31 de agosto de 2011

As águas de agosto

O mês de agosto de 2011 será lembrado pelos catarinenses, como um dos meses mais chuvosos dos últimos tempos, especialmente na faixa leste do estado, do Planalto ao Litoral, onde a chuva foi o dobro e até o triplo do esperado quebrando recordes de 24h e mensais em vários municípios. A Defesa Civil de Santa Catarina registrou desde a última segunda-feira (29), ocorrências em diversos municípios catarinenses causados pelas chuvas, ventos fortes e granizo.

Foi um mês marcado pela presença da umidade e da instabilidade devido a posição do jato subtropical (ventos fortes em altos níveis da atmosfera), que manteve o canal de tempestade em cima do nosso Estado, o que favoreceu a atuação e intensificação de frentes frias e sistemas de baixa pressão. Foi tambéchuvasm um mês, em que os temporais com ventania, granizo e muita atividade elétrica (raios), característica mais frequente na primavera, causaram destruição em SC. Foram poucos dias de sol, consecutivos entre 1 e 4 dias, dependendo da região do estado.

Mais de 260 mil pessoas já foram afetadas pelos temporais no Estado, conforme relatório divulgado pela Defesa Civil. O número de municípios em situação de emergência também subiu: já são 12; os últimos a emitir o decreto foram Alfredo Wagner, Bom Jesus e Vítor Meireles. Nesta quarta-feira, a Defesa civil presta atendimento às famílias atingidas e começa a contabilizar os recursos para a reconstrução das cidades.

 
As chuvas, granizo e ventos fortes deixaram mais de 6 mil desalojados e 800 desabrigados em Santa Catarina. Dos 66 municípios afetados, Anchieta e Formosa do Sul, atingidos por granizo, decretaram Estado de Calamidade Pública. O Oeste foi a região que teve sua infraestrutura mais comprometida, segundo informações do diretor da Defesa Civil Estadual, major Márcio Luiz Alves.

Análise feita com base nas estações meteorológicas ativas monitoradas pela Epagri e INMET mostram os seguintes dados:

Quebra de recorde de 24h:

Lages: acumulado de 113,3mm, sendo o recorde anterior 2006 (88,6mm);

Matos Costa: acumulado de 87,0mm, sendo o recorde anterior 1997 (76,0mm);

Campos Novos: acumulado de 141,8mm, sendo o recorde anterior 2006 (104,2mm);

Florianópolis: acumulado de 92,1mm, sendo o recorde anterior 2005 (90,1mm).

Quebra de recorde mensal:

Blumenau: acumulado de 342,4 mm, sendo o maior acumulado desde que a estação meteorológica foi instalada;

Indaial: acumulado de 334,5 mm, superando o de 1998(307,3mm);

Itajaí: acumulado de 336,6 mm, superando o de 1984 (295,8);

Joinville: acumulado de 366,1 mm, superando 1998 (302,5);

Ituporanga: acumulado de chuva de 355,0 mm, superando o ano de 2002 (197,6 mm);

Lages: acumulado de 373mm, superando o ano de 1965 (320,5mm);

São Joaquim: acumulado de 372,9 mm, perdendo apenas para o agosto de 1965 (504,1mm);

Major Vieira: acumulado de 352,0 mm, superando 1998 (271,8 mm);

Matos Costa: acumulado de 335mm, superando 1998 (270,2mm);

Campos Novos: acumulado de 392,8mm, considerando o primeiro local da instalação da estação meteorológica o recorde foi em 1928 (485,4mm);

Florianópolis: com o maior acumulado do Estado de 425,3 mm, sendo o maior acumulado desde que a estação meteorológica foi instalada.

Fonte: Epagri/Ciram

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 4 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog