambiental. O evento será prestigiado por muitas lideranças, entre elas, o ministro José Barroso Pimentel, da Previdência Social.

Sete cooperativas se inscreveram com três representantes cada uma. Serão conhecidos os três vencedores (1o, 2o e 3o lugares) na classificação geral. Todas as famílias rurais que participaram do programa Qualidade Total Rural podiam participar do prêmio. O QT Rural está sendo desenvolvido nos estabelecimentos agrícolas do grande oeste de Santa Catarina há dez anos e foi classificado como um dos maiores instrumentos de qualificação dos produtores rurais do país. O programa contabiliza mais de 20.000 famílias rurais qualificadas e é desenvolvido pela Coopercentral Aurora e suas cooperativas agropecuárias filiadas, com apoio do Sebrae, do Senar e do Sescoop.

O Prêmio será concedido ao empresário rural que ingressou na atividade antes de dezembro de 2005, tenha domicílio fiscal na área de abrangência da cooperativa, comprove regularidade fiscal, faça parte de cooperativa filiada à Coopercentral e tenha participado integralmente do Programa Qualidade Total Rural.

“A qualidade deve estar presente em todas as etapas da produção agropecuária e na vida da família rural como um atributo do qual não se abre mão”, observa o presidente da Coopercentral Aurora, Mário Lanznaster. O coordenador de treinamento Joel Pinto mostra que o prêmio leva as famílias rurais a prosseguirem nos esforços de qualificação e requalificação profissional-empresarial. O coordenador regional do Sebrae, Ênio Parmeggiani, realça que o Prêmio comprovou que a vida das famílias rurais mudou com os investimentos em formação profissional rural que o Sescoop, o Senar, o Sebrae e as cooperativas sustentam há vários anos através do projeto de desenvolvimento de produtores rurais integrados às cooperativas singulares (Deprics).

A avaliação dos empresários candidatos ocorreu com a adoção de um instrumento que analisa a gestão pela qualidade praticada pelo empresário rural e dos resultados de sua propriedade, levando em consideração critérios de liderança, estratégias e planos, clientes, sociedade (relacionamento com o meio ambiente e com os demais empresários rurais na prática do cooperativismo), conhecimento, relacionamento com as pessoas e resultados.

O reconhecimento se dá em duas etapas. Na primeira fase, os três empresários rurais de cada cooperativa singular participante que obtiveram o melhor desempenho no processo de avaliação foram reconhecidos como vencedores em sua cooperativa nas categorias bronze, prata e ouro. Na segunda fase, os três empresários que obtiveram o melhor desempenho entre os vencedores de cada cooperativa serão, agora, reconhecidos como vencedores do Troféu Aury Luiz Bodanese.

O processo de avaliação dos empresários candidatos, que leva à escolha dos empresários vencedores do Prêmio Qualidade Rural obedeceu cinco etapas: auto-avaliação, seleção, visita à propriedade rural pelo Comitê Gestor, decisão sobre os vencedores e relatório de avaliação.


Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

Roleta Genética – Os riscos dos alimentos transgênicos

Será realizada nesta quarta-feira, dia 1° de julho, o lançamento em Santa Catarina do livro Roleta Genética - Riscos Documentados dos Alimentos Transgênicos Sobre a Saúde, de Jeffrey M. Smith. A apresentação da obra acontece a partir de 16h30min, no miniauditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH).


O lançamento vai contar com a presença da editora do livro no Brasil, Josiana Arippol. O professor do Centro de Ciências Agrárias da UFSC, Rubens Onofre Nodari, pesquisador de transgênicos há 20 anos, gerente de recursos genéticos do Ministério do Meio Ambiente no período de 2003 a 2008, estará presente. O livro já foi lançado em Brasília, São Paulo, Piracicaba, Rio de Janeiro e Curitiba.trans


Jeffrey M. Smith é autor internacional de best-sellers sobre transgênicos, tema sobre o qual escreve há mais de uma década. Em 2003 publicou Seeds of Deception, seu primeiro livro sobre os efeitos colaterais dos alimentos transgênicos. Tem assessorado líderes mundiais em todos os continentes, influenciando leis pioneiras de regulamentação de OGMs.


É diretor executivo do Institute for Responsible Technology e lidera a campanha For Healthier Eating in America, um movimento pioneiro de consumidores, distribuidores e indústria para eliminar os transgênicos da cadeia alimentar norte-americana. A nova obra revela documentos com informações pouco ou não divulgadas sobre testes de segurança de OGMs que, certamente, provocarão fortes reações no leitor.


Roleta Genética mostra como as mais poderosas companhias de biotecnologia do mundo blefam e enganam críticos, políticos e agências de regulamentação a respeito das pesquisas sobre a segurança dos alimentos transgênicos. Jeffrey Smith reuniu em um único volume todas as pesquisas e estudos (demasiadamente poucos), e relatos dos efeitos dos alimentos transgênicos sobre a saúde de animais e seres humanos.


Traz explicações claras sobre os efeitos negativos perigosos que podem ter ocorrido, apresentando razões sobre as causas da regulamentação ter sido completamente ineficaz e mostra as falhas técnicas nos estudos realizados pela indústria, que faz com que não se encontre os inesperados (e inevitavelmente esperados) efeitos colaterais. Apresentado num formato que permite só uma passada de olhos, ou a leitura completa, através de informações totalmente referenciadas, o autor destrói o mito de que os alimentos transgênicos que consumimos diariamente são seguros.


Mais informações na UFSC com o professor Rubens Onofre Nodari, fone 3721-5332 ou 9980-2042. Também com a Maria Guazzelli, 3237-6708

Fonte: Univesidade Federal de Santa Catarina

Leia Mais ►

Como a pequena empresa pode lucrar

Sebrae/SC promove workshop sobre lucro e inovações nas pequenas empresas.

Com o objetivo de auxiliar às micro e pequenas empresas de todos os setores da economia a manter a competitividade através de inovação, o Sebrae/SC promove em todo o Estado o workshop “Como a pequena empresa pode lucrar com a inovação”. Nesta quarta-feira, dia 1o de julho, a partir das 17 horas, o evento será realizado no auditório da Associação Comercial e Industrial de Pinhalzinho (Acip).

        No mês de maio, o workshop aconteceu nas cidades de Chapecó, Joaçaba, Criciúma, Florianópolis, Joinville e Blumenau, destacando-se a participação de mais de 220 empresários. “A iniciativa possibilita mostrarmos que através de soluções simples é possível ser competitivo, independentemente do tamanho e setor de atividade da empresa em que o participante atua”, explica o coordenador regional do Sebrae/SC, Ênio Parmeggiani.

        O workshop busca sensibilizar os empresários sobre a importância da inovação nos negócios como fator estratégico na criação de oportunidades de crescimento, lucratividade e competitividade. Com duração de 4 horas, a ação conta com palestra interativa com respostas às principais perguntas sobre inovação; apresentações de casos de sucesso de empresários que obtiveram bons resultados com a inovação e apresentação de soluções de inovação do Sebrae/SC e do NIT – Núcleo de Inovação Tecnológica da região.

Nesta quinta-feira, dia 2, às 17 horas, o evento acontece na Associação Comercial e Industrial de Concórdia (Acic). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do site www.sebrae-sc.com.br/workshopinovacao/ . Mais informações, no Sebrae Pinhalzinho no telefone (49) 3366 2214 com Dreikes Bellato ou no Sebrae Concórdia com Sueli Dahmer pelo (49) 3442 3654.

Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

30 de junho de 2009

Funk da Perereca

A banda blumenauense Vox 3, com 6 CDs gravados e mais de 300.00 vendidos, é considerada a mais irreverente do sul do Brasil.

Esta banda surgiu no rastro do sucesso que o hino da “Centopéia do Chopp” fazia nas rádios em 1999. O sucesso dessa música foi tão grande que o seu autor, Mário Binder, chamou os amigos França e Paulinho e juntos formaram a Vox 3, gravando esta canção e mais outras composições de Mário. Hoje, a Vox 3 tem sete componentes e é presença garantida na Oktoberfest 2009.

Fonte: Blog da Oktoberfest e site da Banda Vox 3

Leia Mais ►

Record é condenada por chamar inocente de bandido

A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro condenou a Rede Record a pagar indenização no valor de R$ 25 mil por veicular matéria em que inocente é acusado de participação em assalto.

            Norberto Galva Alvite contou que, em março de 2006, dirigia sua motocicleta em direção à sua residência no bairro de Botafogo quando, ao parar, ouviu gritos de uma senhora e, ao tentar ajudá-la, foi rendido por outra mulher que, apontando uma arma em sua direção, obrigou-o a pilotar sua moto com ela na garupa, já que ela estava fugindo após assaltar a outra senhora na calçada e tentar roubar seu carro. record1

            O autor da ação e a mulher foram perseguidos pela polícia e alvejados, sendo o motociclista levado ao hospital e, posteriormente, preso por sete dias, até que o Ministério Público entendeu por não denunciá-lo uma vez que em nada o mesmo colaborou para o crime cometido. Na matéria exibida pela emissora, o apresentador do "Rio de Janeiro no Ar" apresentou conclusões precipitadas ao se referir ao autor da ação como "bandido" e "vagabundo", desejando ainda que ele, assim como a mulher que efetivamente praticara o assalto, tivesse "falecido", em conseqüência dos tiros que levou em perseguição com a polícia.

            O relator do processo, desembargador Ronaldo Rocha Passos, destacou que "embora o reconhecimento do engano tenha vindo bem mais tarde, e o próprio Estado assim o fez como antes visto, não há dúvida de que todo o episódio deixou no autor profundas marcas que dificilmente serão apagadas e desequilíbrio psicológico, notadamente por conta da matéria sensacionalista que foi levada ao conhecimento público pela ré, por seu apresentador nada elegante no seu linguajar". Processo nº: 2008.001.03276.

Fonte: TJRJ

Leia Mais ►

Brasil entra na era da abertura de empresas pela internet

A partir da próxima quarta-feira (1º de julho), empreendedores informais poderão formalizar suas empresas em até 30 minutos, acessando o Portal do Empreendedor.

As adesões ao Empreendedor Individual, figura jurídica que facilitará a formalização de empreendedores como manicures, costureiras, carpinteiros, cabeleireiros, sapateiros artesãos, entre outras profissões, serão feitas pela internet. A expectativa é de que até julho de 2010 a adesão chegue a 1,1 milhão de pessoas.


A partir desta quarta-feira, 1º de julho, os interessados em formalizar seus negócios deverão acessar o Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br). Nele, o profissional obterá o registro no CNPJ e as inscrições na Previdência Social e na Junta Comercial. A previsão é que esse processo dure no máximo 30 minutos.


As estratégias para implementação da nova figura jurídica foram definidas pelo Ministério da Previdência, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Receita Federal, Sebrae, Fenacon (Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas) e entidades municipalistas.


O Empreendedor Individual foi criado pela Lei Complementar 128/08, que aprimorou a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (LC 123/06). Poderão se formalizar por meio desse mecanismo empreendedores da indústria, comércio e serviço – exceto locação de mão-de-obra e profissões regulamentadas por lei – com receita bruta anual de até R$ 36 mil. Os interessados podem ter no máximo um funcionário com renda de até um salário mínimo mensal.


A adesão ao Empreendedor Individual garantirá vários benefícios, como aposentadoria e auxílio-doença. Empreendedores do comércio e da indústria pagarão um valor fixo mensal de 11% sobre o salário mínimo – hoje R$ 51,15 – referente ao INSS pessoal, mais R$ 1 de ICMS. Prestadores de serviços arcarão com os mesmos 11% sobre o mínimo mais R$ 5 de ISS. Já os profissionais que atuam em atividades mistas (indústria ou comércio com serviços) pagarão os 11% do mínimo mais R$ 1 de ICMS e R$ 5 de ISS.


De acordo com a Resolução nº 58, aprovada em abril passado pelo Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN), o pagamento dos valores fixos a serem recolhidos pelos empreendedores individuais será feito até o dia 20 de cada mês, por meio do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS).


O Comitê estabeleceu que só poderá aderir a esse sistema o empreendedor que se formalizar a partir de 1° de julho de 2009. Aqueles que abrirem formalmente a empresa até 30 de junho deste ano só poderão aderir em janeiro de 2010, prazo que se repetirá anualmente, de acordo com as regras do Simples Nacional.

Os empreendedores interessados na formalização poderão buscar informações nas centrais de relacionamento do Sebrae (0800-5700-800) e do INSS (135), além dos portais dos órgãos envolvidos. A orientação e o atendimento direto a esse público serão feitos pelo Sebrae e pela Fenacon.


Os escritórios de contabilidade integrantes do Simples Nacional farão, gratuitamente, o registro e a primeira declaração anual desses empreendedores individuais, de acordo com a Lei 128/08. O trabalho de mobilização da categoria está sob a coordenação da Fenacon e tem o apoio do Conselho Federal de Contabilidade (CFC).


Além da orientação, que inclui distribuição de cartilha e outros materiais informativos, o Sebrae também se prepara para auxiliar os empreendedores nos pontos de atendimento da Instituição e por meio de ações itinerantes. A estratégia inclui ainda a distribuição de materiais informativos nas agências e postos de atendimento bancário do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. Os dois bancos, junto com o Banco do Nordeste, também lançaram serviços financeiros diferenciados para os empreendedores que aderirem à nova lei.


Fonte: Agência Sebrae de Notícia

Leia Mais ►

29 de junho de 2009

No sentido literal, a dor de cotovelo pode ser resultado de uma inflamação

A expressão “dor de cotovelo”, popularmente, se refere às questões sentimentais: quando alguém amarga uma decepção em relação à pessoa amada.

No entanto, sentimentalismo a parte, no sentido literal, a dor pode ser resultado de uma inflamação causada pela degeneração da origem dos tendões que movimentam os dedos e o punho (degeneração angiofibroblástica), chamada de Epicondilite Lateral.

.A epicondilite lateral é uma doença localizada no lado externo do cotovelo, que apresenta uma saliência óssea chamada de epicôndilo lateral. É também conhecida de "cotovelo do tenista", por muitas vezes acometer esses atletas. Apesar disso, menos de 5% dos pacientes com esta doença praticam o tênis. Com menos freqüência, a dor ocorre no lado interno do cotovelo, sendo então chamada de epicondilite medial ou "cotovelo de golfista".

De acordo com o médico ortopedista e traumatologista, Joaquim Reichmann, a lesão é conseqüência de uma sobrecarga de tensão, com roturas microscópicas que não cicatrizam adequadamente. “O cotovelo é uma região de tecido com menor vascularização (vasos sanguíneos e linfáticos) e por isso a lesão passa pelo que pode ser chamado de infarto do cotovelo", explica.cotovelo140

O médico observa que a epicondilite lateral deve ser diferenciada da compressão de um nervo chamado interósseo posterior, que passa próximo ao epicôndilo e resulta em dores semelhantes.

O sintoma da epicondilite Lateral é a dor, principalmente para atividades que necessitam movimentos repetitivos, erguer objetos ou girar o antebraço. Geralmente, profissionais como dentistas, professores, operários, e outros que realizam muita escrita manual ou digitação estão mais propensos a desenvolver a doença.

Reichmann ressalta que como os tendões que estendem (esticam) os dedos e o punho vêm do cotovelo, os movimentos das mãos podem dar início aos sintomas. Com a progressão da doença, a dor pode irradiar para o antebraço, causando inclusive diminuição de força. “A faixa etária mais acometida é de 35 a 55 anos e a doença afeta tanto mulheres quanto homens”, alerta.

O diagnóstico é basicamente clínico, ou seja, pela história e pelo exame físico, quando testes são realizados para reproduzir os sintomas. O raio-X geralmente é normal, mas em cerca de 20% dos casos pode existir uma pequena calcificação adjacente ao epicôndilo. O ultra-som e a ressonância magnética raramente são necessários para o diagnóstico.

TRATAMENTO

Para tratar a epicondilite lateral é necessário o afastamento temporário das atividades que causam as dores. Apesar de ser a principal recomendação, isso nem sempre é possível, seja pelas exigências do trabalho ou pela necessidade do atleta continuar realizando seu esporte.

Reichmann também orienta que é preciso modificar a forma de realizar as tarefas diárias, evitando repetições de movimentos e carga de peso, assim como observar a postura para realizar as atividades do dia-a-dia. Além isso poderão ser prescritos medicamentos, principalmente os analgésicos; utilização de gelo, pelo menos três vezes ao dia por 20 minutos, protegendo a pele, infiltração local; uso de tala para melhorar o posicionamento e diminuir a mobilidade do punho, ou de banda no antebraço para diminuir a tensão dos tendões no cotovelo; fisioterapia, com o objetivo de diminuir a dor e alongar e reforçar os tendões acometidos. “É importante saber que a epicondilite é de tratamento prolongado, levando normalmente vários meses até a melhora completa. Os cuidados adequados levam a bons resultados na grande maioria dos casos”, alerta Joaquim Reichmann.

Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

Desconhecer a lei não serve de desculpa para prática de crimes

A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina manteve sentença da Comarca de Dionísio Cerqueira que condenou Franklin Lopes Fagundes por crime ambiental.

De acordo com o processo, o réu destruiu cerca de quase 23.000m² de vegetação nativa em sua propriedade rural, em 2004, para transformar em lenha. Esta área estava em estágio inicial de regeneração. Além disso, cortou uma outra, de 750m² de vegetação nativa, em estágio secundário de regeneração, situada às margens de curso de água e em área de preservação permanente. justa1

As provas documentais dos autos demonstram que ele não respeitou os 30 metros de mata que devem permanecer intocados até o rio, de acordo com a lei ambiental em vigência. Inconformada com a condenação, a defesa de Fagundes apelou ao TJ para reformar a sentença e obter a consequente absolvição, porque, embora tenha reconhecido ser autor da derrubada da mata, garantiu não ter conhecimento de que sua conduta configurava crime previsto em lei. Além disso, sustentou, não haveria provas de que a área danificada fosse de preservação permanente, bem como desconhecia existir distância determinada entre o desmatamento até o curso d'água.

A desembargadora Marli Mosimann Vargas, relatora da apelação, observou que ninguém pode descumprir a lei sob argumento que não a conhece. “Esse princípio é necessário para proibir que uma pessoa apresente a própria ignorância como razão de não cumprir a norma jurídica, o que retiraria a força de eficácia da lei e comprometeria o ordenamento jurídico". A votação foi unânime. ( AC 2008.015180-6)

Fonte: TJSC

Leia Mais ►

Deficiências e potencialidades do mercado de móveis

Uma ampla pesquisa de mercado, recém-concluída pelo Sebrae/SC em parceria com as entidades empresariais da cadeia produtiva madeira-móveis, permitiu conhecer as deficiências e potencialidades do setor. A iniciativa do Sebrae teve a parceria da Associação dos Moveleiros do Oeste de Santa Catarina (Amoesc) e o Sindicato das Indústrias Madeireiras, Moveleiras e Similares do Vale do Uruguai (Simovale).

A apresentação destas pesquisas contribui para que essas informações sirvam de referência para o planejamento estratégico da Amoesc/Simovale – ação oportunizada por convênio entre Ministério da Integração Nacional/FAO/Fórum da Mesorregião Grande Fronteira do Mercosul.

O Sebrae/SC tem sido, historicamente, o grande parceiro, animador e financiador das principais ações de requalificação e modernização da vasta cadeia produtiva do setor madeira/móveis de Santa Catarina e, em especial, do oeste barriga-verde. Entre as atividades que maior resultado proporcionaram ao setor situam-se a organização do arranjo produtivo local (APL) e do polo moveleiro regional, os cursos e treinamentos, a implantação da escola profissionalizante, a central de compras, a central de negócios, as missões internacionais e o incremento comercial oportunizado pela Mercomóveis – ações sustentadas ou apoiadas pelo Sebrae, a quem os moveleiros rendem justo reconhecimento e necessário agradecimento.

O gestor do APL (arranjo produtivo local) Madeira-Móveis, Arildo M. Jacóbus, expõe os principais pontos da pesquisa.

OBJETIVO DA PESQUISA

As pesquisas permitiram estudar os mercados de atuação das pequenas e microempresas, colher informações sobre o perfil das empresas e seus gestores, levantar informações sobre recursos humanos, abordar aspectos relativos à produção e comercialização de produtos e serviços. As abordagens focalizaram pessoas ocupadas, exportação, destino das vendas, perfil das empresas, força de vendas, produção e comercialização, mercado de atuação, marca, propaganda e promoção, perfil do consumidor, entre outras análises.

        DESTINO DAS VENDAS

O estudo do perfil das empresas revela que a metade é formada por microempresas (até 19 empregados) e, também metade, por pequenas empresas (entre 20 e 99 empregados). Existe apenas uma grande empresa (mais de 500 empregados) e nenhuma empresa de médio porte (entre 100 e 499). Os móveis produzidos no oeste catarinense são vendidos em todo o país, mas as compras estão concentradas em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Nordeste.

FORÇA DE VENDAS

Outro aspecto importante foi a pesquisa sobre a força de venda das fábricas de móveis: 94,7% fazem seleção de vendedores internamente e, apenas 5,3%, de forma terceirizada. A avaliação do desempenho da equipe de venda é feita pelo relatório de vendas em 60,5%, pelo cumprimento de metas em 28,9% e pelo número de novos clientes em 10,5%. A política de incentivo às vendas baseia-se no comissionamento (89,5)%, na participação em feiras (15,8%), ajuda técnica (10,5%), premiação individual (10,5%0, em manual de vendas (5,3%) e participação em missões oficiais (2,6%).

PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO

A pesquisa constatou que o segmento de atuação mais expressivo é formado por fábricas de móveis de madeira, seguindo-se móveis sob encomenda e artefatos, esquadrias/aberturas e móveis de metal. A produção está sendo absorvida por lojistas de outros estados (37%), lojistas de outras regiões de SC (28%), lojistas da região (15%), pelo consumidor final (10%), para exportação (8%), para distribuidor ou atacadista (2%), loja própria (1%) e exposições-feiras (1%).

Cozinhas e cozinhas sob encomenda representam os produtos mais vendidos (18,8%). Os demais são cadeiras (17%), janelas/aberturas e mesas com cadeiras (ambos com 9,4%), balcões (7,5%), beliches e roupeiros (5,7%), camas e poltronas (ambos com 3,8%). Outros produtos são colchões, cômodas, compensado naval, conjunto de sala, modulados, móveis para banheiro, painéis, rack, tampos de balcão e urna funerária, todos com 1,9%.

          MERCADO PROMISSOR

A pesquisa do Sebrae apurou que os empresários, de regra, não sabem o tamanho do mercado nem a participação relativa de sua empresa nesse ambiente de negócios. Os moveleiros também não sabem quais são as empresas concorrentes com melhor preço, melhor prazo de entrega, melhores condições de pagamento, qualidade do produto, promoção e distribuição. Entretanto, 62,3% acreditam em expansão nos próximos três anos, 35,8% creem em manutenção e apenas 1,9% preveem diminuição. Mas, 88% dos moveleiros não fazem prospecção de clientes e 75,5% não costumam visitar as empresas que comercializam seus produtos.

          COMUNICAÇÃO MERCADOLÓGICA

Os instrumentos e veículos mais utilizados pelos moveleiros para comunicação com o mercado são a internet (50,9%), folhetos (39,6%), jornal (34%), rádio (32,1), revista (28,3%), televisão (15,1%), outdoor(1,9%), mala direta (1,9%) e feiras(1,9%).

            PERFIL DO CONSUMIDOR

É baixo o nível de conhecimento da clientela pelos moveleiros. O cliente predominante no mercado de móveis é da classe B (49,1%), seguido da classe C (22,6%) e classe A (5,7%). As principais razões da compra são qualidade (92%) e prazo de entrega (42%). O quesito preço surge em terceiro lugar (18%), conforme aferição de respostas múltiplas. A principal influência na decisão de compra foi do promotor ou representante (52,8%), seguindo-se os amigos (9,4%), vitrines e ponto de venda (7,5%) e propaganda (7,5%). Apenas 11,3% dos moveleiros fazem pesquisa de satisfação, o que significa que 88,7% dos fabricantes de móveis não realizam nenhuma atividade de pós-venda.

Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

28 de junho de 2009

Mais duas soluções livres no Portal do Software Público Brasileiro

Soluções foram lançadas no Fórum Internacional de Software Livre

Duas soluções livres desenvolvidas pela Caixa Econômica Federal (CEF) e pelo Banco Brasil já estão disponíveis à sociedade no Portal do Software Público Brasileiro (www.softwarepublico.gov.br). O lançamento ocorreu nesta quarta-feira, dia 24 de junho, em Porto Alegre, durante o primeiro dia de atividades do 10° Fórum Internacional de Software Livre (Fisl).

O Portal do Software Público é coordenado pela Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento. As soluções disponibilizadas no Portal do Software Público podem ser obtidas por qualquer interessado, mediante cadastramento.

Um dos novos softwares possibilita a transmissão de um streaming de áudio e vídeo pela intranet ou internet, reduzindo custos com reuniões presenciais. O sinal pode ser capturado por até duzentos outros pontos da rede por um único servidor.

O software Minuano foi desenvolvido pela Caixa Econômica Federal para auxiliar a comunicação gerencial da empresa junto às suas agências. Segundo a vice-presidente de Tecnologia da Informação da instituição, Clarice Coppetti, o Minuano é a única solução em software livre desenvolvida para transmissão de áudio e vídeo pela internet e intranet.

“O momento atual é de compartilhamento e o Portal do Software Público é fundamental para a consolidação desse processo colaborativo”, salientou Clarice. Ela destacou que o Minuano já é a segunda solução disponibilizada pela Caixa nesse ambiente, o que mostra o amadurecimento da equipe no desenvolvimento de soluções públicas.

O documento para a sua disponibilização foi assinado nesta quarta-feira pela vice-presidente de Tecnologia da Informação da Caixa Econômica Federal e pelo gerente de inovações tecnológicas da SLTI, Corinto Meffe, que representou o secretário Rogério Santanna. A assinatura ocorreu após a solenidade de abertura do 10° Fisl.

O outro software lançado na ocasião é o Apoena, desenvolvido pela Banco do Brasil para facilitar o acesso à informação nos telecentros apoiados pela instituição em todo o país.

A solução produz clippings de notícias e conforme o gerente de divisão do Banco do Brasil, Ulisses de Sousa Penna, funciona como uma agência de notícias pois coleta e processa dados de mais de 300 fontes informativas. O usuário pode definir e filtrar os assuntos de seu interesse bem como encaminhar as notícias por e-mail para outras pessoas cadastradas no sistema.

Fonte: Portal do Software Público Brasileiro

Leia Mais ►

Faça a Diferença!

"Ninguém comete erro maior do que não fazer nada porque só podia fazer pouco."

Pobreza

Entre 55 e 90 milhões de pessoas passarão à condição de pobreza extrema ainda neste ano de 2009, devido à recessão mundial resultante da crise financeira internacional.Mais de 1 Bilhão sofrerá de fome crônica no mundo todo.

Segundo pesquisas, 53,9 milhões de brasileiros são pobres; isso significa que quatro em cada dez brasileiros vivem em miséria absoluta. Entre as 130 Nações que medem a distribuição de renda, o Brasil é o penúltimo colocado; só ganha de Serra Leoa.equivale a 31,7% da população. 21,9 milhões dessa população são muito pobres, ou 12,9% dos brasileiros.

Violência

Segundo a UNESCO, de 60 países analisados, em apenas 06 o número de homicídios é superior ao número de mortes por acidentes de trânsito.Dentre esses está o Brasil e mais três países da América Latina. Em 49 desses países, o número de suicídios é superior ao número de homicídios; dentre as exceções está o Brasil e mais sete países da América Latina. A América Latina é a região onde mais ocorrem homicídios no planeta: 30 mortes para cada grupo de 100.000 pessoas ao ano, o triplo da média mundial.

Da população mundial, o Brasil responde por 11% de todos os homicídios do planeta. É o 2º país que mais mata utilizando armas de fogo, 3º em homicídios contra jovens e 4º colocado em homicídios no geral. O Brasil é o 3º mais violento da América Latina, perdendo somente para a Colômbia e Venezuela.

Aborto

Estima-se que são feitos 42 milhões de abortos a cada ano em todo o Planeta, e, desses, 20 milhões são ilegais ou executados clandestinamente. Segundo a OMS, abortos inseguros causam por volta de 65.000 a 70.000 mortes maternas a cada ano(1), 99% das quais ocorrendo nos países em desenvolvimento(2).

No Brasil a cada minuto, quase dois abortos clandestinos são realizados . O número é uma estimativa baseada nas internações pós-aborto pelo SUS e aponta que, desde 1999, cerca de 952 mil mulheres interromperam a gravidez por ano no país.

Desmatamento

Dados divulgados indicam que a Floresta Amazônica perdeu 754,3 quilômetros quadrados de florestas entre novembro de 2008 e janeiro de 2009. A área equivale a metade do município de São Paulo.

O país perdeu um campo de futebol a cada dez minutos na Amazônia, nos últimos 20 anos.

O Brasil é campeão mundial de desmatamento.  Em segundo lugar está a Indonésia: 18,7 km2 por ano e, em terceiro, segue o Sudão, com 5,9 km2.  As principais causas pelo desmatamento na Amazônia são a retirada de madeira, o cultivo de soja e gado.

Nós, do Planeta Voluntários, convidamos você a servir e a apoiar os outros com devoção e compaixão. Começando com a nossa própria transformação pessoal e, mediante serviço, por fazer a diferença, é a forma como nós acreditamos que vamos chegar a essa massa crítica de pessoas que, juntas, emerge como a nova humanidade.
Serviço altruísta surge espontaneamente a partir de apenas compreendendo que somos uma humanidade. Talvez você possa escolher as atividades que podem de alguma forma contribuir para o bem estar dos outros em sua comunidade. Isso poderia ser empenho pessoal voluntariado como ajudar uma pessoa idosa, um orfanato, um abrigo, um hospital, entre outros.

Os valores e os princípios do movimento emergente para uma nova humanidade, e da Aliança, que está a tentar servi-lo, se baseiam no apoio de políticas, as causas e as ações que favoreçam o respeito pela vida, dignidade humana, a liberdade, a sustentabilidade ecológica e a paz.

Faça todo o bem que puder

Por todos os meios que puder

De todas as maneiras que puder.

Em todos os lugares que puder

Todas as horas que puder

Para todas as pessoas que puder

Enquanto você puder.

Faça a Diferença.

 Por Marcio Demari

PLANETA VOLUNTÁRIOS
Porque ajudar faz bem !!!
http://www.planetavoluntarios.com.br

Leia Mais ►

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 5 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog