7 de novembro de 2010

Você conhece a doença de Peyronie?

A doença de Peyronie, é mundialmente assim conhecida, por ter sido descrita em 1743 por François Gigot de La Peyronie (1678 - 1747), cirurgião francês, que foi nomeado primeiro cirurgião e confidente do rei Luís XV.

A doença de Peyronie caracteriza-se pela formação de placas ou nódulos no pênis, em uma das suas camadas chamada de túnica albugínea. Pode ocorrer dor, durante as ereções, e curvatura/encurtamento peniano. Esta curvatura, por sua vez, pode dificultar a penetração durante o ato sexual.

Não existe uma origem explicada, porém acreditase que exista algum trauma que desencadeie todo este processo inflamatório. A doença atinge aproximadamente 5% da população masculina adulta. A regressão espontânea não é comum. O diagnóstico é clínico, sem necessidade, de uma maneira geral, de exames complementares, pois as placas normalmente são facilmente palpáveis.

A doença de Peyronie pode ser dividida em duas fases:image

A fase inflamatória, que é a inicial, geralmente acompanhada de intensa dor ou desconforto durante as ereções, e ocorre geralmente nos primeiros 6 meses de evolução. Pode haver resolução espontânea desta dor, em um período de tempo variável, mas também pode ser indicado, nesta fase, o uso de alguns medicamentos que podem trazer algum benefício, como a vitamina E, colchicina e paraaminobenzoato de potássio.

A segunda fase, chamada de tardia, sem dor, mas com curvatura e deformidade peniana, que representa a doença estabilizada, e varia de 12 a 18 meses de evolução. Normalmente nestes casos, quando esta deformidade peniana atrapalha a penetração, está indicado o tratamento cirúrgico para retificação peniana. Quando o paciente apresenta dificuldade de ereção, que não responde aos tratamentos habituais, associada à curvatura peniana, o implante de uma prótese pode ser discutido.

Fonte: SBU

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 6 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog