26 de agosto de 2010

27 de agosto: Dia do corretor de imóveis

Nesta sexta-feira, dia   27 de agosto, comemora-se no Brasil o dia do profissional corretor de imóveis. A data foi instituída com aprovação da Lei nº 4.116, no ano de 1962, quando ocorreu a regulamentação do exercício da profissão de Corretor de Imóveis e o surgimento do Conselho Federal e dos Conselhos Regionais de Corretores de imóveis.

De acordo com o presidente do Sindicato do Mercado Imobiliário Secovi/Oeste, Paulo Jorge Lise, a comemoração desta data é importante porque representa o momento de refletir nas conquistas e nos dilemas enfrentados pela categoria ao longo dos anos. “A regulamentação da profissão de corretor de imóveis gerou a ordem no caos que estava instalado. O profissional responsável e idôneo qualifica as negociações e garante a segurança dos negócios”, comenta Lise.

Lise explica que para evitar aborrecimentos, tanto para vendedores quanto para os compradores, a presença do corretor de imóveis e a intermediação da imobiliária são fundamentais na hora de efetivar um negócio. “Temos visto, até com relativa frequência, pessoas que não tem o acompanhamento de um profissional na hora de fazer o negócio imobiliário e acabam tendo problemas legais e jurídicos, prejuízos financeiros ou, até mesmo, transtornos com o imóvel que não apresenta boas condições físicas” explica.condom

O presidente alerta que é imprescindível saber se a pessoa que se apresenta como corretor de imóveis está legalmente habilitada para a função e credenciada junto ao Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) do seu respectivo Estado. O corretor poderá orientar ao comprador, vendedor, locador ou locatário, quanto aos documentos necessários para efetivação do negócio de venda ou locação do imóvel. “Com a nova edição do Código Civil, o corretor passou a ter mais responsabilidades, e consequentemente, o cliente passou a ter mais segurança na hora de fazer o negócio”, enfatiza Lise.

O corretor de imóveis conhece os aspectos gerais de arquitetura e engenharia, sendo assim, poderá avaliar o estado físico do imóvel e identificar a necessidade de eventuais reformas. Além disso, o corretor conhece os sistemas de financiamento imobiliário, algo que facilita a venda para interessados que não podem adquirir à vista ou em curto prazo.

Lise ainda reforça que se engana quem pensa que a intermediação imobiliária do corretor acarreta aumento no valor do imóvel. “Passou o tempo que o proprietário interessado em vender um imóvel procurava o corretor para consultar o preço. Hoje quem quer vender já pede o quanto quer ganhar com o negócio e o corretor ganha a comissão referente ao negócio”, explica Lise.

Por: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Não Tente Abraçar o Mundo… - Acompanhe o excelente trabalho de *Evelyne Leandro*. Adquira suas cartilhas. *https://evelyneleandro.wordpress.com/cartilhas/cartilha-01-como-montar-uma-ong...
    Há 5 dias
  • - As Pontes de Balanço - *AS PONTES DE BALANÇO* *RECORDAR É VIVER.* *Mais uma contribuição do amigo Sérgio Cunha* Alguém já falou esta frase: “*Recordar é vive*r”. Até 1961 ...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há um ano
  • -

Arquivo do Blog