17 de setembro de 2010

Eleições 2010: Consulte seu local de votação no site do TSE

Faltam 16 dias para os brasileiros escolherem seus representantes políticos na eleição marcada para o próximo dia 3 de outubro. Além de informações sobre os candidatos, a página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na internet oferece aos eleitores serviços que permitem consultar o local de votação; a situação cadastral; ou os caminhos para justificar a ausência no dia da eleição.

No site do TSE, a primeira opção, logo no canto superior esquerdo, é "Serviços ao Eeleicoes2010leitor". Um dos serviços oferecidos é a consulta ao local de votação. Basta preencher o nome completo, a data de nascimento, e o nome da mãe para descobrir aonde se dirigir no dia da votação e em que seção eleitoral está cadastrado.

Também é possível verificar a situação do título de eleitor, se está regular ou em dívida com a Justiça Eleitoral em decorrência do não pagamento de multas. A multa é gerada por ausência no dia da eleição e pela falta de justificativa, entre outros casos.

Caso o eleitor esteja em dia com as obrigações eleitorais, poderá ainda imprimir certidão de quitação eleitoral ou de crimes eleitorais, que funciona como um nada consta da Justiça Eleitoral. Tem ainda informações para quem vota no exterior com passo a passo para pedir a transferência do título e os locais onde podem obter auxílio em outros países.

Outra opção útil é para o eleitor que estiver fora de seu domicílio eleitoral no dia da eleição e tiver de justificar sua ausência. Basta imprimir o formulário de justificativa, preenchê-lo e apresentar em qualquer seção eleitoral no dia da eleição ou até 60 dias depois. É importante lembrar que a ausência a cada turno da eleição deve ser justificada individualmente.

Além disso, o eleitor que tiver dúvidas sobre algum assunto relacionado às eleições poderá esclarecê-las e solicitar informações diretamente ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de seu estado, por meio do telefone ou via e-mail encaminhado a Central do Eleitor do TSE.

Fonte: TSE

Blog Widget by LinkWithin

Um comentário:

  1. SÍNDROME DA “ZERESIMIA” E A JUSTIÇA ELEITORAL


    Em cerimônia realizada no TSE no dia 02/09/2010 com ampla divulgação e cobertura da imprensa nacional, foram assinados e lacrados os programas que serão usados nas eleições 2010.

    Mas os programas estavam com defeitos e precisaram ser consertados e re-assinados numa “cerimônia” mais intima nos dias 13 e 14/09/2010 . Assinaram os programas o TSE e o MP. A OAB não compareceu.

    Essa foi a maior prova de que NENHUM dos entes que os assinaram em 02/09/2010, puderam auditá-los posto que teriam avisado dos problemas existentes.

    Mesmo assim a infalibilidade do sistema é garantida pela Justiça Eleitoral, mas não existem testes independentes que comprovem essa afirmação. TODAS as checagens permitidas pelo TSE dependem de respostas dos próprios programas que se estiverem com DEFEITOS por causas intencionais ou falhas, vão dar as respostas de acordo com a programação.

    Nenhuma notícia foi veiculada sobre esse fato, quer da imprensa ou do TSE. No site da Justiça Eleitoral, continuam as informações do dia 02/09/2010. Do dia 14/09 Nada! Segredo e Silêncio absolutos. Eu fui lá vi as assinaturas mas segundo a mídia e o TSE isso não aconteceu. Permanece o dogma de sistema eleitoral brasileiro 100% seguro e 100% perfeito.

    Devo estar com sintomas de “ZERESIMIA” já que o conserto dos programas pelo TSE em 14/09/2010 me pareceu tão real como ter visto fraude nos testes de carga das urnas do Município de Itajaí-SC nas eleições de 2008 ou nas Eleições de 2004 ter visto Boletins de urnas recebidos às seis horas da manha, no Município de Marília-SP.

    Para quem não sabe “ZERESIMIA” é mal que acomete pessoas, fazendo-as acreditar inexistir votos na urna, quando, no inicio da votação, seu próprio programa imprime um documento com número 0 (zero) na frente do nome dos candidatos à eleição.

    Deve-se ainda à “ZEREZIMIA” eu ter verificado que o código-fonte do sistema de segurança da BIOS (que controla a inicialização das urnas para tentar impedir a inserção de programas adulterados), foi confiado também ao Setor de LOGÍSTICA da Secretaria de Informática do TSE, encarregado de comprar, distribuir, armazenar e gerenciar o material das eleições.

    Pode ser um agravamento do meu quadro pois o administrador eleitoral não daria tratamento tão descuidado a esse instrumento de segurança, exceto que a concentração de poderes que detém, lhe garanta fazer valer o resultado que o sistema apurou.

    Devo acreditar que do mesmo mal sofrem aqueles que deixam de noticiar certos fatos considerando apenas que a Justiça Eleitoral consegue captar somar e divulgar rapidamente os dados da eleição, vez que não há como eleitor ou sociedade auditar, de forma independente, os resultados para conferir o destino que o voto tomou.


    MARIA APARECIDA CORTIZ
    ADVOGADA EM SÃO PAULO

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 4 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog