26 de dezembro de 2009

Cuidados com a postura no dia-a-dia podem evitar lesões na coluna

Cuidar da postura no trabalho, no lazer e em casa, fazer caminhadas e alongamentos são atitudes fundamentais para a saúde e para evitar lesões na coluna. O médico ortopedista Joaquim Reichmann, da Clínica Reichmann de Chapecó, especializada em ortopedia e traumatologia, cirurgia do joelho, ombro e quadril e videoartroscopia, explica que muitos pacientes sofrem com dores no corpo, principalmente nas costas e, somente depois de algum tempo perceberam que sua postura estava errada.

Existem vários tipos de trabalho que obrigam o profissional a manter posições durante determinado período que podem contribuir para o surgimento de problemas posturais. Atividades desenvolvidas por digitadores, dentistas e estivadores são alguns exemplos das inúmeras profissões consideradas de risco para a postura. Reichmann afirma que todas as funções necessitam de uma ergonomia correta para prevenir defeitos na postura.dori150

Dentre as doenças relacionadas à má postura podem ser incluídos três desvios na coluna: a escoliose, a cifose e a lordose, os quais podem ser congênitos ou adquiridos através de postura incorreta no dia-a-dia. São problemas físicos que podem ser tratados com fisioterapia, ou, quando o caso requer, com tratamento cirúrgico. “A má postura leva inicialmente a dor e depois a uma deformidade que pode tornar-se irreversível”, alerta Reichmann.

Conforme o médico, para evitar problemas posturais é necessário praticar atividades físicas regularmente, fazer alongamentos e corrigir a própria postura nas atividades domésticas e/ou no trabalho, mantendo a coluna ereta sempre.

Outra preocupação dos especialistas atualmente está relacionada à  infância. Com maior responsabilidade na escola e opções de entretenimento envolvendo televisão, jogos eletrônicos e internet, as crianças estão cada vez mais propensas aos problemas posturais. O médico afirma que pais ou responsáveis devem alertar os filhos sobre postura correta ao sentar para estudar, assistir televisão, usar o computador, entre outras atividades do dia-a-dia. “Também devem estimular a prática de atividades físicas o mais cedo possível, pois atitudes corretas com a postura na infância, contribuem para evitar problemas na idade adulta”, justifica.

Para dormir orienta-se evitar a posição de bruços, de preferência deitar de lado com travesseiro da altura do ombro na cabeça e outro entre os joelhos. De barriga para cima devemos utilizar um travesseiro baixo para que o pescoço não fique fletido. O colchão deve ser firme, porém não duro, respeitando-se a equação densidade por peso ou utilizando colchão de espuma em multicamadas de diferentes densidades. O colchão de mola não é recomendado para quem procede de dor nas costas.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

marcos.bedin@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

25 de dezembro de 2009

A tapeação das feridas

Preciso falar sobre algo que me preocupa e que ouço com muita freqüência: “Eu não quero tocar nos problemas”, “Não quero pensar”, como se o ato de falar sobre o que traz sofrimento fosse aumentá-lo, trazendo consigo uma dor imaginariamente insuportável.

Eis aí um grande engodo. A nossa realidade nos mostra no dia a dia o quanto estamos à mercê dos fatos ou dos acontecimentos quando não conseguimos identificar as suas causas, de onde vêm e por quê. Isso ocorre nas empresas, nas famílias e em relação a nós mesmos também. Pensemos também naquele fatídico 11 de setembro nos Estados Unidos, quando as torres gêmeas foram destruídas por um inimigo até então invisível. É muito difícil combater algo sem dar-lhe um nome, isto é, sem que consigamos identificá-lo, e só o identificamos quando para além de provas concretas conseguimos falar sobre isso para alguém.feridas

O desconhecimento das causas e relações nos deixa numa posição de alienação extremamente perigosa posto que ficamos numa condição de escravidão em relação a nós mesmos e aos fatos.

O psicanalista gaúcho José Luiz Caon fala que “mais perigosas são as feridas que não doem” e eu acrescento ainda, as feridas que não queremos ver. Posso colocar uma gaze ou uma roupa encima delas, ou fazer de conta que elas não existem, mas nem por isso deixam de proliferar. Posso somente tomar calmante para aliviar a dor, mas essa medida não estanca o processo de disseminação que então ocorre de forma velada e nos pega desprotegidos. É como escalar um paredão, com uma perna anestesiada. Podemos quebrá-la e não sentiremos nada. Assim, continuamos avançando, avançando e detonando tudo por dentro.

Assumir os problemas em todas as áreas de nossa vida é a possibilidade que temos de nos tornarmos senhores deles. A melhor luta, ou aquela em que a possibilidade de término é possível é quando os inimigos conseguem se identificar.

Vivemos num mundo permeado por uma lógica contrária, onde a verdade se esconde, há a sedução pelas aparências belas, as falas convincentes, as promessas de felicidade ou de milagre. Quem não gostaria que tudo se resolvesse como num passe de mágica de forma que nos eximisse de tomar atitudes, de assumir riscos, de abandonar coisas e lançar-se em mares bravios e inusitados?

Resquício de um infantil que nunca nos abandona? Infantil que insiste em manter-se, de sorte que teima em não abandonar a ilusão de que existe em algum lugar alguém ou algo que nos salvará independente da nossa vontade, de nosso esforço, como se ficássemos esperando que, repentinamente, um “estalo” resolvesse tudo.

Mas por sorte, isto é, por uma questão de sobrevivência até, não somos feitos só de “infantil”, e somos merecedores dos regozijos decorrentes das longas batalhas, vitoriosas ou não, pois mesmo diante daquelas em que aparentemente não vencemos é possível sairmos com maior resistência e com ampliação da nossa visão de mundo.

Por: Návia T. Pattussi/Psicanalista

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

marcos.bedin@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

Feliz Natal

Natal:
sentimento que,
enchendo o abismo do universo,
cabe com seu esplendor,
No olhar de uma criança,
no cálice de uma flor,
Esse Jesus imortal, único, bom e clemente,
de quem sou o mais humilde crente.
Mártir que fez com seu olhar sublime,
o luar do perdão para a noite do crime,
abriu com a luz da bem-aventurança,
Jesus...
Deus menino homem que está,
Como um farol da glória,
No cume da montanha escavada da história,
contemplando o infinito,
iluminando a terra.
Essa luz que a flor da alma humana encerra,
É de quem sofre,
é de quem geme,
é de quem chora,
É de todos que vão pela existência afora,
Tristes (santo, herói, escravo ou proscrito),
os pés calcando o lodo...
os olhos voltados para o infinito.
O Natal está nos olhos das crianças,
em suas mãozinhas delicadas,
que revelam sempre novas surpresas.

feliznatal
O Natal está em suas faces alegres e
em tudo o que dizem.
"Senhor, que neste Natal, milhares e milhares
de pessoas possam encontrar-se com Jesus,
a razão do Natal, a vida verdadeira,
assumindo com ele um compromisso de vida.
Que as festas e os presentes não nublem
as mentes, mas que todos possam
se deixar levar por essa "Canção de Amor":
Jesus!
"Porque o nosso Deus é misericordioso
e bondoso. Ele fará brilhar sobre nós
a sua luz e do céu iluminará todos os que
vivem na escuridão da sombra da morte,
para guiar os nossos passos no caminho da paz".
O Blog do Seu Luiz deseja que você tenha um Natal cheio de luz e paz junto ao
menino Jesus.
E um Ano Novo repleto de saúde e realizações.

Feliz Natal!

Leia Mais ►

22 de dezembro de 2009

Você ainda tem medo do desemprego?

O bicho não foi tão feio como o anunciado. A crise financeira mundial deixou poucas sequelas no Brasil e muitos já esqueceram dela. Parece que este é o motivo que está deixando o brasileiro mais confiante do que nunca na manutenção do próprio emprego. Estes dados foram revelados pela pesquisa que mede o medo do desemprego, feita pela Confederação Nacional da Indústria, no mês de dezembro.

O Índice de Medo do Desemprego calculado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) de dezembro ficou no menor patamar de toda a série histórica, iniciada em 1996. Os 85,5 pontos do índice representam uma queda de 8,4% na comparação com a pesquisa anterior, de setembro, e um recuo de 4,1% emdesemprego relação ao mesmo período do ano passado. Desde março deste ano, quando havia subido em razão da percepção dos efeitos da crise, a queda do índice é de 12%.

“O índice caiu porque o brasileiro está vendo que os impactos da crise foram menores do que o esperado e também porque o mercado de trabalho voltou a ser empregador”, afirma Marcelo Souza Azevedo, economista da CNI.

O percentual das pessoas que disseram não estar com medo do desemprego passou de 45% das respostas válidas para 50%, também o maior percentual de toda a série. Em contrapartida, os que afirmaram estar com medo do desemprego caíram de 21% em setembro para 19% na atual edição da pesquisa. Os entrevistados que responderam estar com pouco medo do desemprego caíram de 34% para 31%.

O Índice do Medo do Desemprego é feito pela CNI trimestralmente a partir de pesquisa de opinião pública de abrangência nacional. A atual pesquisa entrevistou 2.002 pessoas com mais de 16 anos em 143 municípios, entre os dias 26 e 30 de novembro. E você ainda tem medo do desemprego? Ou acha que o pior já passou.

Fonte: Sistema Indústria (CNI SESI SENAI IEL)

Leia Mais ►

Condomínios: segurança deve ser redobrada nas férias

O período de férias é um momento de descanso e afastamento das rotinas diárias, no entanto essa tranqüilidade pode se transformar em problemas se algumas providências não forem tomadas. Diariamente, é possível acompanhar através dos noticiários, os fatos lamentáveis de criminalidade que assolam a comunidade.

Os condomínios, dos mais simples aos de alto padrão, também têm sido alvos de assaltos, arrombamentos, furtos e invasões. Preocupado com essa questão, já que número desse tipo de empreendimento também é crescente em Chapecó, o presidente do Sindicato do Mercado Imobiliário do Oeste de Santa Catarina (Secovi-Oeste/SC), Paulo Jorge Lise, orienta algumas ações a serem adotadas para garantir maior segurança entre os moradores.condom

Lise destaca que, dentre as ações importantes a serem desenvolvidas por síndicos e administradores, está a organização e manutenção de adequados e eficientes sistemas de segurança. Outra dica é que os vigilantes sejam orientados a estarem sempre alertas durante o expediente e criar o hábito de não transmitir informações sobre moradores do condomínio, utilizar de forma correta os meios de segurança existentes, conhecer a localização do telefone público mais próximo para emergências, permitir a entrada de prestadores de serviços em horários pré-determinados e com identificação, não ficar na calçada com as chaves da portaria no bolso e ao atender entregadores de encomenda ou prestadores de serviços, manter os portões fechados. “São atitudes que parecem simples, porém, eficazes”, declara.

Mas só isso não basta. Os moradores devem estar conscientes da sua parcela de responsabilidade com a questão segurança. Aos condôminos cabem alguns cuidados básicos como: não esquecer a porta sem trancar, obter informação de antecedentes de empregados domésticos, não permanecer em horários impróprios do lado de fora da portaria, manter veículos fechados, com alarme acionado e não deixar roupas, equipamentos eletrônicos e documentos dentro do veículo. Também é importante informar ao zelador sobre grandes períodos de afastamento (férias, por exemplo) e proibir acesso de estranhos durante o período.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

marcos.bedin@mbcomunicacao.com.br

Leia Mais ►

20 de dezembro de 2009

Musculação na Terceira Idade?

Nos últimos anos, a busca pela atividade física passou a ser uma necessidade para as pessoas de uma maneira geral. Sedentários, obesos, não obesos, idosos ou simplesmente aqueles que fazem exercícios físicos só aos fins de semana, buscam cada vez mais uma vida saudável e produtiva no diz respeito a atividade física.

Isto se deve ao fato de que o exercício físico torna-se a fórmula necessária para se solucionar os problemas diários, como por exemplo, o estresse, a falta de disposição e a prevenção de muitas doenças. Em relação as pessoas da chamada terceira idade, a procura por uma modalidade ou atividade esportiva tem aumentado muito durante os últimos anos.

Fazer musculação ainda é uma prática que nos dá uma idéia de corpos musculosos e vigorosos, embora já exista mudanças nesta visão. A prática de musculação ou da atividade localizada com sobrecarga vem crescendo entre as pessoas acima dos 60 anos, inclusive sendo recomendada por profissionais da área de saúde. Segundo a Fundação Nacional de Osteoporose, a doença do novo milênio é a osteoporose, e a atividade física, principalmente a musculação, é a melhor forma de se prevenir e, em alguns casos, até de reverter quadros desta doença.muscul140

A grande eficiência em estimular a massa muscular e óssea apresentada pelos exercícios localizados com carga, chamados genericamente de exercícios resistidos e geralmente realizados com pesos, chamou a atenção de pesquisadores para a possibilidade de sua utilização na promoção da saúde, particularmente nos casos de idosos em que a Osteopenia(perda de mineral ósseo geralmente resultante do processo de envelhecimento tanto em homens como em mulheres), e a Sarcopenia(redução de massa muscular associada com a idade), são importantes. Esta idéia foi estimulada pela constatação de que a mobilidade articular geralmente limitada do idoso também melhorava rapidamente.

Apesar de uma resistência natural a esta proposta, pois os exercícios, poderiam fazer com que a pressão arterial pudesse aumentar excessivamente, estudos realizados por Santarém(1998), documentaram não apenas a eficiência, mas também a segurança dos exercícios, quando devidamente orientados, e não praticados de forma contínua. O trabalho de musculação evidenciou benefícios positivos na densidade óssea, reduzindo consideravelmente, o risco de Osteoporose e também beneficiando no que diz respeito a melhoria de doenças cardiovasculares.

A atividade física bem orientada aos idosos, tem um destaque importantíssimo e especial à execução de tarefas básicas do cotidiano, porque faz com que ocorra um fortalecimento geral da musculatura, articulações e tendões, proporcionando o aumento dos níveis de disposição, diminuindo o risco de quedas numa simples caminhada, trazendo ao idoso uma vida mais independente. A musculação é na verdade um dos, senão o melhor, exercício físico para os idosos, pois fortalecem não só as estruturas músculo-articulares, mas melhoram também o aspecto mental e psicológico do idoso.

Fonte: Dr. Helio C. G. Reis/ Ortopedista(47)3348-2771/Saúde em dia

Leia Mais ►

De Ushuaia, na Argentina a Puerto Montt, no Chile, em pedaladas

Percorrer 2.800 quilômetros que separam as cidades de Ushuaia, na Argentina e Puerto Montt, no Chile, em pedaladas. Esse é o desafio do projeto EcoAustral2010, que será empreendido por seis estudantes. Com apoio da Universidade Federal de Santa Catarina, do Núcleo de Educação Ambiental do Centro Tecnológico da Universidade, Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e da Associação dos Cicloviários da Grande Florianópolis, os cicloviajantes farão o trajeto em 31 dias.


A meta é promover o uso da bicicleta como veículo de transporte sustentável e ecológico, além de conhecer e promover seu uso dentro das unidades de conservação. A expedição vai também permitir que o grupo conheça e documente práticas de conservação dos recursos naturais e de desenvolvimento sustentável ao longo do percurso.bike140


Devido a limitações financeiras e aos compromissos acadêmicos e profissionais, o grupo optou por iniciar a travessia a favor do vento, retornando em direção a Puerto Montt. Os estudantes sairão de Florianópolis de ônibus, no dia 27 de dezembro, em direção à cidade de Ushuaia, onde será iniciada a expedição de bicicleta.


De Puert Montt, localizada às margens do Oceano Pacífico, a equipe seguirá em direção à Santiago, de ônibus, de modo a participar da Bicicletada e acompanhar a obra do Plan Santiago en Bicicleta, junto dos engenheiros do Ministério dos Transportes do Chile.


Outros pontos marcantes serão o Parque Nacional Los Glaciares (neste local parte a maioria dos passeios que leva os turistas para o famoso glaciar Perito Moreno, um dos maiores espetáculos da natureza), o Parque Nacional Torres del Paine (ainda no Chile) e o Parque Nacional Terra do Fogo, já na cidade de Ushuaia, na Argentina.


Ao longo do percurso o grupo vai mapear, visitar e documentar as Unidades de Conservação. O registro da viagem será feito em fotos e vídeos para posterior divulgação em palestras e exposições em escolas, universidades e eventos.


“O ideal seria que pudéssemos utilizar a bicicleta desde nossas casas até o destino final, voltando também de bicicleta. Mas foi decidido que a equipe fará o trajeto de Florianópolis até o Chile em ônibus coletivo, pois assim teremos a oportunidade de conhecer um maior número de cidades, de ecossistemas, de unidades de conservação e de centros de educação ambiental”, explica o estudante de Engenharia de Produção Civil da UFSC, Mauricio Almeida, um dos integrantes do projeto. A equipe retorna da Argentina também de ônibus coletivo, evitando os perigos das estradas do sul do Brasil.


Essa não é a primeira vez que os estudantes encaram desafio desse tipo. Este ano parte do grupo pedalou 1.200 quilômetros em uma travessia continental do Oceano Pacífico ao Oceano Atlântico, proposta no projeto Travessia Pacífico-Atlântico – O desafio pela sustentabilidade.

Por: Arley Reis / Jornalista da Agecom/UFSC

Leia Mais ►

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 6 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog