27 de julho de 2012

Biblioteca itinerante beneficia cerca de 5 mil pessoas

O mundo encantado da leitura envolveu 4.925 pessoas em quatro meses, por meio do projeto contação de histórias e da kombi da Fundação Aury Luiz Bodanese. A iniciativa integra o programa “Amigo Energia” e conta com o apoio da Coopercentral Aurora Alimentos e do Instituto Guga Kuerten (IGK).

No período de janeiro a abril deste ano, foram desenvolvidas 22 ações, em diversos municípios, beneficiando centros de educação infantil, escolas, hospitais, entidades e outros espaços públicos.

Neste ano, as atividades foram intensificadas com o reforço da kombi, que é uma biblioteca itinerante onde os voluntários levam conhecimento de maneira lúdica à comunidade. “Percebemos, que neste ano, há uma procura maior porque essa iniciativa tem estimulado os participantes a gostarem de histórias e da leitura”, ressalta a presidente da Fundação, Isabel Cristina Machado.

Em janeiro, a “Ação Comunitária” atendeu moradores de Quilombo e dos municípios próximos. O evento contou com a presença de 232 pessoas que participaram do projeto contação de histórias, do programa Vivendo Saúde, do programa A Turminha da Reciclagem e de artesanato. Também receberam apoio jurídico e outras atividades socioculturais.

No mês de fevereiro, a kombi esteve em sete locais. No FACH I durante todo o dia os contadores de história interagiram com 280 colaboradores nas áreas de lazer, entrada de vestiário e no refeitório. Em Quilombo, 226 trabalhadores foram recepcionados com histórias temáticas e a biblioteca itinerante. Na Casa Maria Maria e Casa Dona Jeneci tiveram momentos de descontração 25 mulheres e crianças, que estão em estado de vulnerabilidade social e familiar. Vinte e nove alunos participaram da roda de leitura na Aquarela Pró-Autista. Em Erechim, fobibliotecaitinerram desenvolvidas duas ações: na Fábrica de Rações foi abordada contação de história com palestra sobre cooperativismo, que integrou 242 pessoas; no FAER II foi feita leitura, contação de histórias e outras atividades com 193 colaboradores. No município de São Carlos ocorreu capacitação para 50 coordenadores dos projetos das unidades da Aurora Alimentos.

Em março foram promovidas sete ações com a participação da kombi da Fundação. No município de Catanduvas, 1.330 crianças da pré-escola até o nono ano da rede municipal e estadual usufruíram da contação de história e do programa “A Turminha da Reciclagem”. Em Maravilha, a roda da leitura atendeu 40 pessoas na APAE. Em Chapecó, a kombi esteve na IACH e no FACH II com o objetivo de incentivar a leitura dos 326 participantes. Na Casa Acolhedora Dona Geneci e na Casa Acolhedora Dona Jurema o projeto beneficiou 24 crianças. Em Maravilha, 80 colaboradores da Unidade Aurora Alimentos conheceram os programas da Fundação. No município de Cunha Porã, 64 trabalhadores da Fábrica de Rações tiveram momentos de interação e de imaginação com os contadores de história.

No mês de abril, o projeto contação de histórias promoveu sete ações. Em Chapecó, as atividades foram desenvolvidas na Aurora Matriz com 65 crianças da dança; em Alto da Serra com 178 estudantes; na Praça Coronel Ernesto Bertaso com 200 alunos e no Centro de Convivência dos Idosos. Em São Miguel do Oeste foi realizado o projeto nos dias 11 e 27 de abril, com a integração de 598 participantes. No município de Quilombo a kombi atendeu 950 crianças das escolas Branca de Neve, Madre Paulina, Presidente Goulart, João Paulo I, APAE e CEIM Branca de Neve. Em Erechim, a roda de leitura integrou 250 crianças.

As escolas, entidades e instituições interessadas em agendar atividades de contação de histórias devem entrar em contato com a Fundação através do telefone 3321-3131 ou enviar e-mail para amigoenergia@falb.org.br

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

25 de julho de 2012

Quinteto Persch se apresenta no Projeto Bravíssimo

A sonoridade da música de câmara, por meio do acordeon, estará presente no palco do Projeto Bravíssimo 2012. O Quinteto Persch se apresenta, no domingo (29), às 20 horas, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó.

O Quinteto começou suas atividades no ano de 1999, em Porto Alegre, com o objetivo de difundir o acordeon por meio da música de câmara. O grupo é formado porAdriano Persch, André Machado, Daniel Castilhos, Fernando Ávila e Luciano Rhoden. Em suas apresentações, demonstra a versatilidade do instrumento, bem como sua exploração com repertório erudito.

Durante 13 anos de atividades ininterruptas, o grupo contabiliza mais de 200 apresentações nos municípios brasileiros, onde participou de concertos em teatros, auditórios, programações de universidades, grupos artísticos e festivais de música. O primeiro CD do Quinteto Persch foi gravado, com patrocínio do Projeto Petrobrás Cultural 2007, que teve um grande número de inscrições em todo o Brasil e possPerschui uma seleção rigorosa. O álbum integrou obras de Astor Piazzolla, Claudio Santoro, Antonio Vivaldi, Gioacchino Rossini e Wolfgang Amadeus Mozart. Neste ano, o grupo lança o segundo CD com músicas de Astor Piazzolla, Lèon Boëllmann, Antonio Vivaldi e Ivano Battiston.

Em 2009, o Quinteto foi indicado em três categorias ao “Prêmio Açorianos de Música”, promovido pela Prefeitura de Porto Alegre (RS), sendo premiado com o Troféu Açoriano de Música na categoria instrumentista. Também foi vencedor do “Prêmio Circuito Funarte de Música Clássica 2010”, que viabilizou turnê na região nordeste do país. No mesmo ano foi selecionado para se apresentar na Terceira Feira Música Brasil, em Belo Horizonte (MG). Em 2011, o grupo foi escolhido nos editais de ocupação dos teatros da Caixa Econômica Federal – Caixa Cultural Brasília e do BNDES.

O Bravíssimo é uma iniciativa da Oeste Capital Eventos e do Rotary Club Chapecó Oeste. A coordenadora Luciana Lang enfatiza que o projeto visa construir um município que valoriza a cultura. “Chapecó está sendo fortalecida culturalmente, por meio de eventos e iniciativas que celebram a boa música e promovem a integração de amigos. Preparem o coração, o Bravíssimo 2012 ainda tem muitas novidades que expressão a qualidade da música”, afirma.

Em 2012, a renda arrecadada será destinada à Apae de Chapecó, entidade que atende mais de 300 educandos com deficiência intelectual, múltipla e condutas típicas.

PROGRAMAÇÃO do Projeto Bravíssimo 2012

Em setembro, dia 30, haverá o espetáculo do Trio Madeira Brasil, de cordas. OGrupo Kervanserai de música mediterrânea fará sua apresentação no dia 28 de outubro. A Orquestra Brasileira de Música Jamaicana será a última atração do ano, no dia 25 de novembro.

O Projeto tem apoio da Prefeitura de Chapecó, RICTV Record e MB Comunicação. O patrocínio é da Avianca, Datelli, Gráfica Rota, Renova Marcas e Patentes, Hotel Lang Palace, Codecal Materiais de Construções, Celeiro e Santa Maria Imóveis.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

23 de julho de 2012

Álcool perílico é testado no tratamento de câncer de pulmão

Pesquisadores da Universidade Federal Fluminense (UFF) que fizeram avanços no tratamento de tumores no cérebro com uso de álcool perílico estenderam a pesquisa ao câncer de pulmão. Os testes começaram em laboratório, mas ainda não há previsão de aplicações clínicas. No caso dos tumores cerebrais, a pesquisa é feita no Hospital Universitário Antônio Pedro.

Extraído de frutas cítricas, o álcool perílico é um óleo que pode ser inalado. A substância age diretamente no sistema nervoso central e no tecido pulmonar inibindo a proliferação de células cancerígenas, sem afetar as saudáveis. Uma das vantagens do tratamento é não provocar os fortes efeitos colaterais que costumam ser causados pela radioterapia e a quimioterapia.

No combate ao câncer de cérebro, o tratamento com o álcool conseguiu reduzir o tumor cerebral em três pacientes do laboratório da UFF de um total de 198. Além disso, 15% das pessoas em tratamento também tiveram o tempo de vida aumentado, em relação à estimativperilicoa inicial. A pesquisa só é feita com pacientes considerados terminais, em que os tratamentos tradicionais não tenham mais eficiência.

"Até o momento, 29 pacientes, ultrapassaram dois anos de sobrevida, estimada em quatro meses, sem efeitos colaterais", destacou o responsável pelo estudo, o professor e neurologista Clóvis Fonseca. Os pacientes começaram a se tratar em 2004 e a maioria fez a inalação por pelo menos seis anos.

Apesar dos avanços da pesquisa, o álcool perílico ainda não substitui o tratamento convencional, com quimioterapia e remédios. Pesquisadores e médicos buscam, no entanto, dissolver os medicamentos na substância para facilitar a administração das drogas no futuro.

"O tratamento com álcool perílico, hoje, é adjuvante. Uma droga só atinge uma via [de proliferação da doença], é preciso inibir o máximo possível", disse Fonseca.

A pesquisa da UFF também mostrou que o álcool perílico tem efeito em tumores de pele, mama, pâncreas e despertou interesse de instituições fora do país. Atualmente, especialistas da University of Southern California (USC), nos Estados Unidos, são parceiros nos estudos.

Para se candidatar ao tratamento é preciso enviar um e-mail para abiliosg@vm.uff.br.

Fonte: Agência Brasil

Leia Mais ►

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 2 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há uma semana
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog