2 de dezembro de 2009

Plasticultura: uma oportunidade de ampliar a renda do produtor rural

Flores, tomates, mini pepinos, espojas gigantes, porongos decorativos, pimentões coloridos, couve flor colorida, a maioria dessas cultivados em estufas dentro das modernas técnicas de plasticultura, serão atrações da 12a edição do Itaipu Rural Show ,alem do tradicional concurso da abóbora gigante,programada para os dias 27, 28, 29 e 30 de janeiro de 2010, reunindo em Pinhalzinho (SC) 160 empresas que demonstrarão os últimos avanços da ciência e da indústria fornecedora de insumos para o agronegócio.

Em uma área de estufa com 350 metros quadrados serão apresentados ao público visitante 600 vasos de Ciclames e mais 600 vasos de Poinsetias . Os vasos, contendo informações sobre a flor e lembrança da visita ao Itaipu Rural Show, serão comercializados pelo valor abaixo do preço de mercado.

O objetivo desse trabalho, explica o coordenador técnico do Itaipu Rural Show, engenheiro agrônomo Paulo Junqueira da Silva, é demonstrar como o cultivo de flores pode se transformar em uma alternplasticultativa de trabalho e renda, ao lado das culturas tradicionais de cultivo de milho, soja, feijão e hortigranjeiros ou a criação de aves, suínos e bovinos. “O produtor não precisa substituir as atividades da propriedade. A plasticultura pode ser realizada paralelamente aproveitando o espaço e auxiliar no aumento da renda da família” enfatiza.

Outro expoente da plasticultura é o tomate, cultivado em área de estufa (plasticultura) de 300 metros quadrados. Ali foram cultivados mais de 300 pés das variedades “gaúcho”, “cereja” e “salada”. A novidade deste ano é a demonstração da enxertia em escala comercial, para prevenir doenças de solo, já que, na forma convencional, não é recomendado o cultivo por três anos seguidos na mesma estufa.

O cultivo protegido do tomate é iniciativa desenvolvida pela Cooperitaipu através de um projeto apoiado pelo Sebrae. O objetivo é proporcionar mais uma alternativa de atividade, oportunidade e renda, demonstrando que é possível produzir com a redução do uso de defensivos em 50%.

A expo-feira atrairá um público aproximado de 50.000 visitantes e proporcionará negócios superiores a 10 milhões de reais. O público-alvo é formado por produtores rurais de pequeno e médio porte, técnicos e dirigentes originários do grande oeste de Santa Catarina, do noroeste do Rio Grande do Sul e do sudoeste do Paraná, além de Mato Grosso do Sul e países como Paraguai e Argentina.

A iniciativa da Cooperativa Regional Itaipu tem o patrocínio da Nutron Alimentos, Ceraçá e Creditaipu e apoio dos governos federal, estadual e municipal, Sebrae/SC, Senar/SC e Sescoop/SC.

Fonte:MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

Av. Getúlio Vargas, 870-N, Ed. Central Park, sala 21, 2° andar, CHAPECÓ (SC)

Telefax (49) 3323-4244, celular (49) 9967-4244

mb@mbcomunicacao.com.br

marcos.bedin@mbcomunicacao.com.br

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 5 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog