20 de setembro de 2010

A osteopatia recoloca o organismo no caminho da saúde

“O ser humano é dotado de grande poder de autocura e a intervenção da osteopatia recoloca o organismo no caminho da saúde. Quando se restabelece as funções normais da estrutura músculo-esquelética, melhora a circulação dos influxos nervosos e sanguíneos.” A constatação é do fisioterapeuta osteopata, Edson Bramatti, que atua na Clínica Reichmann de Chapecó.

Bramatti explica que a osteopatia é um sistema de avaliação e tratamento, com metodologia e filosofia própria, que visa restabelecer a função das estruturas e sistemas corporais, agindo através da intervenção manual sobre os tecidos (articulações, músculos, fáscias, ligamentos, cápsulas, vísceras, tecido nervoso, vascular e linfático). Segundo ele, a osteopatia deve ser desmistificada, pois está baseada na anatomia, na fisiologia e semiologia, não deve ser considerada esotérica e sim cartesiana, não há receitas, mas sim um tratamento que se baseia em exame osteopático.

“A validade da osteopatia é tão concreta que é recomendada e incentivada pela OMS (Organização Mundial de Saúde) como prática de saúde”, afirma Bramatti. A técnica é indicada para tratar todas as dores músculo-esqueléticas, como torcicolos, lombalgias agudas e crônicas, desequilíbrio da pelve e hérnias de disco. Também é indicada nas dores dos membros superiores e inferiores.osteopatia

O fisioterapeuta explica que osteopatia é uma especialidade que conquista o mercado dia após dia, já que a fisioterapia redimensiona a autonomia em cima das terapias manuais. “O objeto do trabalho de fisioterapia é o movimento humano em todas as suas expressões”, aponta.

Sobre a aplicação da osteopatia em atletas de alto nível, Bramatti diz que o tratamento contribui para manter a melhor forma possível. Tenistas, jogadores de futebol, de basquete, maratonistas, entre outros, se beneficiam dos tratamentos curativos e preventivos. “A técnica já é bastante difundida e aplicada em departamentos médicos de várias equipes de futebol profissional do Brasil e do exterior”, salienta Bramati.

As lesões ortopédicas prejudicam a perfeição dos gestos técnicos, diminuem a performance e podem se agravar a longo prazo. O fisioterapeuta orienta que tratar as cadeias musculares e normalizar as funções finas articulares permitem restaurar a harmonia e a eficácia dos gestos esportivos. Certos esportes como tênis, futebol ou as artes marciais provocam frequentemente distensões musculares e bloqueios vertebrais, que podem ser tratados pela Osteopatia, o que ocorre também com jogadores de futebol profissional, muito expostos a problemas mecânicos. Nas competições nacionais e internacionais, é comum as equipes contratarem um osteopata para cuidar dos atletas.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 4 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog