27 de janeiro de 2009

Noite de samba em Blumenau

Para contemplar os blumenauenses com o mais famoso ritmo musical do país, a Secretaria de Turismo está promovendo Roda de Samba na Vila Germânica. As rodas acontecem toda quarta-feira, partir das 20h, junto à entrada do Setor 3 e são abertas ao público. Além do melhor do samba, sob o comando do grupo Confraria do Samba, um dos mais importantes do gênero da região, a noite também é recheada da boa seresta, explica a diretora de Eventos da Secretaria de Turismo, Lílian Ribeiro.


A primeira Roda de Samba, semana passada, reuniu um público bastante expressivo e amante do mais famoso ritmo brasileiro. “O evento começou com sucesso, mostrando que muita gente realmente curte muito esse estilo musical”, comenta Lílian, lembrando que as Rodas são mais uma opção de lazer para a comunidade, dentro da programação da Sommerfest 2009. Os encontros na vila acontecerão até o dia 11 de fevereiro, quando será feita a eleição da Rainha do Carnaval de Blumenau.


Com a nata do samba: O grupo Confraria do Samba faz um trabalho de resgate do samba de tradição e pesquisa a cultura musical brasileira. Em quatro anos, já fez inúmeras apresentações por Santa Catarina e Paraná, inclusive, tocando ao lado de integrantes da Velha Guarda da Portela e de músicos do Cacique de Ramos, tradicional reduto de samba do Rio de Janeiro.


Em suas apresentações são lembrados compositores como Xisto Bahia (que teve o primeiro lundu gravado em 1906), Donga (que registrou o primeiro samba-tango em 1916) passando por Noel Rosa, Pixinguinha, João da Baiana, Cartola, Clementina de Jesus, Candeia, Paulo da Portela, além de outros nomes esquecidos da indústria fonográfica brasileira.


A atual formação do Confraria tem Clark Lima (voz, percussão), Cláudio Lima (voz, banjo e cavaco), Paulo Tillmann (voz, cavaco e violão) Gauchão (voz e violão de 7 cordas), Paulo Roberto (surdo), Beto (rebolo), Carlos Silva (cuíca e tamborim), Rafael Souza (pandeiro e repique de mão) e Camila W. (flauta transversal). O grupo preza pelo respeito ao samba tradicional e também pelo figurino durante as apresentações (chapéu, camisa branca ou azul, calça branca e sapato branco).

Por: Tânia Rodrigues/PMB

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 5 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog