9 de agosto de 2009

Alívio no campo

Nova lei sobre índices de produtividade rural aprovada pelo Senado, nesta semana, tranqüiliza os produtores, segundo a Faesc.

Alívio no campo: essa é a sensação geral no agronegócio brasileiro depois que a Comissão de Agricultura do Senado aprovou, em caráter terminativo, nesta semana, o projeto-de-lei que altera os critérios de desapropriação de terras para fins de reforma agrária no país. A matéria, defendida no Congresso pela senadora Kátia Abreu, presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), blinda as propriedades rurais consideradas produtivas, tira poder do Executivo ao submeter eventual processo desapropriatório ao Congresso Nacional e concede prazos adicionais de adequação a donos de terras improdutivas.

“É a melhor notícia que o campo recebe nos últimos 40 anos”, festeja o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), José Zeferino Pedrozo.

O projeto será, agora, analisado pela Câmara dos Deputados sem a necessidade de passar por aprovação do plenário do Senado. Um de seus principais efeitos é desatrelar os parâmetros do grau de utilização da terra (GUT) e grau de eficiência na exploração (GEE) que definem a desapropriação. O conceito de "propriedade produtiva" passará a ser fixado apenas com base no GEE. Pela nova lei, o GUT servirá apenas para saber se o aproveitamento da propriedade e sua função social é racional e adequado. Hoje, esses índices se constituem em mecanismo de indicações de imóveis rurais, pelo Incra, na desapropriação de terra para fins de reforma agrária.

Pedrozo assinala que “a nova norma é justa porque a atividade agropecuária é afetada pela freqüente frustração de safra por adversidades climáticas, falta de crédito, preços baixos e crises de mercado”. O presidente da Faesc lembra que as crises na agricultura são cíclicas e, portanto, os normativos devem prever mecanismos de proteção aos produtores rurais, permitindo a opção de não cultivar (produzir) quando a tendência é obter prejuízo.

A lei atualmente em vigor considera improdutiva e passível de expropriação as propriedades com índices GUT abaixo de 80% e GEE menor do que 100%. No caso de um produtor decidir pela redução da produção e da sua área plantada, por uma questão estratégica de mercado, corre o risco de ser desapropriado.

Para evitar excessos e injustiças do Poder Executivo, o novo texto submete ao Congresso toda proposta de alteração do Executivo para os índices de produtividade usados em processos de reforma agrária. Além disso, regionaliza esses índices. Novas alterações nos índices só poderão ser feitas com base em estudos científicos. Hoje, os índices são decididos por proposição conjunta dos ministérios da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário, ouvido o Conselho Nacional de Política Agrícola.

INOVAÇÃO

O texto também instituiu a figura da "microrregião homogênea" para cálculo dos índices de rendimento de lavouras e da pecuária. Os indicadores serão adaptados a cada região específica de produção, o que inibe eventual uniformização de parâmetros. O texto fixa prazos adicionais para o cumprimento de eventuais novos índices propostos pelo Executivo e aprovados pelo Congresso. Os produtores de culturas temporárias, como soja, milho e algodão, passam a ter dois anos para obedecer aos novos índices de produtividade ou ajustes de parâmetros já existentes. Pecuaristas e produtores dedicados a lavouras perenes, como café, cana e cacau, terão cinco anos para a adaptação.

Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 6 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog