21 de fevereiro de 2009

Que tipo de mijador é você ?

Daquelas famosas "filosofias" de banheiros, achei legal esta que classifica os homens conforme seu jeito de urinar. Você pensa que não, mas cada um tem seu jeitinho. Seguem oito dos mais famosos. Veja se você se encaixa em alguns destes ?

CUIDADOSO - Aquele que abaixa o zíper até o final puxa a cueca com um dedo com o maior cuidado e retira a ferramenta segurando ela pelo caule e após mijar limpa a ponta com papel higiênico para não molhar a cueca, e quando vai guardar a ferramenta a coloca em posição entre suas pernas.

RELAXADO - Aquele que entra no banheiro coloca uma mão na parede e inclina seu quadril em direção a privada, abre toda a calça e abaixa ela até os joelhos, com um cigarro na boca sai mijando em toda a borda do vaso e no chão, depois balança a ferramenta que nem chocalho e guarda o bagulho de uma vez não dá descarga e não levanta o zíper.

NOJENTO - Aquele que lava a mão antes de mijar puxa três papéis de limpar a mão e enrola na ferramenta para poder mijar, depois limpa a ponta que nem o CUIDADOSO e depois desinfeta a mão com Álcool.

DESASTRADO - Aquele que entra no banheiro e tropeça no tapete da entrada depois faz questão de mijar do lado de outros caras e quando começa a operação mija pra todos os lados, no seu pé, na sua calça, nas calças dos outros e depois ainda pede desculpas e sai assobiando como se nada tivesse acontecido.

AVENTUREIRO - Aquele cara tradicional que quando vê na privada aqueles tira-cheiro faz questão de mijar neles, mija contra a corrente da água ou tenta fazer bolhinhas de ar na água sanitária e ao terminar faz a ferramenta dançar de um lado pro outro às vezes como chocalho e outras como vara de pescar.

MULTI-FUNÇÄO - Aquele cara que tira a ferramenta pra fora e inicia a operação e ao mesmo tempo peida, assobia e canta. Mija na mão e depois de terminar guarda a ferramenta sem balançar, não lava a mão e ainda coça o nariz.

CURIOSO - Aquele cara que enquanto esta mijando esta olhando os outros mijar para ver se mijam igual a ele. Se alguém mija diferente dele faz comentários do tipo: o meu é maior, meu mijo é mais direto, eu não mijo no sapato e você sim, minha mulher gosta de ver eu mijando, o seu é bem grandão, etc...

TÍMIDO - Aquele cara que sempre esta apertado para mijar, porque sempre que entra em banheiro público e tira a ferramenta pra fora não consegue mijar por timidez e só consegue mijar quando não tem ninguém olhando. Em certas circunstâncias acaba até mijando na calça. Sempre anda com calças escuras para quando mijarem na calça não aparecer tanto.

Leia Mais ►

Presidente eleito no dia de carnaval não assume

No dia 1º de março, primeiro dia de carnaval, foram realizadas as eleições de 1930. Apuradas as urnas, vence o candidato governista Júlio Prestes com mais de um milhão de votos, contra 737 mil para Getúlio Vargas. A Aliança Liberal estava derrotada. O slogan "O programa é mais do povo que do candidato" não conseguiu desbancar a máquina eleitoral montada pelo governo em 17 estados. A fraude dominou o pleito de parte a parte.

Com a derrota nas urnas, restava a Aliança Liberal apenas um caminho para chegar ao poder: a Revolução. Porém, não são todos que querem palmilhar as trilhas conspiratórias. Falsa ou verdadeira a frase atribuída a João Pessoa é um exemplo disso: "Nunca contarão comigo para um movimento armado. Prefiro 10 Júlio Prestes a uma revolução". Entretanto, líderes políticos de Minas Gerais, Antonio Carlos, do Rio Grande do Sul, Getúlio Vargas, os tenentes revolucionários da Coluna Prestes e outros chefes dos levantes de 1922 e 1924, como Juarez Távora, João Alberto, Siqueira Campos e Cordeiro de Farias já conspiravam contra o governo federal. O ideal dos tenentes era a moralização do aparelho de Estado e o fim da política dos governadores.

Luis Carlos Prestes, ex líder dos tenentes, foi convidado a assumir o comando das fileiras revolucionárias da Aliança Liberal, mas recusou-se a um compromisso com os aliancistas. Havia deixado para trás as vagas aspirações do tenentismo e suas preocupações sociais se cristalizavam no marxismo. O chefe da Coluna Prestes desconfiava de seus aliados liberais de 1920, pois estes congregavam velhos inimigos dos tenentes como os oligarcas Artur Bernardes e Epitácio Pessoa adeptos do velho sistema dos governadores. Mas enquanto Prestes se recusava a aderir à revolução outros setores militares aderiram ao movimento, entre eles, Góis Monteiro e Juarez Távora.

Em Minas Gerais, no Nordeste e no Sul, sucedem-se reuniões de militares descontentes coma velhice carcomida do regime, a maioria são simpatizantes da Aliança Liberal. Conspira-se em quartéis e assembléias. Apesar de eleito presidente, o paulista Júlio Prestes tem poucas chances de governar o país.

Fonte de Pesquisa: Nosso Século, Abril Cultural, 1980.

Leia Mais ►

20 de fevereiro de 2009

Tenha uma idéia inovadora e ganhe US$ 40 mil

Idéias inovadoras de empreendimentos locais com potencial para contribuir com o desenvolvimento sustentável têm uma oportunidade ímpar para obter apoio técnico e financeiro. Estão abertas até o dia 16 de março as inscrições para o Prêmio SEED 2009 de Empreendedorismo em Desenvolvimento Sustentável.

Os vencedores receberão suporte personalizado no valor de até 40 mil dólares para ajudar a estabelecer seu empreendimento e aumentar seu impacto. O prêmio inclui acesso a assistência técnica, apoio para articulação com novos parceiros e construção de redes, desenvolvimento de planos de negócios e identificação de fontes de financiamento.

Podem ser inscritos projetos e empresas de países em desenvolvimento ou em transição que:

  • Busquem novas maneiras de aumentar a renda e fortalecer meios de subsistência;
  • Ataquem a pobreza e a marginalização;
  • Visem à administração e à conservação de recursos naturais e ecossistemas;
  • Desenvolvam um novo conceito que coloca pessoas e organizações de diferentes origens para trabalhar em parceria, com sócios que partilham seu compromisso e seus recursos humanos, financeiros e naturais;
  • Estejam nos primeiros estágios de desenvolvimento e dispostos a aumentar seu impacto;
  • Tenham caráter local, com um forte compromisso com a comunidade; e se realizam em um país ou países com uma economia em desenvolvimento ou transição;
  • Demonstrem empreendedorismo e apresentem um comprovado conceito de potencial de mercado, com sustentabilidade financeira a longo prazo, e um rascunho de plano de negócios.

Os 20 vencedores serão anunciados na Comissão de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas em Nova Iorque, em maio de 2009. Eles terão seus perfis incluídos na Rede SEED e receberão serviços de suporte no valor de 5 mil dólares para ajudá-los a encontrar potenciais parceiros e financiadores.

A Iniciativa SEED é apoiada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e a União Internacional pela Conservação da Natureza (IUCN).

As inscrições podem ser feitas pelo site da organização, pelo e-mail seedawards@seedinit.org ou pelo telefone + 49 30 89 00 068 99.

Fonte: Mudanças Climáticas

Leia Mais ►

19 de fevereiro de 2009

Pesquisa conclui que o homem foi o maior culpado pelos deslizamentos no Vale do Itajaí

Pesquisa desenvolvida por Juares Aumond, professor da Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB) reforça as conclusões dos pesquisadores do setor de geoprocessamento da Epagri/Ciram: as alterações promovidas pelo homem na natureza foram um dos fatores determinantes dos deslizamentos ocorridos na região do Vale do Itajaí por ocasião das fortes chuvas verificadas em novembro último.


O trabalho do professor da FURB foi apresentado em 18 de fevereiro, no primeiro dia do Seminário Regional: Medidas Preventivas, Corretivas e de Recuperação Ambiental em Deslizamentos de Encostas e Assoreamentos. O evento, de dois dias, foi realizado em Itajaí pela Sociedade Brasileira de Recuperação de Áreas Degradadas (Sobrade) e Universidade Federal do Paraná.


Durante a sua palestra, proferida para uma platéia lotada, o professor Aumonde citou, mais de uma vez, a pesquisa desenvolvida pelos profissionais da Epagri/Ciram para reforçar suas conclusões. Destacou que os dois estudos apontaram um índice médio de 85% das áreas atingidas por deslizamentos alteradas pela ação humana. Enquanto a pesquisa da Epagri/Ciram limitou-se à região do Morro do Baú, a da FURB alcançou outras áreas do Vale do Itajaí.


O relatório elaborado pela Epagri/Ciram é resultado de levantamento fotográfico realizado pelos pesquisadores Luiz Fernando Vianna e Juliana Mio em 05 de dezembro, para apurar o impacto da enxurrada nas rodovias do Morro do Baú. O documento foi publicado no dia 27 de janeiro último no site da Epagri/Ciram. E você concorda ?

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Epagri/Ciram

Leia Mais ►

Conhecendo o Vale do Silício

Os estudantes vencedores do Concurso Estadual de Plano de Negócios para Universitários, promovido pelo SEBRAE/SC, conheceram neste mês, as iniciativas de empresas sediadas numa das regiões mais desenvolvidas e empreendedoras do mundo: o Vale do Silício, Califórnia (EUA). Os estudantes visitaram as empresas Intel, HP, Cisco, Google, Apple, Wikipédia e Lions Cell. O cronograma também envolveu a participação em palestras sobre empreendedorismo na Santa Clara University e na Stanford Graduate School of Business, além de encontro com empreendedores e investidores numa instituição denominada Svase – Silicon Valley Association of Startup.

O diretor técnico do Sebrae/SC, Anacleto Ortigara, explica que a viagem foi o prêmio para os campeões do concurso criado para incentivar o espírito empreendedor dos universitários, unindo a vivência acadêmica às práticas empresariais a partir da elaboração de Planos de Negócios. Mais de 800 estudantes de 100 faculdades e universidades catarinenses participaram da primeira edição do concurso realizado em 2008.

        A competição é uma porta para que alunos, matriculados em cursos de graduação em universidades catarinenses, possam mostrar seus talentos empreendedores. O gerente de Comunicação e Mercado do Sebrae/SC, Spyros Diamantaras, que acompanhou os estudantes durante a viagem, destacou que o objetivo do concurso é trazer a realidade do mercado de trabalho para os universitários inserindo-os em práticas cotidianas do universo empresarial. “A idéia é estimular a cultura empreendedora e o exercício do planejamento empresarial, para isso nada melhor que os incentivar a desenvolverem planos de negócios”, destaca.

Para facilitar a avaliação dos planos de negócios recebidos, o Sebrae/SC selecionou os planos em seis regiões, Vale do Itajaí, Sul, Norte, Grande Florianópolis, Meio Oeste/ Planalto Serrano e Oeste. Cada região possuía uma comissão avaliadora, composta por cinco membros, entre consultores da região e técnicos do Sebrae. Os alunos puderam inscrever os planos em quatro categorias: serviços, comércio, indústria e agronegócios. “Foram levados em consideração a consistência das informações fornecidas, a viabilidade econômica e financeira do plano de negócio e o conhecimento do mercado de acordo com a realidade local”, salienta o diretor superintendente do Sebrae/SC, Carlos Guilherme Zigelli.

Sobre a experiência de participar da competição, Fernando D’Ávila Barcellos, 22, vencedor na categoria Comércio destacou a chance de colocar em prática os conhecimentos adquiridos no curso de Administração. “Meu plano de negócios foi a montagem de uma empresa de sanduíches naturais. Se conseguir parceiros, pretendo levar o projeto adiante”, revelou.

Para Aquiles José Souza, 40, estudante do 6º semestre de Administração e campeão na categoria Indústria, a primeira colocação foi o reconhecimento pelos quatro meses investidos no planejamento e formatação do projeto. “Para colocar em prática meu plano de negócios, usei conhecimentos das disciplinas de gestão estratégica, contabilidade e direito tributário”, explicou.

A vencedora na categoria Serviço Tayse Espinoza, 21, disse que a experiência foi a consolidação de um sonho familiar. “Meu pai é micro empresário do ramo de comércio e eu sempre desejei seguir seus passos. Quando tomei conhecimento da competição vi uma oportunidade de colocar meu desejo em prática”, revela a estudante da 7ª fase de Administração Empresarial, que recebeu a média mais alta entre os finalistas.

Neste ano, o Sebrae/SC promoverá a segunda edição do prêmio e buscará novamente a parceria das Universidades do Estado.

Por: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

18 de fevereiro de 2009

Logo após a saída do marido, toca a campainha

Em determinado país o número de nascimentos estava caindo e o número de idosos crescia assustadoramente. Necessitando de mão de obra, o governo decretou uma lei que obrigava os casais a terem um certo número de filhos. Previa também uma tolerância de cinco anos após o casamento, no fim dos quais, deveria ter pelo menos um pimpolho. Aos casais que no fim do prazo não conseguissem ter um filho, o governo destacaria um agente público auxiliar para que a criança fosse gerada.


E assim, tivemos este diálogo entre um casal:


Mulher: Querido, completamos hoje 5 anos de casamento!
Marido: É...e infelizmente não tivemos nenhum filho
Mulher: Será que eles vão mandar o tal agente?
Marido: Não sei...talvez mandem.
Mulher: E se ele vier?
Marido: Bem, eu não posso fazer nada
Mulher: E eu, menos ainda
Marido: Bem, vou sair, pois já estou atrasado para o trabalho...


Logo após a saída do marido, toca a campainha. A mulher abre a porta e  encontra um homem bem apessoado à sua espera. Tratava-se de um fotógrafo que errara o endereço ao qual deveria atender. Coincidentemente, ele estava procurando uma casa que havia recebido a visita da cegonha, então desenrolou-se o seguinte diálogo:


Homem: Bom dia! Eu sou...
Mulher: Ah, já sei! Pode entrar.
Homem: Seu esposo está em casa?
Mulher: Não. ele foi trabalhar.
Homem: Presumo que esteja a par!
Mulher: Sim, ele está sabendo de tudo. Também concordo.
Homem: Ótimo, então vamos começar.
Mulher: Mas já? Tão rápido...
Homem: Preciso ser breve, pois tenho 16 casas para visitar.
Mulher: Minha nossa! O senhor agüenta?
Homem: Sim, pois eu gosto do meu trabalho. Além disso, ele me dá muito prazer!
Mulher: Então vamos começar. Como faremos?
Homem: Permita-me sugerir: uma no quarto, duas no tapete, duas no sofá, uma no corredor e uma no banheiro.
Mulher: Nossa Senhora! Não está exagerando?
Homem: Bem, não é garantido que na primeira tentativa acertaremos na mosca...
Mulher: O senhor já visitou alguma casa neste bairro?
Homem: Não, mas tenho comigo algumas amostras do meu trabalho (mostra foto de crianças). Não são lindas??
Mulher: Como são belos estes bebês! O senhor mesmo os fez?
Homem: Sim. Veja esta aqui, pôr exemplo, foi conseguida na porta do supermercado.
Mulher: Que horror! O senhor não acha muito público?
Homem: Sim, mas a mãe queria muita publicidade
Mulher: Eu não teria coragem de fazer isto!!!
Homem: Esta aqui foi em cima do ônibus.
Mulher: Cacilda!!!
Homem: Foi um dos serviços mais difíceis que já fiz;

Mulher: Eu imagino!
Homem: Esta foi feita no inverno em um parque de diversões.
Mulher: Credo! Como o senhor conseguiu?
Homem: Não foi fácil! Como se não bastasse a neve caindo, tinha uma multidão em volta. Quase não consegui acabar,
Mulher: Ainda bem que sou discreta, e não quero ninguém nos olhando.
Homem: Ótimo, eu também prefiro assim. Agora, se me dá licença, eu preciso armar o tripé.
Mulher: Tripé para que?
Homem: Bem madame, o aparelho, além de pesado, depois de armado mede um metro.
A mulher desmaiou.....

Leia Mais ►

Não gosta de carnaval ? Vá comer marisco!

Se você não curte carnaval esta festa é uma ótima opção. Nesta quinta-feira (19) começa a 14ª Festa Nacional do Marisco, em Penha, SC que prossegue até o dia 23 de fevereiro, a partir das 18h. Para a abertura oficial, a Prefeitura, através da Secretaria de Turismo, programou atrações especiais, começando pelo desfile do maior parque multitemático da América Latina, o Beto Carrero World, que partirá da frente da sede da prefeitura às 19h até o local da Festa - no terreno ao lado do Shopping de Verão. Depois, haverá o concurso da eleição da rainha e princesas da festa. São 29 candidatas já confirmadas da cidade de Penha que desfilarão e disputarão as vagas nos quesitos: beleza, simpatia e desenvoltura/comunicação.

SHOWS MUSICAIS
As bandas nacionais serão alguns dos destaques da festa. A banda pernambucana Bonde do Forró - famosa em todo o país por atrair multidões com seu estilo animado e descontraído - abrirá o evento com show que acontece dia 19 de fevereiro, a partir das 23h.


Já no dia 20 de fevereiro, é a vez do gaúcho Armandinho (cantor, compositor e músico) contagiar o público com seus sucessos nacionais como "Semente" e "Desenho de Deus".


Para os fãs da música sertaneja, imperdível será o show de Hugo Pena e Gabriel que se apresentam no pavilhão principal da festa no sábado, dia 21 de fevereiro.


Além dos shows nacionais, renomadas bandas regionais também apresentarão suas performances e estilos variados durante os 5 dias de festa. Entre elas estão: Incandescente, Torre de Babel, Giza Carla, Curinga, Carlinho Banda Show e a dupla Edu e Evandro - que está lançando seu novo CD.

ATRAÇÕES GASTRONÔMICAS, ARTÍSTICAS E CULTURAIS
Outra grande atração do evento será a feira gastronômica. Na ocasião, restaurantes da cidade em parceria com a associação dos maricultores apresentarão pratos diversificados à base de mariscos e de frutos do mar, destacando a culinária típica da região. A criação de mariscos é a segunda mais importante atividade econômica de Penha.


E as atividades não param por aí. Exposições e apresentações artísticas e culturais e parque de diversões serão mais algumas das opções para os visitantes.

Fonte: Prefeitura de Penha

Leia Mais ►

17 de fevereiro de 2009

Fórmula para se tornar milionário na mega sena

O ganhador da Mega-Sena, concurso 1048, sorteado em Ilhéus (BA), no sábado passado (14), compareceu nesta segunda-feira (16) a uma agência da Caixa Econômica Federal para receber o prêmio de R$ 3.901.088,76. Morador de Guarulhos ele é o 300º ganhador da loteria em quase 13 anos

Para conferir o resultado, o apostador sempre realiza um ritual: compra o jornal de domingo, confere as dezenas e, na segunda-feira, passa na lotérica para confirmar os números sorteados. Desta vez, ao abrir o jornal, ele repartiu a notícia de que estava milionário com toda a família. “Na mesma hora pulamos todos juntos de alegria”, afirma.

Para não fugir da rotina, antes de ir à agência ele passou na lotérica e conferiu a aposta. “Tive que ficar quieto e não pude demonstrar nenhum tipo de felicidade quando vi que o prêmio era realmente meu”, conta. Ele explica a “fórmula” utilizada para se tornar milionário: “Nas últimas semanas apostei sempre os mesmos números. Vale à pena confiar”. O sortudo, que vinha encontrando dificuldade para acertar suas contas, faz 15 apostas simples por semana.

Com o dinheiro aplicado na caderneta de poupança, que poderá render cerca de R$ 27 mil por mês, o apostador pretende ajudar a família e comprar um sítio. “Chegou a hora de descansar um pouquinho”, conclui.

Na quina, 70 apostadores vão receber R$ 16.913,47. Os 4990 ganhadores da quadra têm direito a R$ 237,26 cada. Confira as dezenas sorteadas no concurso 1048 da Mega-Sena: 03 - 16- 21 - 28 - 38 – 57.

Na próxima quarta-feira (18), a Mega-Sena pode pagar cerca de R$ 1,7 milhão para quem acertar as seis dezenas do concurso 1049. Na poupança, o prêmio pode render por mês cerca de R$ 12 mil.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Caixa Econômica Federal

Leia Mais ►

UNICEF e Mônica entregam 647 kits escolares em Santa Catarina

Superados os maiores desafios após as enchentes e deslizamentos provocados pelas fortes chuvas em diversos municípios de Santa Catarina desde o ano passado, crianças e adolescentes preparam-se para voltar às aulas nas próximas semanas. Para apoiá-los, o UNICEF entregou no último dia 5 de fevereiro, 647 kits escolares aos municípios de Gaspar e Luís Alves, dois dos mais afetados pelas chuvas. Os materiais foram arrecadados no final de 2008 pelo Parque da Mônica, em São Paulo, em uma campanha realizada com seus visitantes.

A ação fez parte das iniciativas desenvolvidas com a personagem Mônica, de Mauricio de Sousa, nomeada embaixadora do UNICEF em 2007, e das ações de apoio do UNICEF ao País em situações de emergência. “O objetivo desta ação simbólica é chamar a atenção para a importância da garantia do direito à educação às crianças e aos adolescentes. Em momentos de crise como o que eles viveram em Santa Catarina, é preciso assegurar que meninos e meninas estejam com suas famílias e nas escolas, o que exige um esforço conjunto de governos, sociedade civil e cada cidadão”, explica Silvio Kaloustian, coordenador de programas do escritório do UNICEF para os Estados de São Paulo, Minas Gerais e Sul do Brasil

Parte dos cadernos, lápis pretos e de cor, gizes de cera, apontadores e borrachas arrecadados pelo Parque da Mônica foram entregues a meninos e meninas que estão abrigados com suas famílias em uma das escolas do município de Gaspar, interior de Santa Catarina. Os demais serão distribuídos pela Secretaria de Educação de Gaspar e Luís Alves antes do início das aulas.

Por: Adriana Alvarenga
Assessora de Comunicação do UNICEF
Telefone: (11) 3728 5701
E-mail:
aalvarenga@unicef.org

Leia Mais ►

Saiba como evitar problemas com seus joelhos

Dores nos joelhos, barulhos ou estalos nas articulações, instabilidade (joelho parece frouxo), limitação dos movimentos articulares e dificuldade para se locomover após longo período sentado podem ser sintomas de alguma patologia no joelho. As doenças não escolhem idade para aparecer e os problemas podem ser percebidos em desde a infância até a terceira idade, de acordo com as características de cada fase da vida.

De acordo com o médico ortopedista e traumatologista, Joaquim Reichmann, na infância os problemas clinicamente mais freqüentes são as osteocondrites, que originam-se na excessiva tração por músculos encurtados (na infância os ossos crescem mais rápido que os músculos), comuns nos joelhos e calcâneos que também podem ocorrer dentro da articulação do joelho quando, por deficiência circulatória, ocorre soltura de fragmento ósseo com cartilagem. Além disso também podem ocorrer os mal alinhamentos patelares resultante de anormalidade no desenvolvimento, patela alta, patela baixa, desvios angulares, desvios rotacionais (rótulas estrábicas convergente ou divergente) e os encurtamentos musculares pela defasagem do crescimento dos músculos em relação aos ossos, que provocam dor do crescimento. Menos freqüentes são os meniscos discóides e as lesões meniscais.

Em adolescentes e adultos são comuns as lesões meniscais e ligamentares e os mal alinhamentos não corrigidos quando criança que podem levar à artrose (desgastes).

Na chamada “terceira idade”, os problemas ortopédicos mais recorrentes são as artroses, osteoporoses e o encurtamento dos músculos posteriores das coxas e pernas que provocam dor por falta de exercícios de fortalecimento e alongamento.

Os mal alinhamentos ocorrem devido à hábitos incorretos de sentar, componentes genéticos e desenvolvimento inadequado do sistema ósteo-muscular. Os meniscos discóides são em forma de disco ao invés de meia lua e podem romper mais facilmente causando lesões que devem ser corrigidas.

As lesões meniscais e ligamentares são causadas por traumatismo de rotação (entorse) associado ou não com alavanca, que se não resolvidos, podem ocasionar artroses, agravadas com a obesidade e excesso de carga nas articulações.

Reichmann explica que as atividades profissionais causam os maiores problemas nos joelhos são aquelas nas quais fica-se muito tempo sentado, ajoelhado e as ocupações que exijam se agachar e levantar muitas vezes por dia, carregando peso.

“O trabalhador que fica muito tempo em pé, como caixa de banco, balconista, vigia etc., pode prevenir problemas com joelho usando meias elásticas para evitar varizes, fazer movimentos com as pernas ficando na ponta dos pés e após nos calcanhares várias vezes a cada hora trabalhada, manter programa de exercícios de alongamentos de músculos anterior e posterior da coxa e das pernas” orienta.

Nos esportes, as atividades que maiores problemas causam ao joelho são o futebol de campo, futsal, futebol de areia, basquete, voleibol e outros.

Por: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

16 de fevereiro de 2009

Ah, essa sede de viver!

Existem várias formas de estar no mundo, de existir! Quando criança passamos pelas vivências sem nos darmos conta delas, mas absorvendo tudo, principalmente as palavras e sentimentos transmitidos pelas pessoas que nos são caras. O mundo dos objetos se apresenta à nossa percepção como uma eterna novidade e aí vamos nós querendo explorar e tocar tudo o que encontramos e descobrimos, a começar pelo seio materno que sacia a fome, a sede de amor e amparo. Tocamos o seio da mãe, mamamos e não sabemos que é ela. É como se nós e o mundo fosse uma coisa só, sem distinção a princípio. Chupamos os próprios dedos, descobrimos as mãos, aprendemos a caminhar e mil coisas, mas não temos a consciência de quem somos. Por isso talvez sempre me soe um tanto estranho a famosa frase que muitas vezes ouço de que a infância é uma das fases mais felizes da vida. Quem diz isso geralmente justifica por ser uma fase em que não existem maiores responsabilidades, e onde aparentemente há quase que só prazer, gratificações e na melhor das hipóteses, muito amor e proteção. Qual é a graça viver uma coisa “legal” (os adolescentes que estiverem lendo essa palavra vão me considerar jurássica) e não ter consciência de que isso é assim?

Pois bem, mas essa tomada de consciência de si mesmo não tarda a chegar, quando tudo transcorre como se espera no andar de um ser humano. Vem a adolescência e aí sim, com consciência, começamos a “re-conhecer” o mundo e a si mesmo. E a primeira impressão geralmente não é boa: queria ser mais gordo, ou mais magra, ter mais músculos, ou cabelos lisos, pernas mais compridas, etc. Nada estará como gostaria que fosse, possívelmente. Os pais então, nem se fala! Não estão com nada e pensam que sabem tudo. A verdade está na nova percepção do mundo, no adolescente. Como eles próprios dizem para alguém, digo agora que eles geralmente “se acham” e o resto, principalmente os adultos, está numa esfera superada.

É difícil, para não dizer praticamente impossível, fazer coincidir o mundo dos nossos desejos com as situações e objetos que encontramos. Sempre resta um gosto amargo de algo não finalizado. É claro que aí então inventamos coisas, dentro da parca consciência de nós mesmos, que pensamos que irão nos realizar: encontramos um amor, alguns permanecem juntos, outros não, exercemos uma profissão, geramos filhos, educamos-os, eles vão para o mundo e nós......cadê? O que buscamos ainda? De que precisamos? O que nos torna ou nos tornará mais felizes? Essas questões vem com mais veemência na maturidade e quem sabe mais intensamente ainda na meia-idade, momento em que ainda é possível rever e resgatar muitas coisas, pois a SEDE (substantivo de lugar) de viver, ou seja, o corpo e a subjetividade que habitamos, na melhor das hipóteses pode ter ainda muita sede (enquanto sensação), desejo de “viver” e não simplesmente existir comandado pelos ditames de Chronos, o Deus Tempo que carcome os nossos corpos, o que não me parece que seja o pior dos destinos apesar do culto à beleza e juventude que vivemos.

Triste para mim, para além de um corpo marcado pelo tempo é o envelhecimento do espírito, a mediocridade da alma, a desesperança, a sensação de que não há mais nada a fazer, de deixar-se vencer pelo cansaço das frustrações, de não se permitir desfrutar das pessoas que nos são caras, de se privar de curtir novos amores que se apresentam ou novos amigos. Mais triste ainda, para mim, é ter a sensação de que já se viveu o que deveria ter vivido! Como se pode dizer isso se, de acordo com a forma com que olhamos e nos postamos diante do mundo e de nós mesmos, somos capazes de descobrir e re-conhecer com mais intensidade e beleza inúmeras situações que vimos mil vezes mas que talvez, por falta de maturidade, não conseguimos perceber a beleza ímpar que lhe concerne? Será que é em qualquer idade que conseguimos desfrutar e perceber a importância dos amigos, a beleza da música, do som conduzindo os nossos corpos, da alegria do encontro de palavras, da curtição de boas companhias, da beleza da história de um livro, das sutilezas de uma frase ou de uma boa comida? O que dizer da possibilidade de desfrutar de um bom vinho, de uma água quentinha, do pé na relva, de uma noite estrelada, um dia de sol, a brisa, o aroma da terra molhada, o amanhecer, a presença dos filhos, dos sonhos possíveis e por que não também dos impossíveis mas que servem para florir a dureza de momentos mais duros?

Quantas dimensões somos capazes de captar? Captamos o que a abertura ou não do nosso espírito nos permite viver e isso talvez seja uma questão de conquistar um estágio de merecimento que nem todos conseguem alcançar. Por mais que soframos, nos acostumamos muito mais com o sofrimento, a angústia e a frustração do que com a possibilidade do novo, do sucesso, do encontro. Quantas “vidas” somos ainda capazes de viver? Quais formas de estar no mundo nos são possíveis de inventar? Talvez a forma como cuidamos da nossa “sede” de viver nos agracia com a dádiva da sede de viver, que subverte a lógica do tempo que teima em desgastar os nossos dias e nossos corpos.

Texto de: Návia T. Pattussi /Psicanalista

naviat@terra.com.br

www.movimentopsicanalitico.com.br

Enviado por: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

O computador do Doutor e o Analista de Sistemas

Esta é mais uma daquelas piadas que a gente recebe por email. Achei muito boa e acho que vocês vão gostar também.

João da Silva está com muita dor no braço direito e resolve ir ao médico.
Chegando lá o Doutor diz:
- Tenho um novo e avançadíssimo computador aqui, basta você urinar neste potinho que eu coloco no computador e ele nos dirá o que você tem.
- Ah , não acredito nisto, doutor, sou um Analista de Sistemas e nunca ouvi tamanha asneira!! Mas vamos lá.
João urina no potinho e o entrega ao doutor. O médico coloca-o no computador, aperta um botão aqui outro ali e a máquina começa a processar.
Passados uns 30 segundos, sai um papel impresso de dentro da máquina, e então o doutor lê em voz alta:
João da Silva, 34 anos, Branco, Analista de Sistemas, Artrite no braço direito.
João exclama:
- O que??? Como essa máquina fez isso??!!! Eu não acredito!!! Doutor, eu quero fazer o exame novamente... Posso levar o pote para casa e fazer xixi nele de manhã em jejum? De manhã mesmo trago para o senhor fazer o exame novamente.
O doutor concorda e João vai então para casa. No dia seguinte, em jejum, faz xixi no pote e o leva ao medico, que o coloca no computador para processar... Sai novamente um papel impresso de dentro da máquina com o seguinte:
João da Silva, 34 anos, Branco, Analista de Sistemas, Artrite no braço direito
- Doutor, realmente eu não acredito nisto aqui, tem alguma coisa!! Vou fazer novamente este exame, me dá outro pote!!!
Vai para casa com outro pote, e faz xixi dentro dele, pede a mulher e a filha para fazerem também, coloca um pouco de óleo do carro dele dentro do pote e ainda por cima se masturba e coloca o resultado no pote, mistura tudo e leva ao médico.
João pensa: "eheheh agora quero ver esse computador adivinhar, ehehehe".
O doutor coloca novamente na máquina, e novamente sai um papel:
João da Silva, 34 anos, Branco, Analista de Sistemas, Corno, Filha grávida de três meses
o seu carro precisa fazer o motor, e da próxima vez que for se masturbar faça com a mão esquerda, pois O
BRAÇO DIREITO ESTA COM ARTRITE, PORRA !!!

 

Leia Mais ►

Gosta de jogar poker ? O 1º torneio legalizado de poker no Brasil já tem data marcada

A cidade de Gramado sediará o primeiro torneio legalizado de poker no Brasil. Reunião realizada em São Paulo, com presenças de investidores e parceiros comerciais, definiu na última segunda-feira, 9, a realização do evento.

Pela primeira vez na história do Poker, nos períodos de 17 a 21 de abril e 08 a 12 de outubro acontecerá o maior torneio já visto no Brasil e no Mundo de Poker Texas Hold’em. O torneio não possui premiações garantidas, bancar jogo no Brasil é crime, não possui recompra de fichas ou mesmo re-entradas, além de não permitir bebidas alcoólicas em toda duração do evento.

O Torneio acontecerá numa área de 12.000m², num dos mais bem equipados Centro de Eventos, Serra Park, que está localizado em Gramado - Rio Grande do Sul, uma das cidades mais procuradas para o turismo no Brasil pelo seu charme e hospitalidade. O evento movimentará Gramado nos meses de baixa temporada, trazendo uma renda não esperada neste período para restaurantes, hotéis e comércio da cidade. Serão 2.502 apartamentos e 2.502 carros locados, além de gerar também, 600 vagas diretas para trabalho temporário.

Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura Municipal de Gramado

Leia Mais ►

15 de fevereiro de 2009

Você é contra ou a favor da redução da maioridade penal?

A discussão sobre a redução da maioridade penal ganhou força no Senado em 2007, quando o menino João Hélio Fernandes, de 6 anos, morreu no Rio de Janeiro após ser arrastado por sete quilômetros durante assalto que teve a participação de um adolescente de 16 anos.

O tema deve voltar ao centro dos debates do Senado neste ano de 2009. Isso porque está pronto para votação em Plenário o substitutivo do senador Demóstenes Torres (DEM-GO) à Proposta de Emenda à Constituição 20/99, que englobou os textos de outras cinco PECs que tramitavam no Senado e tratavam do mesmo assunto.

De acordo com o substitutivo, menores de 18 e maiores de 16 anos só poderão ser penalmente imputáveis ou responsáveis se, à época em que cometeram a ação criminosa, apresentavam "plena capacidade" de entender o caráter ilícito do ato. Para isso, o juiz pedirá um laudo técnico de especialistas. Se condenados, esses jovens cumprirão pena em local distinto dos presos maiores de 18 anos.

As opiniões se dividem. Tem quem acha que os menores conhecem a lei e cometem crime pois sabem que não vão sofrer punição. Enquanto outros acham que a culpa é do estado que não cumpre com suas obrigações dando a estes jovens acesso aos direitos constitucionais básicos, como saúde, alimentação, educação e lazer.  E você é contra ou a favor da redução da maioridade penal ?

Fonte: Agência Senado

Leia Mais ►

Dinheiro público vai pagar farra de R$ 1 milhão

O Estado de Santa Catarina terá que pagar multa superior a R$ 1 milhão por descumprir reiteradamente, de 1999 a 2006, determinação judicial de proibir a realização da Farra do Boi em território catarinense. A decisão foi tomada pelo juiz Luiz Felipe Siegert Schuch, titular da Vara de Rogatórios, Precatórios, Precatórias e Concordata da Comarca da Capital. Ele julgou improcedentes os embargos à execução opostos pelo Estado contra a Associação dos Amigos de Petrópolis, Sociedade Zoológica Educativa e Associação Protetora dos Animais.


As três organizações não governamentais ajuizaram ação civil pública contra a prática da Farra do Boi em Santa Catarina. O processo, iniciado na justiça estadual, chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que, em decisão histórica em 1999, condenou o Estado a “proibir a denominada festa da Farra do Boi e ou manifestações assemelhadas por atos e medidas formais e práticas, como obrigações de fazer”. O STF definiu ainda prazo de um ano para adequação às medidas, assim como estabeleceu multa pecuniária de R$ 500 ao dia por seu descumprimento.

O magistrado cita, por exemplo, folders com campanhas levadas a cabo pela Polícia Militar com orientações para a realização da farra, desde que seguidos de cuidados específicos, mesmo após a decisão do STF. A desobediência ao julgado, pelo prazo legal, abrange o período de 28 de dezembro de 2000 a 14 de março de 2006, alcançando, portanto, 1.091 dias até o ajuizamento da ação de execução. Com isso, o valor global da multa alcança R$ 950 mil, com a necessidade ainda de ser atualizado monetariamente e acrescido de juros legais – devendo ultrapassar R$ 1 milhão. Este valor deverá ser depositado em favor do "Fundo Estadual para Reconstituição de Bens Lesados".

O que é a farra do boi

Um dos rituais mais violentos de crueldade contra os animais é a Farra do Boi, na qual o boi não se diverte nem um pouco. Esse evento envolve o tormento e a morte de dúzias de animais em 23 comunidades costeiras do estado de Santa Catarina, inclusive na capital, Florianópolis. A Farra do Boi ocorre notadamente na Semana Santa, mas algumas comunidades realizam farras para festejar casamentos, aniversários e outras datas especiais. Políticos freqüentemente doam os bois, como um instrumento de marketing eleitoral dos mais baixos. A Farra começa quando o boi é conduzido do seu estábulo e despenca de um caminhão no meio da rua, sendo perseguido pelos habitantes dos vilarejos armados de porretes, pedras, facas e lanças. Os atacantes perseguem o boi e ele tenta fugir, até para o mar. Às vezes acaba afogando-se. Seu rabo pode ser arrancado.

Antes do evento o boi é confinado sem alimento disponível por vários dias. Para aumentar o desespero do animal, comida e água são colocados num local onde o boi possa ver, mas não possa alcançar. A Farra começa quando o boi é solto e perseguido pelos "farristas", que carregam pedaços de pau, facas,lanças de bambú, cordas, chicotes e pedras - homens, mulheres e crianças - e perseguem o boi que, no desespero de fugir, corre em direção ao mar e acaba se afogando.

Fonte: TJSC

Leia Mais ►

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 2 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há uma semana
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog