7 de abril de 2009

Gravidez causa aumento de carga sobre os joelhos da gestante

Enjôos, aumento de peso, mudança de humor, manchas na pele, são alguns dos sintomas que acompanham a gravidez. Embora esses sintomas provoquem incômodos, não se tratam de doenças, mas de um período que precisa de alguns cuidados especiais: a gestação.

Uma boa alimentação, atividade física, de acordo com as recomendações, e o acompanhamento médico durante o pré-natal são cuidados básicos. No entanto, nem sempre são suficientes, variando de mulher para mulher. Algumas gestantes, por exemplo, precisam dar atenção especial aos joelhos.

O médico ortopedista e traumatologista, Joaquim Reichmann, explica que o aumento de peso e a mudança do centro de gravidade pelo crescimento uterino provocam aumento de carga sobre os joelhos da gestante. “Se as articulações e a musculatura estiverem comprometidas apresentando flacidez ou encurtamento muscular dos ísquios tibiais, a gestante pode sofrer dores na região do joelho”, observa.

Reichmann diz que quando os músculos estão fracos, a descarga de peso se faz direto na articulação e não nos músculos que deveriam funcionar como amortecedores externos das forças e dos impactos provocados pela marcha.

As dores são mais comuns em mulheres que já tiveram algum tipo de lesão de cartilagens, artrites e sinovites (inflamação da membrana sinovial). “O melhor é tratar esses problemas antes da gravidez, mas se não for possível, o acompanhamento médico é fundamental durante a gestação para não comprometer os joelhos”, alerta o médico.

O médico recomenda que a gestante mantenha uma rotina de exercícios e alongamentos para fortalecer os músculos. De acordo com Reichmann, a musculação com aparelhos deve ser evitada, já que o centro de gravidade está alterado, por causa do volume abdominal. A ginástica localizada é aconselhável e pode-ser feita com a utilização de borrachas ou pequenos pesos. A hidroginástica também é uma boa opção de exercício, não apenas para o joelho, mas para a saúde da mulher.

“Os exercícios são importantes, mas quando o caso já está agravado, com alguma lesão, a recomendação médica é indispensável” aponta Joaquim Reichmann. Ele diz ainda que é importante manter o equilíbrio entre força e alongamento e que jamais a gestante deve fazer exercícios de alto impacto.

Por: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 4 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog