5 de setembro de 2009

A gravidez do travesti

Um jovem de 19 anos descobriu que a namorada, que supostamente estaria grávida de cinco meses, era na realidade um travesti.

 
Tudo ocorreu em um município de Santa Catarina e foi constatado, por acaso, após uma investigação realizada pela polícia, causando entre outras coisas a internação hospitalar do namorado em estado de choque.


O caso começou a ser desvendado depois que a suposta grávida - acompanhada da mãe do namorado - foi até uma delegacia de Joinville e registrou queixa contra uma agressão sofrida do padrasto. Nora e sogra apareceram na delegacia, mas o nome fornecido da garota, por ela própria, não constava nos registros centralizados de pessoas no Instituto de Identificação catarinense.


A jovem tinha barriga de grávida, aparentava enjoos e, assim, inicialmente não passou pela cabeça dos policiais que a garota fosse biologicamente um homem. Os policiais começaram a ir a fundo no caso por desconfiar que a jovem, que dizia chamar-se de ´Bruna´, pudesse ser fugitiva da Justiça.


Pelo uso de material datiloscópico, um inspetor constatou que a grávida era, na verdade, Reinaldo. Desmascarado, o  travesti chegou a fornecer detalhes de como conseguiu se passar por mulher por seis meses para o companheiro: "só mantinham relações sexuais com as luzes apagadas e o rapaz era proibido de tocar o depoente" - registra o termo de declarações.


Após a descoberta, os dois se separaram. O rapaz, que chegou a ficar internado depois do susto, passa bem, mas evitou comentar o caso com a imprensa. A jovem ´Bruna´ deixou a cidade.


"Como Reinaldo - que se fazia passar por ´Bruna´ - não usou documento falso, não abrimos nenhum tipo de procedimento de falsidade ideológica na delegacia, mas submetemos a Vossa Excelência a decisão de prosseguir no inquérito por uso desnecessário da estrutura policial, com custos afinal desnecessários suportados pelo Estado" - escreveu o delegado no relatório.


Esclareceu também que a agressão que Reinaldo (ou ´Bruna´?) sofrera do padrasto não teria passado de uns tapas.
O juiz da pequena comarca foi econômico nas palavras usadas na decisão:
"eventual dano moral a que o ´sofrido´ rapaz possa ter sido submetido por obra da fantasia criada por Reinaldo (ou ´Bruna´?) deverá ser entre eles resolvido, se for o caso, na órbita do Direito Civil".

E concluiu:
"arquive-se, pois"!

E assim foi feito.

Fonte: Espaço Vital

Leia Mais ►

Nova lei para cooperativas educacionais

Um avanço e um estímulo ao ramo das cooperativas educacionais.

Essa é a avaliação do presidente da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc), Marcos Antônio Zordan, ao projeto de lei complementar 34/2009, da Agenda Legislativa do Cooperativismo, que trata sobre as cooperativas educacionais, sancionado nesta semana pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, transformando-se na Lei nº. 12.020 de 2009.

A lei inclui a denominação “cooperativas educacionais”, em substituição a “cooperativas de alunos, professores e pais”, como entidades comunitárias inseridas na categoria de instituição privada de ensino e acrescenta no texto a expressão "sem fins lucrativos” , adequando a lei aos princípios cooperativistas.

O projeto, de autoria de deputado e membro da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), foi considerado um avanço porque as cooperativas desse tipo eram enquadradas ora como escolas particulares, ora como comunitárias o que dificultava as decisões judiciais. Outra vantagem é que as mudanças determinadas pelo PLC permitirão ainda a inclusão de diversos atores no processo educacional da cooperativa, como psicólogos e pedagogos.

A Ocesc considerou a aprovação do PLC 034 uma grande vitória, uma vez que as cooperativas, constituídas pelo esforço coletivo e administradas de forma exemplar, muitas delas de forma voluntária, substituem com competência comprovada o papel do público de dar educação de qualidade aos nossos jovens. Nada mais justo que gozem dos mesmos direitos de outras instituições de ensino.

Em Santa Catarina funcionam 12 cooperativas educacionais com 7.121 associados.


Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

4 de setembro de 2009

Você sabe o que é priapismo?

São vários os fatores que estão relacionados como possíveis causadores de priapismo.

Priapismo é uma ereção persistente (mais de 4 horas), freqüentemente dolorosa, não acompanhada de desejo sexual. O nome priapismo vem da mitologia grega na qual Príapo, filho de Afrodite, era conhecido pelo seu falo longo e ereto. É uma emergência urológica!


Como se desenvolve? O priapismo pode ocorrer em qualquer idade. Na adolescência está muitas vezes associado com doenças do sangue como a leucemia e anemia falciforme. Nas demais idades, geralmente é idiopática (sem causa específica). Nos idosos pode estar associada a neoplasias.


Vários fatores estão relacionados como possíveis causadores de priapismo: abuso de álcool ou drogas, traumas genitais, doenças inflamatórias. A causa idiopática (desconhecida) é a mais freqüente.

A utilização de drogas injetadas diretamente no pênis (no corpo cavernoso) a fim de provocar ereções tem aumentado a freqüência de priapismos. Dentre essas drogas, a que causa mais priapismo é a papaverina.

O que se sente? O paciente queixa-se de uma ereção que não regride e é acompanhada geralmente de dor.
Como o médico faz o diagnóstico? O diagnóstico é simples baseado na história do paciente. Ao exame físico, nota-se uma ereção do pênis sem a participação da glande ("cabeça" do pênis) e dos corpos esponjosos (tecido que envolve a uretra). Logo, se trata de uma ereção dos corpos cavernosos exclusivamente.


Como se trata? Através da análise do sangue coletado do pênis diretamente (gasometria dos corpos cavernosos) tem-se uma diretriz para o tratamento, que pode se constituir em :

- aspiração do corpo cavernoso (drenagem)
- aspiração do corpo cavernoso com injeção de drogas vasoativas (vasoconstritores)
- aspiração e lavagem do corpo cavernoso
- tratamento cirúrgico (a fim de criar comunicações entre o corpo cavernoso e corpo esponjoso).

Nos casos em que não há resolução do priapismo ou que este permaneceu várias horas sem tratamento, ocorre a fibrose dos corpos cavernosos com comprometimento futuro das ereções. A única solução é a prótese peniana.

Como se previne? Como na maioria das situações o priapismo é idiopático, fica difícil a prevenção. Os pacientes que usam drogas intracavernosas para promover a ereção devem ser alertados para o risco de priapismo.

Se a ereção perdurar por mais de 2-3 horas após a aplicação da droga, um serviço de emergência ou um urologista deve ser procurado. Nos casos em que o priapismo é ocasionado por drogas via oral, estas deverão ser evitadas.


Para pacientes com doenças sanguíneas, a hidratação, oxigenação, alcalinização, transfusões e outras alternativas mais específicas são necessárias.


Fonte: Medcentersul e Site Médico

Leia Mais ►

Empresas são obrigadas a testar sinal antes de vender serviço 3G

As empresas que não cumprirem a intimação, serão multadas diariamente em R$ 2.000, por cada evento.

As quatro empresas de telefonia móvel que operam os serviços de internet 3G (banda larga) vão ter de testar os computadores dos usuários e verificar o sinal nos locais onde serão utilizados, antes de vender os serviços. A decisão de antecipação de tutela concedida pela juíza Fernanda Galliza do Amaral, da 4ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, atendeu pedido da Comissão de Defesa do Consumidor a Assembleia Legislativa (Alerj).

De acordo com o advogado Paulo Girão Barroso, que atua na CDC, desde o final de 2007 aumentou sensivelmente o número de reclamações de consumidores que contratavam um serviço que não recebiam.


“Eles tinham de comprar um ´modem´ e pagar a mensalidade, mas, por problemas como incompatibilidade com o computador do usuário ou falta de sinal, o serviço não era acessado pelos consumidores ou a conexão se dava numa velocidade muito inferior à contratada. E quando pediam para cancelar o serviço, os consumidores tinham de pagar multa recisória. Ou seja, tinham um múltiplo prejuízo”, explicou Girão.


O advogado avalia que, mesmo que as empresas entrem com recurso no tribunal, a decisão da juíza deverá ser mantida. Os efeitos da decisão se aplicam apenas no Estado do Rio de Janeiro, mas podem balizar ações semelhantes em outros Estados.

Fonte: Espaço Vital

Leia Mais ►

3 de setembro de 2009

Imóvel deve estar em bom estado na hora de fechar o negócio

Manter um imóvel em bom estado de conservação nem sempre é uma tarefa fácil, especialmente quando é utilizado por mais de uma família, como no caso dos condomínios.

Uma saída pode ser as inspeções periódicas das entradas, passeios e piscinas e, até das instalações mais complexas, como as casas de máquinas e sistemas de climatização.

De acordo com o presidente do Sindicato do Mercado Imobiliário do Oeste (Secovi/Oeste), Paulo Jorge Lise, para que a preservação seja efetiva, o administrador acaba tendo que assumir um papel diferenciado, não apenas o de oferecer condições que promovam a qualidade de vida dos moradores, mas que também atendam as necessidades dos investidores, através da preservação do imóvel. “Nos locais em que o síndico assume uma postura preventiva é possível chegar a um retorno superior a 30% sobre o investimento inicial” destaca o presidente.

        Lise cita o exemplo de casos ocorridos nos Estados Unidos, onde estão registrados inúmeros processos judiciais movidos por proprietários de imóveis, responsabilizando seus administradores pelas perdas sofridas à curto, médio e longo prazo. “O administrador precisa ver o imóvel como uma possibilidade de investimento e, no mínimo, manter o valor original protegido” acrescenta.

        Para que o patrimônio seja preservado, o aspecto financeiro deve ser observado com cuidado. Além dos valores dispensados para o custeio da manutenção periódica dos condomínios é recomendável que haja uma reserva destinada à prevenção, independente dos fundos emergenciais adotados comumente pelas administrações de condomínios.

Conforme o apontamento de especialistas do setor, Lise reforça que, no Brasil, ainda predomina uma resistência quanto aos valores pagos pelos serviços de condomínio. “O administrador precisa promover uma mudança cultural e deixar claro para o condômino o que são despesas ordinárias e o que são despesas que agregam valor ao imóvel”, alerta o presidente Paulo Jorge Lise.

        Uma forma de esclarecer essa situação aos condôminos é a entrega do manual do proprietário aos novos moradores, conforme prevê o Código de Defesa do Consumidor.

Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

Brasil é um dos grandes exportadores de água

Quando numa churrascada o assador baixa um quilo de costela, o consumidor degusta a carne e absorve também os 13 mil litros de água que foram necessários para produzi-la.

Trata-se da “água virtual”, conceito introduzido em 1990 pelo cientista inglês John Anthony Allan. O conceito considera o volume de água utilizado, evaporado ou poluído nos processos de produção, tanto na indústria quanto na agricultura. Assim, a manufatura de um par de sapatos de couro consome 8 mil litros de água, e a oferta de um hambúrger 2,4 mil litros.

Estudo do World Wide Fund for Nature (WWF) mostra que o Brasil é um dos grandes exportadores de água virtual e a Alemanha um dos grandes importadores de produtos brasileiros, de modo especial de café, soja e carne.

Cada alemão consome 124 litros de água por dia, em média, pelo uso direto, ao abrir a torneira. Mas consome uma média de 5.288 litros diários no consumo direto e indireto – água usada no cultivo de alimentos e nos processos industriais.

Esse montante representa um consumo anual de 159,5 bilhões de metros cúbicos de água, o equivalente a três vezes o volume do Lago de Constança.

Metade dessa água consumida na Alemanha é importada, ou seja, vem embutida nos produtos agrícolas e mercadorias manufaturadas no exterior. Só o Brasil exporta 5,7 bilhões de metros cúbicos de água em produtos consumidos na Alemanha.

O consumo anual de café e cacau na Alemanha, por exemplo, necessita de 20 quilômetros cúbicos de água virtual. O setor agrícola é o que mais consome água virtual na Alemanha – 117,6 quilômetros cúbicos, equivalentes a 73% do total, seguido do consumo industrial, com 36,4 bilhões de metros cúbicos por ano, e do uso doméstico, com 55, bilhões de metros cúbicos.

Além do Brasil, são grandes exportadores de água os Estados Unidos, Canadá, Argentina, Índia, Tailândia e Vietnã. São grandes consumidores de água virtual China, Japão, Coréia do Sul, Alemanha, Itália e Espanha.

Fonte: ALC

Leia Mais ►

2 de setembro de 2009

Demitida por mandar e-mails com letras maiúsculas

A contadora Vicki Walker perdeu o emprego por mandar e-mails usando apenas letras maiúsculas.

Na etiqueta da Internet, ESCREVER DESTA FORMA equivale a gritar. Após ser demitida, Vicki conseguiu na Justiça o direito a uma indenização de 17 mil dólares neozelandeses, o equivalente a cerca de R$ 22 mil. As informações são do jornal The New Zealand Herald .


"Sou uma mulher solteira que vive em uma casa financiada. Tive que pedir mais dinheiro no banco e para minha irmã e quase arruinaram minha vida" - disse a contadora. A Justiça da Nova Zelândia decidiu que os e-mails enviados por Vicki a seus colegas de trabalho não são motivo para a  demissão por justa causa - como alegava o empregador.


A empresa declarou que decidiu demitir a contadora "porque seus e-mails - repletos de palavras em letras maiúsculas, em negrito e com letras vermelhas - prejudicavam a harmonia no ambiente de trabalho".

Fonte: Espaço Vital

Leia Mais ►

1 de setembro de 2009

Blumenau comemora 159 anos

Nesta quarta-feira dia 02 de setembro a cidade de Blumenau comemora 159 anos de fundação.

Em 2 de setembro de 1850 desembarcaram no Rio Itajaí-Açu os primeiros imigrantes, que colonizaram Blumenau. Eram 17 alemães, liderados pelo médico-farmacêutico Hermann Bruno Otto Blumenau. A idéia era formar uma colônia agrícola, mas a vocação industrial prevaleceu. E Blumenau tornou-se o maior pólo têxtil do Brasil.

Nestes 159 anos a cidade cresceu e prosperou. Hoje tem aproximadamente 300.000 habitantes e é considerada uma das cidades brasileiras com um dos melhores níveis de vida. A cidade expandiu-se, modernizou-se, mas não abandonou seus traços coloniais. blu300

Nos idos de 1950 já era uma referência de qualidade de vida do sul do Brasil. Por tornar-se um importante centro industrial, Blumenau passou a receber visitantes de todo o Brasil e do exterior. A princípio, a maioria freqüentava a cidade para fazer negócios. Ou comprar os seus produtos, famosos pela qualidade.

Blumenau é conhecida em todo o Brasil como uma das cidades com maior influência germânica em sua cultura e história. A cidade guarda fortes características européias, encantando visitantes do Brasil e exterior por sua arquitetura, gastronomia, natureza, indústrias, chope gelado e festas. Localizada estrategicamente próxima as importantes cidades do Mercosul e da estrutura portuária do Estado, é referência na educação, infra-estrutura e mão de obra qualificada.


Com 159 anos, Blumenau destaca-se pela economia pujante, na preservação do meio ambiente e na força produtiva e empreendedora da cidade. O que não falta em Blumenau são sotaques diferentes, influência das várias etnias que ajudam a tornar a cultura da cidade rica na diversidade. Os trajes típicos e danças ainda fazem parte das manifestações culturais nos clubes de Caça e Tiro e festas típicas.Blumenau é o típico exemplo de município que conseguiu unir suas origens ao que o Brasil tem de melhor: o jeito de ser brasileiro.

Na década de 1980, depois de duas grandes cheias, a iniciativa privada e o poder público uniram-se para reproduzir em Blumenau uma festa que já existia a cerca de 200 anos em Munique, na Alemanha: a Oktoberfest . A idéia deu certo e já nos primeiros anos a festa ganhou projeção internacional, tornando-se a segunda maior festa de tradição alemã do mundo. A festa foi idealizada como um produto turístico.


A cidade é um excelente centro de compras, oferecendo produtos como cristais e artigos têxteis, reconhecidos nacionalmente e internacionalmente. Conhecida como cidade organizadora de grandes eventos e festas populares, com infra-estrutura profissional é sede do maior Centro de Eventos de Santa Catarina, o Parque Vila Germânica. Blumenau é, sem dúvida alguma, em cada atração que organiza, uma festa para os olhos.

Parabéns Blumenau!

Fonte de pesquisa: Secretaria Municipal de Turismo.

Foto: Mário Barbeta

Leia Mais ►

A maldição Collor: Advogado é assassinado

O advogado José Guilherme Villela, 73 anos, foi encontrado morto na noite de ontem (31), em seu apartamento no Bloco C da 113 Sul, em Brasília.

Também foram encontrados os corpos de Maria Carvalho Mendes Villela, esposa do advogado, e da governanta Francisca Nascimento da Silva, que trabalhava havia 32 anos para o casal. Os corpos estavam cobertos de sangue e com marcas de facadas.


Como a informação à polícia sobre o tríplice assassinato aconteceu somente por volta das 21h30 de ontem, agentes policiais passaram a noite colhendo material para a perícia - não havendo ainda nenhuma conclusão. Os corpos foram removidos para o IML de Brasília, onde estavam sendo necropsiados quando do fechamento (9 h.) desta edição do Espaço Vital. Os horários e locais dos sepultamentos ainda não foram anunciados.


Villela tinha sido o defensor do então presidente Fernando Collor, quando este sofreu o processo de impeachment. O advogado foi incumbido de fazer a leitura da carta de renúncia de Collor durante a sessão do Senado que julgou o pedido de perda de mandato, em 29 de dezembro de 1992. Outro cliente notório de Villela era o ex-governador Paulo Maluf.


Segundo a polícia, José Guilherme e Maria foram golpeados na barriga e Francisca, nas costas. Os corpos do advogado e da empregada estavam perto da cozinha e o de Maria junto ao closet do quarto de casal - único cômodo que apresentava sinais de ter sido remexido.


A polícia encontrou, na cozinha, uma faca de 15cm que pode ter sido usada no crime. Policiais acreditam que o(s) ciminoso(s) tenha(m) fugido pela saída de serviço, cuja porta estava suja de sangue.
Uma irmã da governanta informou que conversou com Francisca por telefone por volta das 16h de sexta-feira. A polícia acredita que o crime tenha ocorrido entre 17h e 19h do mesmo dia, pois no apartamento foi encontrada a mesa pronta para o jantar.


Como os três não eram vistos desde sexta, uma neta do casal se dirigiu ao apartamento e chamou um chaveiro para abrir a porta. Ao se deparar com os corpos, acionou a polícia. Não havia marcas de arrombamento no local e os vizinhos disseram que não ouviram barulhos provenientes do apartamento de Villela. O edifício possui câmeras de segurança no térreo e na garagem.


A delegada da 1ª Delegacia de Polícia, Martha Vargas, afirmou que alguns pertences de baixo valor sumiram do closet, o único local do apartamento que não estava intacto. Ela acredita que os corpos deveriam estar no local desde sexta-feira e que os bens podem ter sido levados para confundir os investigadores.

Nascido em Manhuaçu (MG), Villela tinha 73 anos e era formado em Direito pela Universidade de Minas Gerais. Tinha sido também, ministro do Tribunal Superior Eleitoral, entre 1980 e 1986, ocupando vaga destinada à Advocacia...
Villela era titular de um conceituado escritório de advogados em Brasília e atuava em tribunais superiores. Ele e a esposa Maria deixam dois filhos: Augusto (advogado) e Adriana.

A morte de Villela é mais uma das tragédias que marcaram as pessoas que estiveram próximas ao ex-presidente Fernando Collor no período de seu impeachment. Entre os casos de família, está o do irmão de Collor, Pedro, que morreu em dezembro de 1994, com câncer no cérebro.


A mãe do ex-presidente entrou em coma em setembro de 1992, logo após o escândalo envolvendo o filho, e morreu em fevereiro de 1995, com paralisia em vários órgãos.


No círculo de amizades próxima a Collor, a mulher de Paulo César Farias, Elma, morreu em julho de 1994 em Brasília, vítima de edema pulmonar agudo e insuficiência cardíaca. O caso deixou dúvidas no ar, já que Elma gozava de perfeita saúde e seu corpo foi cremado no dia seguinte à sua morte.


Em 1996, o homem de confiança de Collor nas coletas de campanha, PC Farias, morreu em junho, com um tiro no peito, junto com a namorada, Suzana Marcolino. Em 1999, Rinaldo da Silva Lima, um dos seguranças que fazia a guarda da casa de PC Farias, foi assassinado com quatro tiros.

Fonte: Espaço Vital

Leia Mais ►

Lesão por Esforços Repetitivos – LER pode ser prevenida

O tratamento para quem apresenta os sintomas está baseado na administração de antiinflamatórios, fisioterapia e alongamentos adequados.

Pesquisas revelam que cerca de 40% dos atletas e também 40% da população em geral estão suscetíveis as Lesões por esforços repetitivos - LER, que é a denominação dada ao conjunto de patologias, que compreende desde tendinites e epicondilites até síndromes complexas como as do túnel de carpo, do túnel do cubital, desfiladeiro toraxico, patologias compressivas e lesões do manguito rotador do ombro.

Conforme explica diretor da Clínica Reichmann, o médico ortopedista e traumatologista, Joaquim Reichmann , entre as atividades esportivas que mais causam LER está a prática do tênis, do volei, da natação, basquete, handebol e outras. Os atletas praticam movimentos de caráter repetitivo que faz sobrecarga nos músculos e tendões. Estes movimentos causam inflamações e degeneração mucinóide dos tecidos causando dor e limitação de movimentos.

“Atletas ocasionais, ou não-profissionais, também estão sujeitos a LER, de acordo com a freqüência da atividade. Geralmente eles não tem um bom condicionamento, alongamento muscular e amplitude dos movimentos articulares, além de não possuir acompanhamento de um profissional habilitado que monitore exercícios de aquecimento adequado” alerta Reichmann.

Algumas profissões também colocam em risco os músculos e tendões. Digitadores, embaladores, trabalhadores de agroindústria que repetem diariamente milhares de vezes os mesmos movimentos também estão entre os grupos de maior ocorrência de LER.

O tratamento para quem apresenta os sintomas está baseado na administração de antiinflamatórios, fisioterapia e alongamentos adequados, o que produz um efeito relaxante sobre a musculatura. Reichmann salienta que nas fases mais avançadas não há cura para as LER, sendo possível apenas amenizar parcialmente os sintomas

Por isso, a prevenção deve estar presente no dia-a-dia. Existe a necessidade de uma ergonomia adequada à cada atividade relacionada. “Cadeiras com apoio lombar, apoio para cotovelos e braços, talas de punho, suporte para os pés, alongamentos de cinco minutos a cada hora trabalhada, são algumas das formas de prevenir as lesões”, orienta Reichmann.


Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

31 de agosto de 2009

César Menotti & Fabiano - Sertanejo Universitário na Efapi 2009

A dupla se apresentava nas noites sertanejas dos barzinhos frequentados pelos universitários mineiros.

O Show da dupla César Menotti, paulista de Itapira, e Fabiano, paranaense de Califórnia, está marcado para o dia 14 de outubro em Chapecó, durante a Exposição-feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó (EFAPI 2009). A dupla do estilo sertanejo universitário gravou o segundo DVD da carreira Voz do Coração (2008) em Belo Horizonte; a capital mineira onde o trabalho deles iniciou.

Na bagagem eles levavam a influência da moda de viola, da música sertaneja de raiz, de duplas consagradas como Dino Franco e Moura com a mistura das guitarras elétricas e da batida pop.

O álbum Palavras de Amor, gravado em 2005 inaugurou uma nova fase na carreira dos cantores, o CD vendeu 300 mil cópias e o DVD 160 mil. De acordo com a Associação Brasileira de Produtores de Disco (ABPD) César Menotti & Fabiano ficaram em terceiro na lista de CD e DVD mais vendidos de 2007. 

O trabalho .com_você chegou às lojas com 50 mil cópias vendidas. Caso por Acaso música de trabalho, atingiu rapidamente o topo das 10 mais tocadas nas rádios de todo país. O disco rendeu a dupla premiação na 9ª edição do Grammy Latino na categoria álbum romântico realizada simultaneamente em Houston, nos EUA e em São Paulo, em novembro de 2008. César Menotti & Fabiano concorreram ao prêmio ao lado de grandes nomes como Bruno & Marrone, Daniel, Leonardo e Roberta Miranda.

As letras românticas e sinceras do CD .com_você abriram caminho para um novo público que passou a freqüentar os shows da dupla, a família. Durante as apresentações é comum ver pai, mãe e filhos - inclusive crianças -  entoando juntos as letras de César Menotti & Fabiano. 

Pensando no público infantil, a dupla criou, em parceria com o Megatério Estúdio de Criação e Arte, personagens de César Menotti & Fabiano para revistinhas em quadrinhos, ainda sem previsão de lançamento.

O trabalho Voz do Coração recriou a atmosfera lúdica dos antigos parques de diversões com a assinatura do experiente cenógrafo Zé Carratu. Os elementos de um parque transportados para o palco incluíram uma roda-gigante de 18 metros, cujas imagens projetadas numa tela no centro do brinquedo levaram os quase 4 mil fãs ao delírio. O show ainda contou com momentos de pura nostalgia, com clássicos da música sertaneja entoados pelos cantores num banquinho de praça recriando o clima de seresta com muito romantismo. Apesar do capricho na cenografia, o foco deste projeto foi a música. 

O repertório resgata o começo da carreira de César Menotti & Fabiano apresentando as releituras de Me dê motivo, do inesquecível Tim Maia, Natural, do 14Bis, e do clássico infantil dos anos 80 Superfantástico/Lindo Balão Azul. Além de novos arranjos para sucessos consagrados da dupla como Caso por Acaso e Lugar Melhor que BH. Entre as canções inéditas estão Pára de Chorar, Máquina do Tempo, Horóscopo, Maluco por você e o hit Ciumenta.

Para assistir a dupla, na Efapi 2009, o valor do ingresso será de R$ 15,00 e meia entrada R$ 7,50.

Período da EFAPI 2009: 9 a 18 de outubro de 2009

Local: Parque de Exposições Tancredo Neves, Chapecó (SC)

Promotora: Prefeitura Municipal de Chapecó

Expositores: 650 expositores

Volume de negócios: R$ 110 milhões de reais (10% de incremento)

Público: 500.000 pessoas (11% de crescimento)

Estrutura do parque: área territorial total de 216.000 m2, 52 edificações com área coberta total de 50.000 m2

Edição de 2009: 17ª edição - 42 anos de ininterrupta realização

Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

Leite do Uruguai prejudica produtores catarinenses

Faesc quer a suspensão imediata da importação de leite do Uruguai.

A importação abusiva de leite do Uruguai está destroçando a cadeia produtiva catarinense e brasileira. Ao fazer essa avaliação, o presidente da Federação da Agricultura do Estado de SC (Faesc), José Zeferino Pedrozo, justificou a necessidade de cancelamento da licença automática de importação de leite em pó oriundo do Uruguai e de outros países.

O dirigente considera nocivo o surto de importações de leite em pó proveniente do Uruguai que, de janeiro a julho, atingiu 14 mil toneladas – o dobro de toda a importação média brasileira anual de leite em pó vinda daquele país. Ao lado do leite importado de outros mercados, como Estados Unidos e União Européia, o produto lácteo estrangeiro está inviabilizando a competitividade dos produtores de leite do Brasil. “O produto importado chega barato ao Brasil porque ganha muito subsídio nos países de origem e isso cria distorções no mercado interno”, expõe Pedrozo.

Como efeito da retomada dos subsídios e recomposição dos estoques de lácteos de países ricos, como Estados Unidos e União Européia, os preços internacionais do leite em pó se mantiveram reduzidos. Os demais exportadores considerados competitivos no mercado mundial, a exemplo da Argentina e do Uruguai, adotaram práticas desleais de comércio para continuar exportando seus excedentes. A Faesc reclama que, além de subfaturamento, os parceiros do Mercosul estão realizando pagamentos diretos aos seus produtores, ou seja, também estão subsidiando a produção.

De acordo com Pedrozo, somente o cancelamento das importações de leite em pó do Uruguai e de outros países mudará esse cenário desastroso para a pecuária leiteira nacional. “Essas práticas desleais de comércio trarão graves prejuízos aos produtores de leite do Brasil”.

O presidente da Faesc observou que a crise financeira mundial originada nos Estados Unidos espalhou-se pelo mundo, criando uma situação adversa ao mercado de lácteos. Sem crédito, os países importadores reduziram suas compras, deprimindo expressivamente as cotações, com repercussões nos preços internos de todos os países exportadores, inclusive o Brasil. Os preços médios do leite em pó na Oceania e União Européia, no primeiro semestre de 2008, cotavam acima de US$ 4.000/ton., mas até a primeira semana de junho deste ano a média não chegou a US$ 2.200/ton.

José Zeferino Pedrozo lembrou que o segmento lácteo padece de crise de renda pois, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Universidade de São Paulo, houve redução de quase 18% no preço corrigido do leite, em 2008. No entanto, de acordo com o projeto Campo Futuro da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), nos principais Estados produtores de leite, os custos de produção aumentaram quase 10%.

Ao enfatizar a importância econômica e social do leite, Pedrozo observa que Santa Catarina é o sexto produtor nacional com 1,650 bilhão de litros/ano. Praticamente todos os 200.000 estabelecimentos agropecuários produzem leite. O oeste catarinense responde por 60% desse volume com cerca de 50.000 estabelecimentos rurais tecnificados, aqueles que adotam tecnologia e geram excedentes comerciais.

Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

Celular mata mais que o cigarro?

Em janeiro deste ano, o governo francês pediu "prudência" no uso de celular.

O uso do celular deve matar mais que o cigarro em alguns anos, segundo estudo de um médico australiano publicado na internet. Vini Khurana, um neurocirurgião que recebeu 14 prêmios em 16 anos, pede que a população use o aparelho o mínimo possível, principalmente quando se trata de crianças.


O médico analisou cerca de cem trabalhos científicos publicados sobre o tema para chegar às suas conclusões. Segundo ele, há ao menos oito estudos clínicos que indicam uma ligação entre o uso de celulares e certos tipos de tumor no cérebro.


"Já há previsões de que esse perigo tenha mais ramificações para a saúde pública do que o amianto ou o fumo. Isso gera preocupações para todos nós, especialmente com a geração mais nova", afirma Khurana, que é professor de neurocirurgia na Faculdade Nacional de Medicina da Austrália, no estudo.


A comparação entre as mortes causadas por cigarro e por celular se deve ao fato de, atualmente, cerca de 3 bilhões de pessoas usarem esses aparelhos, número três vezes maior que o de fumantes, afirmou ele.
Processo lento - Para Khurana, ainda não há mais dados sobre o assunto pelo fato de a intensificação no uso dos celulares ainda ser recente. Ele afirma que o período de "incubação" --tempo entre o início da utilização do aparelho e o diagnóstico do câncer em um indivíduo-- dura de dez a 20 anos.


"Entre os anos de 2008 e 2012, nós teremos atingido o tempo apropriado para começar a observar definitivamente o impacto dessa tecnologia global nos índices de câncer de cérebro", diz ele.


Para evitar o problema, Khurana sugere, entre outras medidas, que as pessoas evitem ao máximo o uso do celular, dando preferência ao telefone fixo. Ele pede também moderação no uso de Bluetooth e de headsets (fone de ouvido com microfone) sem fio. Outra dica, de acordo com o médico, é usar o viva-voz para falar, mantendo o celular a pelo menos 20 cm da cabeça.


Em janeiro deste ano, o governo francês pediu "prudência" no uso de celular pelas crianças, apesar de não ter dados científicos que comprovem os malefícios do aparelho para a saúde.

O ministério pediu que as "famílias sejam prudentes e saibam usar estes aparelhos", lembrando que é recomendado o uso moderado do celular, principalmente pelas crianças, "que são mais sensíveis porque seus organismos ainda estão em desenvolvimento".

Para ver o artigo científico na íntegra, acesse o link abaixo:

www.brain-surgery.us/mobph.pdf

Fonte: O Barriga Verde/Gazeta das Praias

Leia Mais ►

30 de agosto de 2009

Empresas de pagamento online miram os excluídos do sistema financeiro

Oi Paggo e Spring Wireless estão focando suas estratégias nas micro e pequenas empresas e nos excluídos do sistema financeiro

Os informais, pequenos lojistas, empresas que trabalham com delivery e com produtos porta-a-porta e profissionais liberais estão na mira de uma das maiores operadoras de telefone do País: a Oi. Em 2007, a operadora criou a Oi Paggo, uma divisão para atuar no pagamento de meios eletrônicos.


“Queremos entrar nos estabelecimentos que não trabalham com os cartões de crédito ou por serem pequenos ou por acharem os custos do cartão e das máquinas muito alto”, disse o diretor geral da Oi Paggo, Roberto Rittes, durante sua apresentação na palestra “Impacto da Convergência Tecnológica sobre os Meios de Pagamento”, durante a 5ª edição do Congresso de Cartões e Crédito ao Consumidor – C4 2009, o maior evento latino-americano na área de cartões de crédito e crédito direto ao consumidor.


Atualmente a empresa já atua em 21 praças e em 400 bairros definidos. Segundo Rittes, a ferramenta de mobile payment conta hoje com 72 mil estabelecimentos credenciados e 350 mil clientes aprovados. O objetivo é fazer da Oi Paggo a principal plataforma de m-payments no Brasil.


A vantagem para o lojista é que a taxa de administração é menor do que as de outras bandeiras de cartão. Outro atrativo é que não há custo com aluguel do terminal de pagamento, como nos cartões tradicionais. Para o usuário, a vantagem é o controle de gastos, isenção de anuidade e a possibilidade de colocar créditos no celular a partir de R$ 1. Ao invés de anuidade, a Oi cobra uma taxa de R$ 2,99 nos meses em que o serviço é utilizado. Para pagar com o Oi Paggo, basta informar o número do telefone para o lojista e aguardar uma mensagem de texto. A transação é autorizada mediante envio de senha pessoal.


“Para as classes de alto poder aquisitivo a principal vantagem é poder pagar remotamente. Um filho no shopping pode dar o celular da mãe, que do seu trabalho autoriza a compra. Já para as classes menos abastadas há a possibilidade de recarga imediata do celular, além de acesso a lojistas do bairro que não aceitam cartões de crédito”.


Outra empresa que está vendo oportunidade no mundo dos informais e dos pequenos negócios é a Spring Wireless, que produz softwares para que os aplicativos corporativos sejam acessados de computadores de mão e telefones celulares.


“Podemos bancarizar os públicos de baixa renda pelo celular, já que grande parte possui esses aparelhos", diz. A experiência da Spring está sendo feita com dois bancos, um na Venezuela e outro na Colômbia. “Conseguimos reduzir o custo de uma conta ativa em 70% utilizando a mobilidade”.


Segundo ele, 20% dos bancos na Índia terão nos próximos anos mais clientes móveis do que os tradicionais clientes de agência física. “Vemos possibilidades dos pagamentos por celular para as transações entre clientes e fornecedores (B2B) e até mesmo a utilização dos correspondentes bancários para funcionarem como agências de retirada de dinheiro imediato usando apenas um celular”.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Leia Mais ►

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 4 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog