21 de junho de 2009

Internet é essencial para crescimento das pequenas empresas

Avaliação é do gerente de suporte para pequenas empresas do Google, Luciano Santos.

A internet revolucionou a comunicação e isso inclui a forma de fazer comércio e propaganda. A inserção das micro e pequenas empresas nesse mundo é fundamental para o seu crescimento. A avaliação é do gerente de suporte para pequenas e médias empresas do Google, Luciano Santos, em palestra, nesta semana, para técnicos do Sebrae, em Brasília.


Luciano deu uma noção da importância da internet: hoje, 1,4 bilhão de pessoas estão on line no mundo, a América Latina tem 141 milhões de internautas e a estimativa é de que 64 milhões estejam no Brasil, onde a banda larga também cresce em âmbito doméstico. Esse ambiente é reforçado com o surgimento das chamadas comunidades, ampliando o potencial desse meio de comunicação.


“Hoje, a internet não é só venda, compra ou possibilidade de fazer propaganda, é, também, a possibilidade de fazer perguntas e dar opiniões para tomar decisões” exemplificou. Luciano também lembrou: o comércio eletrônico já é uma realidade no País, tanto que o e-comerce é um negócio bilionário estimado, este ano, em R$ 9,2 bilhões. Os anunciantes, por sua vez, já estão percebendo esse potencial. Em 2008, o investimento em publicidade on line foi de R$ 759 milhões, informou o palestrante.


Por outro lado, lembrou, a realidade da propaganda nos meios tradicionais como rádios, jornais, revistas e televisão também mudou especialmente com o aumento da quantidade de veículos. Isso, entende, dificulta maior alcance do público-alvo, principalmente para os pequenos negócios, com poucos recursos para investir nessa pulverização e tendo que optar por um ou outro veículo.


Na sua avaliação, é impossível para uma empresa “tentar atingir um grande público utilizando os meios tradicionais se não for uma multinacional”. A alternativa, acredita, está na internet, acessada diariamente por milhões de pessoas e permitindo, aos internautas, encontrar o que procuram de maneira mais rápida.


Entre as vantagens da internet, Luciano relaciona segmentação, “permitindo a escolha do público que acessará à propaganda ou o produto oferecido; flexibilidade, não havendo necessidade, por exemplo, de esperar a impressão ou publicação de determinado material publicitário; e a possibilidade de mensurar a efetividade da iniciativa. Luciano admite, porém, que muitas pequenas e até médias empresas enferntam o problema da exclusão digital, não só pela falta de acesso à internet, mas também pela dificuldade em utilizar suas ferramentas. Por isso, admite, muitas dessas empresas entram nesse mundo digital mas acaba saindo.


“Isso tira a possibilidade da empresa concorrer de maneira justa com outras, porque quem consegue utilizar o sistema está na frente”, diz. Segundo ele, o próprio Google, vem buscando meios para treinar esse público de forma on line, mas encontra resistências. O ideal, acredita, é levar educação digital a essas pessoas em sala de aula, nformando “desde o que é e qual a importância da internet até a utilização da publicidade e do comércio on line”.

Por: Dilma Tavares da Agência Sebrae de Notícias

Blog Widget by LinkWithin

Um comentário:

  1. Amado num mundo globalizado, é fundamental que as empresas invistam cada dia mais na internet, pois se assim não procederem ficarão a margem dos negócios.
    A paz

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 6 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog