10 de março de 2009

Constrangimento em Banco. Você já passou por isto ?

É desproporcional o extremismo com relação ao uso dos detectores de metais das portas giratórias de certas agências bancárias. Não se pode conceber que um cliente de um banco não possa entrar em uma agência ou, se quiser fazê-lo, tenha de se despir e provar que não estar armado.

Dabir da Silva Sabatto, residente no Bairro Limoeiro na cidade de Brusque SC, registrou um Boletim de Ocorrências por constrangimento ilegal. Segundo ele, na tarde de ontem(9/03/2009) por volta das 13h10min, foi até uma agência do BESC( Banco do Estado de Santa Catarina), para pagar sua conta de luz. Deixou os objetos pessoais que poderiam travar a porta giratória do banco em um porta objetos ao lado da porta. Mesmo assim a referida porta travou. Ele pediu ao segurança o destravamento da porta e este se negou. Pediu então para falar com o gerente do banco o que também lhe foi negado. Diante desta situação acionou a Polícia Militar que compareceu no local . Mesmo assim o vigia continuou negando a entrada do cliente no banco. Após mais de uma hora de tratativas o soldados da PM conseguiram convencer o gerente do banco a permitir a entrada do cliente.

Acho que nenhum meliante daria continuidade a qualquer tentativa de assalto em tais circunstâncias. O gerente acabou atendendo o Sr. Dabir, demonstrando que ele estava ali para ser atendido e não para roubar.

Fonte: Rádio Araguaia

Blog Widget by LinkWithin

9 comentários:

  1. Isso só mostra o preconceito que os bancos tem com seus próprios clientes, julgando todos como criminosos. Claro que eles não devem arregaçar as portas, mas muitas vezes falta bom-senso aos seguranças e gerentes. Até parece que com PM junta, a senhora que foi barrada iria assaltar o banco. Mesmo assim, muitas vezes os detectores de metal falham e os criminosos roubam do mesmo jeito. Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Essas portas fazem parte do abuso que os bancos exercem sobre nós clientes. O engraçado é que quando bandidos passam por ela, nunca trava e quando trava eles dão um jeito de entrar. Lamentável.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Uma vez, na minha agência, eu sem metal algum, fui "preso" na porta giratória. O segurança não foi com a minha cara. Me identifiquei e o mesmo foi irredutível. Também não saí da porta e ninguém podia sair ou entrar mais. Evoquei a Lei da Defesa do Consumidor, que vale mais do que uma portaria da polícia federal e disse que não sairia e que se chamasse a polícia militar para que eu registrasse uma queixa de constrangimento. Só depois de 10 minutos, com os clientes de dentro e de fora reclamando é que eles liberaram a porta, e só depois que o gerente geral "desceu" do seu pedestal e autorizou. Esse comportamento é ilegal e se há quem o defenda ele é imoral. Se todos peitassem esse absurdo, eles mudariam esse forma de acesso aos bancos. Vários já não usam portas giratórias. O segurança que fica dentro da cabine tem um controle que libera ou prende a porto, ou pela "cara" de quem entra ou por amostragem, a cada "x" pessoas que passam uma é bloqueada. Precisamos nos insurgir contra mais esse abuso dos bancos. Um abraço. Drauzio Milagres.

    ResponderExcluir
  4. Estava procurando algo sobre isso na internet e cheguei ao seu blog. Agora a pouco passei por uma situação constrangedora, tive que tirar literalmente tudo que havia na minha bolsa, mas como ela tem alças e metal continuou travando. O gerente veio até mim e disse que só liberava a porta se eu abrisse minha bolsa e lhe mostrasse o que tinha dentro. Eu abri a bolsa, porém todos que estavão perto ficaram me olhando, o gerente se exaltou e eu também. Uma falta de respeito com o cliente.

    ResponderExcluir
  5. É meu caro Luiz Fernando, o que não podemos é deixar passar em branco. Temos que denunciar estes absurdos. Os bancos tem todo o direito de melhorar a segurança para evitar assaltos. Mas o direito deles termina onde começa o nosso. Não podemos passar por este tipo de constrangimento. Existe hoje em dia tecnologia avançada para que não ocorra este tipo de situação. Eles que invistam nisto, pois o lucro dos bancos são enormes. O Blog do Seu Luiz estará sempre com as portas abertas para este tipo de denúncia.
    Abraços e obrigado por contribuir.

    ResponderExcluir
  6. ola meu nome e marcelo passei por um constrangimento paraceido hoje na hora do almoço fui ate a agencia da rua cardoso de almeida bairro pedizes agencia do banco itau no qual sou correntista e fiquei muito revoltado por que nao me deixaram entrar
    eu tirei tudo do bolço e mesmo assim aporta travou assim nao da ! so pude por que o gerente autorizou,outra gerente disse que eles diminuiram a sensibildade do sensor para travar mesmo por que assim eles estao protegidos! engraçado que so tinha um segurança no banco !um absurdo!se fosse bandido eles entrariam sem problemas
    estou revoltado!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Eu Passei por este constrangimento esta semana do jeito que os seguranças me trataram parecia que eu queria assaltar o banco, depois de muito persistência consegui entrar quando entrei as pessoas que estavam no banco ficaram me olhando de uma forma muito desagradável achando que eu ia fazer algum mal a elas, e eu fiquei tão constrangido que não consegui permanecer dentro da quela agencia enquanto eu não sai não paravam de me olhar, e o segurança na hora que eu entrei me seguiu ate a fila do caixa, me senti muito humilhado, e nesses casos posso processar o banco por constrangimento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pode e acho que deve processar sim, Thiago. Afinal o que não podemos é deixar passar em branco. Temos que denunciar estes absurdos. Os bancos tem todo o direito de melhorar a segurança para evitar assaltos. Mas o direito deles termina onde começa o nosso. Não podemos passar por este tipo de constrangimento.

      Abços

      Excluir
  8. Eu Passei por este constrangimento esta semana do jeito que os seguranças me trataram parecia que eu queria assaltar o banco, depois de muito persistência consegui entrar quando entrei as pessoas que estavam no banco ficaram me olhando de uma forma muito desagradável achando que eu ia fazer algum mal a elas, e eu fiquei tão constrangido que não consegui permanecer dentro da quela agencia enquanto eu não sai não paravam de me olhar, e o segurança na hora que eu entrei me seguiu ate a fila do caixa, me senti muito humilhado, e nesses casos posso processar o banco por constrangimento?

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 4 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog