17 de janeiro de 2010

Museu da Colonização será destaque na 12a Itaipu Rural Show

O Museu da Colonização será um dos destaques da 12a edição do Itaipu Rural Show – maior feira de difusão tecnológica do agronegócio de Santa Catarina – que ocorrerá entre os dias 27 e 30 de janeiro de 2010, em Pinhalzinho no oeste catarinense.

    Construída no ano passado, a sede física do museu, uma casa típica do período da colonização, conta com 366 metros quadrados de área construída em três pavimentos. A base é de pedra e a estrutura é de madeira de pinheiro (araucária), tal como eram construídas na época da colonização. O acervo inicial com cerca de 200 peças, entre utensílios domésticos e máquinas e equipamentos utilizados pelos colonizadores será ampliado com mais 30 peças obtidas através de doação das famílias rurais associadas à Cooperitaipu. Esse conjunto estará disposto de forma a mostrar aos descendentes como os antepassados viviam há cerca de um século e meio atrás.

O presidente da Cooperitaipu, Arno Pandolfo, explica que o objetivo do Museu é recuperar e preservar a identidade das etnias, a história de pioneirismo e desbravamento da região pelos imigrantes italianos, alemães e poloneses que colonizaram a região. “A compreensão da história contribui para a construção do futuro”, assinala.

        As peças começaram a surgir com o programa De Olho na Qualidade, que o Sebrae, o Senar, o Sescoop e a cooperativa desenvolvem nas propriedades rurais desde 1998. O programa tem uma etapa chamada “descarte” em que trata da destinação de bens inservíveis. Nessa fase surgiram muitas peças que deixaram de ser utilizadas no processo produtivo, porém são de elevado valor histórico.

MuseuColonialRádio

Objetos utilizados pelos colonizadores da região oeste de Santa Catarina(Foto Marcos A. Bedin)

     

  O projeto do museu deverá ser completado gradativamente. Ao redor da casa serão construídos o poço, o forno, o local para o tanque de lavar roupas, a casa de banho e privada e outras benfeitorias, como paiol e estrebaria. “O que se quer é caracterizar da maneira mais fiel possível o ambiente de uma propriedade das últimas décadas do Século XIX até meados do Século XX. Até a cor da casa será natural. O envelhecimento da madeira será pela ação do sol e chuva e somente após alcançada a tonalidade desejada é que receberá uma camada de verniz para a sua preservação”, diz José Biavatti, responsável pelo acervo.

MuseuColonialMoveis

Móveis antigos utilizados pelos colonizadores da região oeste de Santa Catarina(Foto Marcos A. Bedin)

A expo-feira atrairá um público aproximado de 50.000 visitantes e proporcionará negócios superiores a 10 milhões de reais. O público-alvo é formado por produtores rurais de pequeno e médio porte, técnicos e dirigentes originários do grande oeste de Santa Catarina, do noroeste do Rio Grande do Sul e do sudoeste do Paraná, além de Mato Grosso do Sul e países como Paraguai e Argentina.

A iniciativa da Cooperativa Regional Itaipu tem o patrocínio da Nutron Alimentos, Ceraçá e Creditaipu e apoio dos governos federal, estadual e municipal, Sebrae/SC, Senar/SC e Sescoop/SC.

Fonte: MARCOS A. BEDIN/MB Comunicação Empresarial/Organizacional

marcos.bedin@mbcomunicacao.com.br

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 6 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog