6 de agosto de 2009

Avicultura brasileira: boas perspectivas para 2009

O fim da curva de declínio da economia internacional parece próximo.  A economia mundial dá sinais de retomada nos negócios. 

O Fundo Monetário Internacional começa a enxergar o fim da crise e já fala em retomada dos níveis de crescimento nos próximos anos.  Também o panorama se configura de forma favorável à avicultura brasileira. Essas avaliações são do presidente da União Brasileira de Avicultura (UBA), Ariel Mendes, um dos palestrantes de abertura do 8° Simpósio Técnico de Incubação, Matrizes de Corte e Nutrição organizado pela Associação Catarinense de Avicultura (ACAV), em parceria com a Embrapa, no período de 21 a 23 de outubro de 2009, no Centro de Convenções do Sibara Flat Hotel, em Balneário Camboriú.galinha140

Mendes também ressalta que, passado o primeiro semestre de 2009, o que se vê é que a avicultura brasileira segue forte.  O excelente nível de consumo interno brasileiro de frango e a retomada dos níveis de exportação  - graças ao intenso trabalho da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frango (ABEF) – fez o segmento de cárneos superar a crise de forma saudável.

Neste segmento, em especial, há uma expectativa de crescimento – considerando análises da UBA e da ABEF - em torno de 5% das exportações brasileiras e de 3% no consumo interno, levando-se em consideração o crescimento vegetativo de 1,5% da população.

Outro setor que mantém excelentes perspectivas para o ano é a produção de ovos.  Internamente, há o intenso trabalho de fomento ao consumo do produto – que hoje segue patamares de 130 ovos per capta ano, índice considerado baixo, levando-se em conta o consumo mexicano, que supera as 300 unidades anuais - promovido pelo Instituto Ovos Brasil.

Já nas exportações, o Brasil vem fortalecendo suas ações em busca da abertura de novos mercados – em especial, da União Européia.  De um lado, UBA e empresas traçam diretrizes para a finalização de um sistema de gestão de qualidade.  Por outro, a entidade nacional direciona a formatação de um projeto junto a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX).  A expectativa é que, já em 2010, o país torne-se um pólo exportador do produto.

Há, ainda, bons ventos soprando para o comércio de material genético.  Reuniões com representantes governamentais de países importadores do produto brasileiro e o fomento à instalação de uma estrutura especial para o segmento no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), trazem boas perspectivas de aprimoramento no comercio internacional do segmento.  Hoje, graças ao bem sucedido trabalho desenvolvido pelas empresas avoseiras e bisavoseiras, o Brasil se posiciona como plataforma exportadora de material genético.  Isto representará em breve, excelentes oportunidades de negócios para o país.

- “Numa análise geral, é possível constatar que, apesar da forte crise internacional, a produção brasileira segue firme. Nosso sucesso é conseqüência do excelente trabalho técnico e administrativo desenvolvido pelas empresas nacionais, e mostra a força que o segmento avícola detém.   Afinal, somos responsáveis por 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB).  Geramos, direta e indiretamente, cinco milhões de postos de trabalho.  Lideramos o mercado mundial e detemos a terceira maior produção do planeta.  Superação de crises é algo natural para o setor avícola”, conclui Ariel Mendes.

PROGRAMAÇÃO

A programação inicia no dia 21, quarta-feira, às 20 horas, com solenidade de abertura e palestra com o Ariel Mendes, presidente da União Brasileira de Avicultura (UBA) e do Dr. Francisco Turra, presidente da Associação Brasileira de Exportadores de Frango (ABEF), seguida de coquetel de confraternização.

Na quinta-feira, dia 22, das 7h30 às 8h30 será a entrega dos materiais. Das 9 às 10 horas, a palestrante Elisabeth Gonzáles, abordará o tema “Variáveis que interferem nos resultados de eclosão e na qualidade do neonato e suas interações entre a formação, armazenamento e processo de incubação do ovo fértil”. Das 10h30 às 11h30, Marleen Boerjan, falará sobre “Avanços genéticos e seus impactos na incubação”.

No período da tarde, das 14 às 15 horas, Nair Katayama, abordará o tema "Fatores de interferência na integridade hepato-genito-urinária de matrizes: seus efeitos na produção e qualidade dos ovos". Das 15 às 16 horas, Ricardo Valle, prelecionará sobre “Fatores causadores de infertilidade”. Das 16h30 às 17h30, Winfridus Bakker, palestrará sobre “Ambiência em matrizes de corte”. Às 20 horas haverá o tradicional Jantar do Galo.

No dia 23, sexta-feira, das 9 às 10 horas, o tema “Termorregulação de aves de um dia: alternativas para otimizar a performance” será apresentado por Ron Meijhorf. Das 10h30 às 11h30, Antonio Mário Pens, falará sobre “Melhorando a performance de matrizes através da nutrição”. O encerramento está previsto para as 11h30.

A ficha de inscrição deve ser enviada para o e-mail acav-chapeco@hotmail.comcom o comprovante de depósito bancário, ou via fax (49) 3322-4350. Informações no sitewww.acavsc.org.br .

Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 5 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog