27 de fevereiro de 2010

Novas técnicas permitem reconstrução anatômica dos ligamentos do joelho

Problemas nos ligamentos do joelho acometem em média 50% da população em geral. Na maioria dos casos, as lesões são decorrentes de traumatismos. Diante disso, se torna cada vez mais presente a preocupação de encontrar possibilidades de reconstruir o ligamento cruzado anterior (o que é lesionado com muito mais freqüência) igual a sua anatomia normal, a fim de garantir a recuperação e a mobilidade do individuo.

O médico ortopedista e traumatologista, Joaquim Reichmann, informa que uma nova técnica, desenvolvida também na Clinica Reichmann de Chapecó, vem sendo utilizada na reconstrução do Ligamento Cruzado Anterior – LCA. A técnica permite a orientação das inserções femorais e tibiais das bandas antero-medial e postero-lateral do ligamento cruzado anterior e visa melhorar a técnica cirúrgica e tentar reproduzir a anatomia do ligamento. “Acreditamos que a reconstrução anatômica do LCA irá melhorar a biomecânjoelho (2)ica do joelho e consequentemente sua função, diminuindo a chance de desenvolver artrose no futuro”, comemora Reichmann.

O LCA é um dos quatro mais importantes ligamentos do joelho em conjunto com o ligamento cruzado posterior (LCP), ligamento colateral lateral (LCL) e ligamento colateral medial (LCM). O LCA é composto por duas bandas, a banda antero medial (AM) e a postero lateral (PL). A principal função do LCA é evitar a translação anterior excessiva da tíbia em relação ao fêmur e também tem um importante papel (principalmente a banda PL) no controle da rotação excessiva do joelho.

A lesão do LCA, especificamente, ocorre por movimento de rotação do joelho ou por trauma direto sobre o joelho. As rupturas completas do LCA causam instabilidade mecânica e funcional.

Reichmann diz que o que há de mais eficaz no tratamento da lesão do LCA é a cirurgia. O objetivo é devolver a função anterior a lesão e prevenir artrose (desgaste) futura. “Estudos recentes têm demonstrado que a reconstrução de ambas as bandas pode restabelecer a estabilidade do joelho de forma mais adequada”, argumenta o médico.

Esta técnica contribui para a melhora no tratamento da lesão do LCA, que atualmente é reconstituído com banda única na maior parte das cirurgias realizadas no mundo.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há uma semana
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog