14 de janeiro de 2009

Joinville concentra estudos nas últimas cheias

As enchentes ocorridas na Bacia do Rio Cachoeira nos dias 22 de novembro e 16 de dezembro são também foco do estudo dos técnicos da Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra) e do consórcio responsável pela elaboração do Plano Diretor de Drenagem Urbana da Bacia Hidrográfica do Rio Cachoeira (PDDU).

A equipe de trabalho que começou a levantar em dezembro os dados topográficos dos 28 afluentes que compõem a bacia hidrográfica do Cachoeira quer agora aproveitar fotos, imagens e as marcas deixadas pelas águas para definir o tamanho da área de inundação e o período de retorno destas chuvas. "Vamos produzir um mapa aproximado do que aconteceu na enchente, que servirá para balizar os estudos que vão contribuir para evitar novas cheias e amenizar o processo de impermeabilização no rio Cachoeira", diz a engenheira da Seinfra, Carla Brene.

O trabalho envolve o estudo das imagens, saídas a campo para levantar medidas e a análise de como ficou a região durante as inundações. Paralelo a este trabalho segue o levantamento topográfico.

O consórcio responsável pelo plano deverá iniciar ainda este mês o estudo das marés. Para isso, uma régua será implantada na Ponte dos Trabalhadores, no rio Cachoeira. Serão feitas quatro leituras diárias e mais duas nos horários da baixamar e preamar. O professor José Rodolfo Scarati Martins, especialista no assunto, vai coordenar os trabalhos.

O projeto de drenagem vai contemplar inicialmente a bacia hidrográfica do rio Cachoeira e seus 28 afluentes. Esta bacia foi escolhida por concentrar a maior parte da população urbana e localizar-se onde ocorrem boa parte das inundações. Estão previstas 21 obras, no rio Morro Alto, entre pontes, caixas de sedimentação, galerias e tubulação.

São aproximadamente 83 km2 de área e cerca de 93 km lineares de rios entre os bairros centro, Bucarein, América, Glória, Floresta, Anita Garibaldi, Nova Brasília, Atiradores, Guanabara, Boa Vista e Fátima. O plano abrange a qualidade ambiental da bacia hidrográfica, a redução de riscos de inundação e a melhoria da capacidade de gestão ambiental municipal. O estudo técnico do PDDU vai custar R$ 3 milhões e 328 mil.

Fonte: Secretaria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Joinville
Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 2 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há uma semana
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog