2 de julho de 2009

Primeiro dia do Empreendedor Individual supera expectativa

No primeiro dia da entrada em vigor do Empreendedor Individual, é grande a demanda por informações nos postos do Sebrae.

A procura por informações sobre o Empreendedor Individual nos pontos de atendimento do Sebrae superou as expectativas no primeiro dia em que passou a vigorar a nova figura jurídica. Três estados registraram crescimento expressivo na demanda de seus clientes.


No Sebrae em Santa Catarina, a procura foi significativa, tanto pela Central de Relacionamento (0800-570-0800), quanto nos pontos presenciais do Estado. Mais de 750 pessoas foram a esses pontos só para saber mais sobre a nova lei. O número normal de atendimentos presenciais diários é de 80. No call center foram recebidas 250 ligações a respeito do Empreendedor Individual. A média normal é de 100 ligações por dia.


"Ficamos surpresos com essa demanda e achamos que ela deve aumentar ainda mais nos próximos dias", diz Kátia Rausch, gestora de Políticas Públicas do Sebrae/SC. Ela acredita que, na sexta (3), evento de lançamento do Empreendedor Individual em Florianópolis deve chamar ainda mais atenção para o tema. A cerimônia será às 15h na Assembléia Legislativa e contará com a presença do ministro da Previdência, José Pimentel. Na Central de Relacionamento do Sebrae em Mato Grosso, 90% das ligações foram de clientes à procura de informações sobre o assunto e no atendimento presencial, 40 clientes buscaram informações a respeito da lei.


O Sebrae no Maranhão realizou 120 atendimentos nos seus postos e 32 chamadas para o call center nesta quarta-feira específicos pela procura de informações sobre Empreendedor Individual. Segundo Reijane Almeida, da Unidade de Atendimento do Sebrae/MA, as principais perguntas dos interessados eram como se cadastrar e quais benefícios. Todos os interessados demonstraram interesse em aderir à nova figura.


Ulisses Fontoura, gerente de Projetos de Atendimento e Apoio ao Empreendedor do Sebrae/GO, informa que em Goiás a Central de Relacionamento teve um aumento de 70% no fluxo normal das ligações, com 302 chamadas no 0800 específicas sobre o Empreendedor Individual. Nos pontos de atendimento, houve a presença de 50 clientes interessados no assunto. As dúvidas mais freqüentes eram sobre como obter o CNPJ e quanto pagar à Previdência.

A coordenadora do posto do Sebrae aconselha aos candidatos a empreendedor individual, que forem pessoalmente fazer o registro na Central Fácil, a levar carteira de identidade, CPF e consulta prévia, junto à Administração Regional, sobre o imóvel onde funciona o empreendimento. "Vai facilitar o cadastramento nesses primeiros dias de registro até que o portal e sistemas estejam funcionando 100%", argumentou Hélia.


"O sistema de formalização [que é via www.portaldoempreendedor.gov.br] está disponível apenas no Distrito Federal, por enquanto. Nos demais estados, esse sistema vai ser disponibilizado aos poucos", avisa Hélia Castro.


De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, a inscrição nos estados não foi possível ainda porque suas redes estaduais, incluindo as Juntas Comerciais, não estão integradas ao Portal do Empreendedor. A previsão é que em 90 dias todas as unidades da Federação estejam integradas. A expectativa é de que – ainda esta semana – estejam incluídos São Paulo, Rio de Janeiro e, em seguida, Minas Gerais.
Na manhã desta quarta-feira (1º), o Portal do Empreendedor havia recebido quase 56 mil visitas de todo o Brasil e até de outros países. Entre eles, Japão, Estados Unidos, Argentina, Alemanha e Portugal.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Blog Widget by LinkWithin

4 comentários:

  1. Olá, Luiz!

    É extremamente importante o incentivo, a orientação e o apoio para o empreendedor individual. São essas pessoas que podem erguer o nosso país, aumentar a renda da nossa sociedade, gerar emprego e renda. É bom lembrar que com o apoio adequado poucos empreendores amargarão insucessos e muitos obterão prosperidade o que significa que serão gerados mais impostos, menos pessoas procurando emprego e aumentando a oferta de emprego. Esse é o caminho para o nosso progresso e para o nosso sucesso.

    Abraços

    Francisco Castro

    ResponderExcluir
  2. Finalmente muitos poderão sair da informalidade. O governo acordou tarde, mas antes tarde do que nunca. O projeto mais importante da área nos últimos anos.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. A informalidade não é boa nem para o trabalhador nem para o governo, ótima iniciativa.
    A paz

    ResponderExcluir
  4. Empreender é ousar e buscar encontrar caminhos e soluções para os sonhos sonhados.Por essa razão o empreender deveria ser mais estimulado pelo Governo perdulário e gastador que muito confisca e pouco incentiva e investe para fazer muitos mais sonhos empreendidos em realidades de empresas. No Brasil a cada 10 empresas que abrem em 10 anos apenas uma sobrevive. Porque será?

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 6 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog