24 de março de 2009

Mistério: Sumiu o dinheiro da poupança

A caderneta de poupança é considerada o melhor investimento para o pequeno poupador brasileiro. Fácil de administrar e segura. Será? O Collor já meteu a mão nela, lembram? Imagine só, você com muito sacrifício, guarda todo mês um dinheirinho durante alguns anos na poupança. Um belo dia você precisa do dinheiro e quando chega na agência para sacar. Cadê? Vejam esta história: 

O pequeno município catarinense de Pedras Grandes, com 4,8 mil habitantes, é considerado o berço da colonização italiana no sul do Estado e a herança deixada pelos imigrantes está preservada em vários pontos da cidade. Agora um fato estranho aconteceu nesta pacata cidade. O sumiço do dinheiro da caderneta de poupança de centenas de moradores.

O dinheiro estava depositado na agência local do Besc, Banco do Estado de Santa Catarina, que foi incorporado no ano passado pelo Banco do Brasil. Segundo reportagem do jornal, Diário Catarinense do Grupo RBS, a quantidade de poupadores lesados, o total do prejuízo financeiro e as causas do problema são tratados com total sigilo pela instituição bancária.

Leia na íntegra a reportagem de Marcelo Becker do Diário Catarinense:

Dinheiro de poupança some no Besc

Blog Widget by LinkWithin

12 comentários:

  1. Olá Luiz!
    Já trabalhei por muitos anos numa instituição bancária e sei como funciona esse sigilo todo. Já pensou se vazassem centenas desses casos todos os dias na imprensa? Seria uma quebradeira geral de bancos.
    É aguardar para que seja devolvida toda a poupança guardada no BESC a seus legítimos poupadores.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Creio que o banco reembolse o dinheiro dos poupadores, mas até que isso aconteça, os pobres poupadores ficam no prejuízo.

    ResponderExcluir
  3. Que absurdo. Espero que o Banco do Brasil tenha a competência de resolver isso o quanto antes. Mas e quanto aos prejuízos causados neste período? Complicado.

    Abração

    ResponderExcluir
  4. Muito dinheiro NÃO vai ser devolvido, infelizmente. Acredito que o banco vai restituir aqueles cujas operações foram guardados recibos, depósitos. Muito desse dinheiro nem chegou a entrar no sistema e os poupadores nem sequer levavam recibo. São pessoas simples que confiavam no caixa do banco, que inclusive deveria ter seu nome divulgado.

    ResponderExcluir
  5. O POVO HONESTO, TRABALHADOR, PAGADOR DE SEUS IMPOSTOS NAO MERECIA TAMANHA CATASTROFE.PEDRAS GRANDES PASSA POR MOMENTOS DE MUITA INSEGURANCA.QUEM VAI RESSARCIR TODOS OS TRANSTORNOS CAUSADOS. FINANCEIIROS, TEMPO PERDIDO,PESSOAS IDOSAS, DOENTES, FICAM HORAS E HORAS NA AGENCIA SEM O MINIMO DE CONFORTO, SIMPLESMENTE PARA OBTER INFORMACOES E NA MAIORIA DAS VEZES NAO ENCOTRAM MAIS O SEU DINHEIRO POUPADO COM MUITO SUOR.

    ResponderExcluir
  6. Sou Advogado em Ribeirão Preto, e uma cliente minha sofreu um golpe de um funcionário do Banco do Brasil, Agência da Rua Duque de Caxias, no centro de Ribeirão. O funcionário, que se passava por gerente de investimento dizia à cliente para transferir dinheiro à conta de investimento para a compra de ações junto a bolsa de valor, e lhe entregou extratos durante os anos de 2004 até 2006 demonstrando as ações e as empresas onde esta investido o dinheiro.
    Quando a cliente pediu o resgate de parte dos investimentos para a compra de uma casa, descobriu que tinha sido vítima de um golpe perpetrado pelo funcionário do Banco do Brasil.
    O caso está sendo analisado pelo Juiz da 4a Vara Cível da Comarca de Ribeirão Preto, processo n. 2.161/2006. Já houve um inquérito criminal concluido junto a Seccional de Polícia onde apurou o crime praticado pelo funcionário do Banco do Brasil e falta de fiscalização dos atos praticados pelo mesmo junto ao referido banco, que nunca fiscalizou nada do que era feito pelo funcionário. Lembra do caso do caseiro de Brasília, por ter movimentado R$ 25.000,00 em sua conta a CEF o mandou ao COAF, o funcionário do Banco do Brasil de Ribeirão Preto movimentou indevidamente cerca de R$ 400.000,00 em sua conta e o Banco do Brasil nada viu e nada fiscalizou.
    Luís Fernando da Silva - OAB/SP n. 111.942-D, fone(16) 3632-7881 - 9714-1461.

    ResponderExcluir
  7. Olá Luís Fernado,
    Grato pela visita e pelo comentário. Sobre o caso de Pedras Grandes, ainda não tem nada resolvido, mas segundo o delegado encarregado do caso eles estão investigando uma possível participação de funcionários. O Banco do Brasil ainda não se manifestou e diz que só vai se manifestar após a sindicância interna.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Olá seu Luiz!!!
    O caso aki em Pedras Grandes continua muito complicado, ainda hj 9 de abril depois de quase 20 dias as pessoas lotam o banco em busca do seu dinheiro que muito pouco está sendo depositado, puro descaso até parece que as pessoas estao mendigando e nao cobrando uma coisa que de direito é seu. Nós esperamos que os milhoes volte rapido e que justiça seja feita e para esses indivíduos cadeia é pouco. O povo merece uma explicação e rápido pq senão o bicho vai pegar.

    ResponderExcluir
  9. Pois é meu caro, que coisa mais estranha, li outro dia que suspeitam de funcionários ou ex-funcionários, mas o Banco do Brasil que é o responsável está muito devagar. Torço para que seja logo resolvido, caso contrário que o povo que foi lesado bote a boca no trombone. O blog do Seu Luiz está a disposição para isso. Grato pelo comentário.
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Seu Luiz uma coisa é certa acredito que muita gente nao irá receber seu dinheirinho de volta, pq nao tem mais comprovante de deposito e muitos tem como reclhimento, guia de recolhimente, o dinheiro era depositado mas nao entrava na conta e muitos tem como saque sem ter sacado, mas esse se prova pq nao tem assinatura de quem sacou, automativamente foi o funcionario. Muitos anos esses funcionarios trabalhavam aki e adquiriram uma confiança sem tamanho com os correntista e isso levou a fraude ou seja a canalhice. Li esta semana que a deputada Adaa de Luca colocou em pauta na Assembleia Leegislativa o caso Besc PG, dois requerimentos foram aprovados por unanimidade. O primeiro pedindo ao BB agilidade tranparencia e rapidez no caso e o segundo para o Ministério Público tomar as medidas cabíveis, esperamos que surta efeito.

    ResponderExcluir
  11. O seu Luiz foram presos os suspeitos do roubo milionario da agencia do Besc de Pedras Grandes, entre eles o ex gerente o gerente administrativo, a esposa do ex gerente e a irma dela. So esperamos que realmente justiça seja feita.

    ResponderExcluir
  12. Adriana, também torço para que seja feita justiça e o dinheiro seja devolvido a quem de direito.
    Grato pela participação.
    Abraços

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 5 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog