27 de junho de 2010

Dor de frio

As baixas temperaturas, para muitas pessoas, além de trazer o frio acompanham o aumento da sensação de dor. Um exemplo é quando se está com a mão gelada e a batemos em alguma coisa, parece que a dor é muito maior do que seria se não estivéssemos com frio.

O médico ortopedista e traumatologista, Joaquim Reichmann observa que as pessoas mais magras são as que mais reclamam das dores do frio. “A gordura corporal funciona como um isolante térmico, e por isso, as pessoas que estão dentro ou abaixo do peso ideal sentem mais o frio e seus efeitos”, aponta.

Além disso, Reichmann observa que o aumento das dores no inverno também podem estar associadas à construção vascular, que é o estreitamento dos vasos sanguíneos. “Os pacientes com problemas circulatórios, podem se queixar de dor e incômodo nas pernas, por exemplo”.frio

Reichmann explica que no frio, as terminações nervosas tornam-se bem mais sensíveis e até quem não tem problemas de saúde, pode apresentar dores provocadas pelo frio. “O fato de se encolher por causa do frio, gera tensão muscular, contratura, mal-estar e, consequentemente, a dor”. O médico diz que o problema pode se acentuar em pessoas que sofrem de dores nevrálgicas, ou seja, aquelas associadas a lesões nos nervos periféricos. “Esses pacientes, na medida do possível, devem evitar as baixas temperaturas para minimizar o desconforto”, afirma.          

Independente da estação do ano, Reichmann adverte que o hábito de caminhar deve ser mantido. No entanto, ele ressalta que alguns cuidados são importantes durante a estação mais fria do ano. “Um exemplo é a respiração que se altera na caminhada no inverno, porque o ar gelado entra pelo nariz e se choca com a temperatura interna do corpo — cerca de 36 graus, e ainda ficamos sujeitos a lesões musculares, gripes e resfriados”.

A maneira mais eficaz de prevenir as dores do frio e diminuir as queixas, é o alinhamento postural, capaz de fazer os músculos funcionarem de forma adequada diminuindo o excesso de tensão no corpo. “É importante utilizar roupas adequadas e praticar atividade física periodicamente”, afirma o médico.

Quanto aos alongamentos, Reichmann sugere, que tenham duração de, no mínimo, 15 minutos antes e 15 minutos depois da atividade. “No frio, o sarcoplasma (líquido intramuscular) que permite o deslizamento das fibras, engrossa e o resultado de um movimento errado pode ser uma distensão muscular”, finaliza o médico.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 5 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog