10 de abril de 2009

O charme da Lambretta

Após a II Guerra Mundial, Ferdinando Innocenti, proprietário de uma fábrica de tubos de ferro, em Lambratte, Milão - Itália, uniu-se ao engenheiro Pierluigi Torre que idealizou um veículo de baixo custo de produção , barato de se manter, e com proteção melhor que uma motocicleta para as mudanças de tempo (chuva, frio, neve, etc.): a Lambretta.

A produção da Lambretta começou em 1947, depois de um ano gasto com desenvolvimento e teste do novo protótipo. A primeira Lambretta foi inspirada num veículo militar modelo "Cushman" , empregado pelo exército americano durante a II Guerra que era utilizado para transporte individual de uma divisão motorizada.

A Lambretta foi a primeira fábrica de veículos do Brasil, saindo na frente até mesmo da indústria automobilística. A implantação da fábrica Lambretta do Brasil S.A.- Indústrias Mecânicas em 1955 , como uma licenciada da Inocentti, no bairro da Lapa em São Paulo, coincidiu com a moda mundial da motoneta ( scooter ), na década de 50. A produção entre 1958 e 1960, o apogeu da marca, superou a quantidade de 50.000 unidades por ano.charmeLambretta

Desde os primeiros modelos Italianos do período pós-guerra até os idos de 1975, a Lambretta sempre esteve associada a um período "mágico" da história, era um ótimo produto de publicidade, sendo usada por artistas, modelos e políticos da época. O apogeu  deste veículo ocorreu nas décadas de 50 e 60, quando para um rapaz era o máximo ter uma Lambretta e para a moça, um sucesso namorar um lambretteiro.

Apesar da Lambretta parecer esquecida no tempo, a memória deste fantástico veículo ainda faz parte da vida de muitas pessoas, utilizada para o trabalho, lazer, hobbie e coleção. Pelo mundo afora, EUA, Canadá, Itália, Holanda, Inglaterra, Alemanha, Brasil e muitos outros países, a Lambretta conta com dezenas de clubes de aficcionados que se reúnem para trocar informações, peças e promover passeios.

Fundado em 14 de novembro de 2001, o Clube da Lambretta de Santa Catarina, com sede em Indaial, reúne entusiastas e aficcionados desta fantástica máquina que tornou-se mundialmente popular nos anos 50 e 60.

Para saber mais sobre  este charmoso veículo acesse : http://www.indaial.com.br/lambretta/

Fontes de pesquisa:
http://www.motosantigas.com.br/lambretta
www.lambrettasrs.hpg.ig.com.br

http://www.indaial.com.br/lambretta/

Blog Widget by LinkWithin

6 comentários:

  1. Época boa, tudo é era mais tranquilo, inclusive o trânsito. Abraços

    ResponderExcluir
  2. Quando era mais novo via algumas Lambrettas circulando, hoje em dia são raríssimas, talvez pela falta de segurança. Quem sabe um dia consigo ter uma.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Sabe, sou um cara estranho, que nunca se interessou por motos. Mas, Lambrettas realmente me chamavam atenção. Eu não sei lhe dizer o que, mas acho que elas tem um certo "charme" diferente.

    Boa matéria, amigo.

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Não creio que seja pela falta de segurança não, Rodrigo. É que poucas devem estar funcionando mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Bacana saber a origem da Lambretta. Honestamente só sabia que ela era originária da Itália, mas como foi criada não. Legal saber disso. Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Amigos á muitas lambrettas em são paulo,os proprietarios se reunem na Estação da luz todos
    primeiros domingos de cada mes e tem dois a treis passeios por ano de lambrettas vespas,lá voçe encontra restauradores de lambretta e vespa,
    conheço o poló e o jo da jlm vespa que restaurão e fazem serviços de mecanica e deixam as maquinas como nova um lindo serviço vale a pena conferir quem estiver entereçado em comprar ou restaurar é so procurar o poló ou o jo da jlm vespa.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 6 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog