2 de dezembro de 2012

Escoliose: com diagnóstico precoce, tratamento tem maior eficácia

Caracterizada por um desvio da coluna vertebral para a esquerda ou para a direita, a escoliose é um problema que pode passar despercebido em crianças e originar problemas futuros para os jovens. “Com pouca sintomatologia clínica, o problema é, muitas vezes, observado por pais e professores, ou quando a criança é submetida a testes de avaliação clínica e fisioterápica”, ressalta o médico ortopedista e traumatologista Joaquim Reichmann.

A fase inicial do processo é de fácil identificação e de prognóstico mais possível. Porém, na grande maioria das vezes passa despercebido pelos responsáveis ou pelas próprias crianças, que não dão muita importância. Com o passar do tempo, entretanto, a correção torna-se mais difícil em função do agravamento dos desvios. Isso sem contar o aspecto estético/postural, e também a ocorrência de sintomas, cujo prinEscoliosecipal é a dor, que surgem com o decorrer dos anos.

“A escoliose é mais fácil de se tratar precocemente”, explica Reichmann. De todas as causas destacam-se as posturais ou funcionais, e as idiopáticas (de etiologia desconhecida ou de tendência familiar). O problema pode surgir tanto na região torácica como lombar da coluna vertebral.

O tratamento fisioterápico deve ser intenso nestes casos, sendo essencial. São usadas técnicas e exercícios de mobilização e alongamento, além de orientações posturais adequadas.

A correção começa no momento do sono. Os pais devem corrigir a postura de dormir; a posição lateral é a ideal. Também na hora de estudar, em sala de aula ou em casa, a postura deve ser observada. Até mesmo no momento do divertimento é importante corrigir a postura, seja com esporte adequado a cada faixa etária ou mesmo ao se jogar um simples vídeo game.

Outro frequente problema está relacionado às posturas incorretas adotadas ao se assentar em frente ao computador. Os médicos recomendam que pais e professores recorram a uma orientação clínica/fisioterápica ao identificarem ou suspeitarem da ocorrência de escoliose nas crianças. “Atenção a qualquer postura indevida, pois pode acarretar problemas graves no futuro, com tratamento muito mais difícil”, alerta Reichmann.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Quando Ouvi Bob Dylan pela Primeira Vez... - Quando ouvi *Bob Dylan* pela primeira vez eu devia ter uns 16 anos, e gostei muito. Sua voz mesmo estranha para alguns, me pareceu muito suave. Não sei ing...
    Há um dia
  • - Barreira - Bandeira do time Grená O paredão do *Grêmio Esportivo Olímpico* de 1964/1966. Enquanto por aqui esteve, Barreira foi um goleiro respeitado até pelos adver...
    Há 5 dias
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 9 meses
  • -

Arquivo do Blog