24 de agosto de 2009

Veteranos tentaram obrigar caloura à fazer sexo oral

Denúncia de constrangimento à prática de sexo oral em trote universitário


A direção da Universidade Federal Fluminense (UFF) - com sede em Niterói (RJ) decidiu ontem (23) as providências que serão tomadas contra os alunos que, na última quarta-feira (19), teriam tentado obrigar uma caloura do curso de Direito a fazer sexo oral ou beijar na boca um grupo de oito veteranos durante um trote.

Segundo relato da vítima, os estudantes alegaram que ela era bonita e deveria passar por uma prova que a livraria de ter que arrecadar R$ 250 nas ruas.

A jovem conseguiu escapar da violência, embora um dos veteranos, mais forte, tenha permanecido na porta da sala para onde ela foi levada para receber o trote, segundo o relato. O caso foi entregue à Pró-Reitoria de Assuntos Acadêmicos da UFF. A estudante disse a parentes que não formalizou queixa com medo de sofrer novas agressões e constrangimentos.

Segundo o pró-reitor adjunto de Assuntos Acadêmicos da UFF, Renato Crespo, a estudante contou que as calouras mais bonitas eram levadas para um lugar reservado da faculdade pelos veteranos. Ali, eram informadas de que tinham duas opções: fazer sexo oral neles e ser promovida à condição de veterana ou beijá-los na boca. No caso do beijo, a cota de R$ 250 seria reduzida.

A Universidade Federal Fluminense emitiu ontem (23) um comunicado em que diz "repudiar a atitude de alunos veteranos que teriam aplicado um trote violento em calouras do curso de Direito".

A nota diz que "a UFF repele os trotes que geram constrangimento, violência e discriminação, assim como os que obrigam os alunos a se humilharem para arrecadar dinheiro nas ruas".

O reitor Roberto Salles determinou que a direção da Faculdade de Direito abra uma comissão de sindicância para apuração dos fatos. O reitor garantiu que, apontados os culpados, os responsáveis serão punidos "exemplarmente".

Fonte: Espaço Vital
Blog Widget by LinkWithin

10 comentários:

  1. A MENOS QUE SEAS TALENTOSAMENTE …, complejo, te tocará aprender a representar papeles teatrales, de personajes “no-ciertos”, para defenderte!..., pues así es el juego en las “Ligas Mayores”.

    … Hermano que pensaras después de tanto consejo, si te confesara que: “ando más perdido que el hijo de Limber”…, con el que tengo alas y mancuernas, pues también soy piloto.

    … Pero las cosas son así, y yo nunca tuve el talento, para representar “papeles”…, pues soy cruda, honesta y neciamente sincero…, y no se teatralmente defenderme.

    … Cosa no permitible fuera de la “Zona Tórrida”, donde las representaciones ”teatrales” de mascaras y personajes diversos son indispensables para esconder
    y vestir al personaje verdadero

    …, ya que una vez “cosificado”, te cazan como a “patos silvestres”, con escopeta, sabuesos y perdigones…, y no queda más remedio, una vez en cueros, que meterte a ermitaño…, sin ser cangrejo!

    …, pues en estas latitudes, no puedes ser sincero, genuino, legítimo, honesto o sincero…, o te estarás jugando el pellejo…,

    Alfonso Játiva Gómez

    ResponderExcluir
  2. Olá, Luiz!

    Que horror! Como é que umas pessoas dessas ainda têm a cara de se apresentarem com cidadãos e futuros profissionais? Eles deveriam sofrerem a punição máxima por esse ato tão cruel, covarde, imoral e indescente.

    Abraços

    Francisco Castro

    ResponderExcluir
  3. É necessário que se acabe com os trotes de humilhação, estamos tentando aqui em Valença. No inicio do ano instituimos o trote ecológico, vários calouros subiram a Serra dos Mascates para plantar árvores. Abraços

    ResponderExcluir
  4. É complicado esses abusos no trote...As faculdades estão formando animais e não pessoas. Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Genial!!!

    Como não pensei nisso antes!?!?!?

    ResponderExcluir
  6. Eu estudo numa Universidade federal no Rio de Janeiro mesmo (UFRRJ - Rural) e tive o meu trote, que foi muito mais um integração para unir os bixos (calouros) e os veteranos, que deveria ser esse o objetivo de um trote, unir e não punir.
    Completamente lamentavel essa atitude.

    ResponderExcluir
  7. Pow eu sou do 4º periodo, de direito na UFF, minha namorada acabou de entrar, ela estava no mesmo grupo dessa garota, essa historia que a garota, contou é mentira, minha namorada, falou que sim, o trote que passaram era o Farinha ou Bo..., porem esse trote ja é antigo na UFF, é algo, que se eu naum me engano a anos, ninguem pediu a segunda opção, eu estive com essa garota após os trotes, pq houve uma confraternização, entre os calouros, ela naum estava nem abalada, e isso é meio dificil de disfarçar em um caso de estupro. muita gente ta tomando partido, sem realmente saber oq aconteceu aquela tarde.
    Esta na hora do Brasil abrir os olhos pra verdade, e naum de ser cegos pela a mídia que só quer saber de vender jornais.

    ResponderExcluir
  8. bom eu sou veterano, e estava la na hora.... realmente a moça nao quis fazer sexo oral em ninguem, a unica moça que topou fazer foi a namorada do Hudson Romano mas ela só fez em 3 caras.....

    ResponderExcluir
  9. eu sou caloura da uff,participei desse trote e sou prova viva de que nada disso aconteceu ! simplismente a garota nao entendeu a brincadeira,levou coisas absurdas a midia,q só aumentou tudo,pq gosta de escadalos pra vender,não importa q tenham q aumentar fatos e inventar calunias para isso.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Projeto Valença Troca Livros - Aguardem! Em novembro! Vem aí o *"Projeto Valença Troca Livros"* Sem custo algum, apenas doação, amor. Já tenho alguns livros *livros* para serem trocados...
    Há 6 dias
  • - Cheiro de Goiaba - Mais uma participação da escritora, historiadora *Urda Alice Klueger, *Comentando o seu primeiro dia de aula, na Rua da Glória antiga Escola São José, e q...
    Há 2 semanas
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há 5 meses
  • -

Arquivo do Blog