11 de abril de 2011

Alimentos com baixo teor de gordura podem aumentar o risco de doença cardíaca

Dietas de baixa gordura podem aumentar o risco de doenças cardíacas, é o que revelou uma pesquisa. Durante anos, pessoas que querem proteger os seus corações têm evitado comer alimentos gordurosos, como carne vermelha e laticínios. Mas o estudo sugere que dietas de baixa gordura enfraquecem o sistema imunológico e retardam o processo de cura do corpo.

A falta de gorduras e colesterol pode permitir que os danos nas artérias e veias, atinjam níveis críticos e possam levar a ataques cardíacos, derrames ou falência de órgãos. A nutricionista Natasha Campbell McBride, que dirige a Clínica de Nutrição Cambridge, acredita que gorduras e colesterol são "essenciais para a vida".

Ela afirma que a teoria de que as gorduras saturadas são uma espécie de ovelha necoraçãogra é simplesmente errado, como é a do chamado colesterol ruim. As gorduras e colesterol ajudam a criar e proteger as células brancas do sangue e milhões de outras células que reparam os revestimentos das paredes das veias, quando danificados.

O chamado tipo mau colesterol, LDL, é especificamente enviado para o ferimento no fígado e é por isso que os pacientes com doença cardíaca tem níveis elevados em seu corpo. "Infelizmente, porque o LDL é encontrado na cena do crime, o colesterol é erroneamente responsabilizados pela condição do coração, quando na verdade é um modo natural de tentar combate-lo” afirma Natasha.

"Fomos submetidos a conselhos médicos implacáveis com as gorduras naturais e colesterol, mas eles são de fato essenciais para a vida. Se esta mensagem anti-gordura fosse correta, então nós deveríamos estar vendo agora uma redução dos níveis de doença cardíaca, quando na realidade não isto não está acontecendo." continua a nutricionista.

A Dra. Campbell McBride acredita que essas "más" gorduras e colesterol são usadas pelo corpo para reparar as paredes das artérias danificadas pela infecção e combater corpos 'alien' no sangue. Pessoas que têm dietas pobres em gorduras não podem fazer esses reparos, o que leva à formação de cicatrizes significativas, estreitamento das artérias e aumenta o risco de entupimento. Este, por sua vez aumenta as chances de doenças cardíacas e também pode levar a doenças degenerativas, como Parkinson e Alzheimer.

A pesquisa da Dra. Campbell McBride é apoiada por cientistas americanos que descobriram que os vegetarianos correm um grande risco de terem doenças cardíacas. Ela acredita que as pessoas podem reduzir significativamente os riscos se seguirem uma dieta equilibrada, que incorpore também a gordura e o colesterol LDL.

A Dra. Campbell McBride lançou suas descobertas em um novo livro «Put Your Heart in Your Mouth".

Fonte: Daily Mail

Blog Widget by LinkWithin

4 comentários:

  1. Achei muito importante a informação a respeito dessa pesquisa, temos que usar o meio termo então, é bom saber.

    ResponderExcluir
  2. Oi querido, passei para lhe desejar uma boa semana e deixar um abraço.
    Se a menina Limão for para SC, pode deixar que aviso a você.
    Venho também, convida-lo a conferir o novo vídeo da menina limão que postarei essa semana,
    obrigada.
    Fica com Deus,
    abraço

    ResponderExcluir
  3. Caramba Luiz.... e eu fazendo maior dieta, pq tenho colesterol alto! A gente fica é tonto, ora é assim, ora não pode, ora pode, pode gema, não pode gema, manteiga sim, margarina não, manteiga não, margarina sim,.... aieeeeeeeeeeeeee.....

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

Arquivo do Blog