2 de julho de 2009

Serviço de Registro de Alerta do SPC dá bons resultados em Santa Catarina

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) de Santa Catarina, em conjunto com os SPC’s locais, está comemorando o sucesso do serviço de atendimento para registro de alerta, o 0800 729 8888. Desde o seu surgimento, em outubro de 2008, foram efetuados aproximadamente 6.613 registros, o que significa mais informações no banco de dados e qualificação de nossos serviços.

A fim de melhorar ainda mais, o SPC/SC coloca a disposição de todas as entidades, gratuitamente, materiais como lâminas e adesivos, para divulgação em suas respectivas cidades. “A idéia é tornar este serviço ainda mais conhecido da população catarinense, caracterizando-o como uma alternativa social de segurança ao crédito”, concorda o presidente da CDL Chapecó, Dornéles Dávi.

Algumas ações como orientar as delegacias para que o consumidor entre em contato após o registro do boletim de ocorrência (BO), deixar material informativo em delegacias e locais estratégicos onde haja um grande fluxo de pessoas, e informar sobre a não necessidade de ter o BO em mãos para a inclusão do alerta, fazem parte das orientações do SPC.

Para a comunicação de perda de algum documento, seja cheque, carteira de identidade ou CPF qualquer cidadão pode ligar para o serviço que está disponível através do número 0800 729 8888 durante 24 horas por dia, sete dias por semana.

A Federação Brasileira dos Bancos calcula que o prejuízo com fraudes por falsificação de documentos chegue a R$ 1 bilhão de reais por ano e que cerca de 1,5 milhão de documentos são roubados, furtados ou extraviados.

A orientação da CDL é que a vítima de roubo de documentos, além da realização do boletim de ocorrência (BO) em delegacia e no banco onde possua conta corrente, faça também, o mais breve possível, um registro no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) para evitar que outras pessoas façam dívidas em seu nome.

Assim, cada vez que o consumidor for utilizar o sistema de crédito, e aparecer a restrição em seu nome, a compra será liberada com a apresentação do BO. “Estará protegido o consumidor vítima de roubo de documentos e também os lojistas que não amargarão prejuízos vendendo mercadorias para pessoas portadoras de documentos roubados”, explica o presidente da CDL Chapecó, Dornéles Dávi.

Fonte: Marcos A. Bedin
MB Comunicação
Assessoria de Imprensa
(49) 3323-4244, (49) 9967-4244
mb@mbcomunicacao.com.br

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há uma semana
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog