16 de março de 2010

Osteopatia e o tratamento específico da dor

Aquela insuportável dor nas costas pode acabar em questão de minutos com um tratamento fisioterapêutico - a osteopatia, que trata a causa e não a conseqüência. “Nós vemos o paciente como um todo. Uma dor nas pernas, por exemplo, pode ser provocada por um problema no meio das costas”, explica o fisioterapeuta da Clínica Reichmann, Edson Bramati.

Bramati explica que com a técnica, o fisioterapeuta faz um bombeio manual e com isto aumenta o espaço entre as vértebras, recolocando-as no lugar. “O bombeio diminui a tensão entre ligamentos e vértebras e ajuda também a diminuir efeitos inflamatórios e edemas”, argumenta.dori150

A osteopatia se mostra eficaz em casos de hérnia de disco, dores nos ombros, dor cervical e dores lombares. Alcança excelentes resultados através da técnica de estalo das vértebras conhecida como thrusth, em casos de contratura muscular, e desenvolve tratamento preventivo para lesões do esforço repetitivo (LER) ou futuras lesões na coluna.

O fisioterapeuta afirma que a osteopatia evita a cirurgia de hérnia de disco, dependendo da gravidade do caso, do tamanho, do tipo e da extensão da lesão. Primeiramente, o paciente é avaliado. Há casos onde há indicação cirúrgica, feita após exames de ressonância magnética e testes osteopáticos afirma Bramati.

Uma sessão de osteopatia dura em média 50 minutos e o fisioterapeuta usa uma técnica específica para cada tecido (osso, ligamento, músculo e víscera). Uma crise aguda e recente pode ser aliviada imediatamente. É indicada para dores de pescoço causadas por estresse ou má postura. “Conscientizamos o paciente sobre os riscos da má postura, ensinamos a ele como se levantar da cama de manhã e alertamos sobre os males da ginástica mal orientada, da corrida pesada e até dos perigos para a coluna vertebral de andar a cavalo. O melhor esporte seria a natação ou a hidroginástica”, recomenda o osteopata.

“A maioria das queixas, cerca de 70% dos casos, é referente a dores na coluna vertebral”, diz Bramati. Os problemas mais freqüentes são torcicolos, dores na região cervical, lombalgias agudas e crônicas, dores ciáticas e hérnias de disco. “É preciso persistência para fazer os exercícios e evitar os vícios de postura”, finaliza Bramati.

Fonte: MARCOS A. BEDIN

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

mb@mbcomunicacao.com.br

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 2 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há uma semana
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog