20 de agosto de 2009

Frango caipira é alternativa de renda

O frango caipira é criado em sistema de semiconfinamento

A criação de frango caipira está trazendo bons resultados para produtores da microbacia Córrego das Flores, em Canoinhas-SC. O projeto envolve inicialmente quatro famílias que criam, no total, 300 frangos.

Os animais se destinam ao consumo próprio e à venda nas comunidades vizinhas. A ação é da Epagri e do Projeto Microbacias 2 em parceria com o Centro de Educação Profissional Vidal Ramos e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural.galinha140[3]


Uma das principais diferenças em relação à avicultura convencional está na idade de abate: o frango colonial é abatido com pelo menos 85 dias. Já o frango convencional recebe promotores de crescimento e outros medicamentos para prevenir doenças e melhorar a produtividade, o que reduz a idade para cerca de 40 dias.


O frango caipira é criado em sistema de semiconfinamento: à noite, fica no aviário e recebe ração e, durante o dia, é mantido em piquetes onde se alimenta de quirera e pasto. Os animais não recebem promotores de crescimento e as raças são específicas para esse sistema de produção. “O bem estar animal, respeitando aspectos fisiológicos do crescimento natural do frango, se reflete na qualidade da carne. Além disso, a probabilidade de doenças diminui devido à menor concentração de animais por metro quadrado”, explica o engenheiro agrônomo Daniel Uba, extensionista da Epagri/Escritório Municipal de Canoinhas.


O manejo sanitário é realizado dentro das exigências técnicas. Os medicamentos são alopáticos, mas também são usados produtos naturais com a meta de evoluir para o sistema orgânico no ano que vem. “Os alopáticos são ministrados conforme a necessidade e não de forma rotineira e preventiva. Para esses casos, usamos produtos naturais como própolis, vinagre e chás”, explica o agrônomo.


As vantagens para o produtor estão na autonomia de produção, no uso de alimentação de origem vegetal, no consumo próprio da carne e no maior valor agregado dos produtos. Enquanto o frango convencional é vendido a cerca de R$ 2,00 o quilo, os produtores de Canoinhas vendem o caipira entre R$ 4,50 e R$ 5,00 o quilo. O custo de produção varia entre R$ 2,80 e R$ 3,20, mas já se busca diminuir esse valor com o uso de ração própria.

Fonte: Matéria elaborada por Cinthia Andruchak Freitas/GMC/Epagri

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 5 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog