3 de janeiro de 2013

Transporte saudável = vida saudável!

Nos dias de hoje, é muito comum nos preocuparmos com o nosso bem-estar. Mas um dos maiores vilões da nossa saúde continua por aí, cada vez mais presente: o carro! Um estudo realizado pela Associação Média Britânica, publicado na revista Popular Science, comprovou com fatos e dados concretos que os carros engordam e diminuem a expectativa de vida. Segundo o estudo, batizado de ‘Transporte Saudável = Vidas Saudáveis‘, o aumento no número de veículos nas últimas décadas teve os seguintes impactos negativos na saúde:
                 - Mais risco de acidente, deixando pedestres e ciclistas mais vulneráveis;
                 - Mais exposição a poluentes do ar, diminuindo a expectativa de vida;
                 - Quem usa apenas o carro para se locomover apresenta um maior índice de obesidade;
                 - Áreas com mais trânsito apresentam maior mortalidade por doenças relacionadas à poluição do ar;
                 - O trânsito provoca distúrbios causados pela poluição sonora.


E como evitar todos esses malefícios causados pelo uso intenso do carro como meio de transporte? O estudo da Associação Média Britâbikenica mostra que o caminho é apostar em formas mais ativas de locomoção sempre que possível, como caminhar ou pedalar. “Caminhar e pedalar são as formas de transporte mais sustentáveis e são associadas com um grande número de reconhecidos benefícios para a saúde”, diz a pesquisa. Veja alguns benefícios comprovados abaixo:
                - Aumenta a saúde mental;
                - Melhora o humor;
                - Reduz o risco de morte prematura; 
                - Ajuda a emagrecer;
                - Previne doenças crônicas como hipertensão, diabetes, osteosporose, depressão e câncer;


Apesar de defender a bicicleta e a caminhada sempre que possível, o estudo entende que para trajetos mais longos, o transporte público deve ser usado para evitar o uso do automóvel. “Combinar meios ativos (bicicleta e caminhada) com o transporte público pode ajudar a população a atingir o nível de atividade física diária recomendada”, dizem os pesquisadores. Com esses resultados cientificamente comprovados, a Associação Média Britânica sugere um maior investimento do governo na criação de incentivos para as formas mais ativas de transporte, não fazendo do automóvel a melhor opção para viagens curtas dentro das cidades.


Agora, sabendo que usar o carro na maior parte do tempo faz mal para a saúde, não chegou a hora de racionalizar e repensar o estilo de vida que levamos? Não seria hora de começar a usar mais o transporte público da cidade, começar a pedalar para trajetos curtos ou até começar a caminhar para alguns compromissos? A sua saúde certamente vai agradecer! 

Fonte: Eu Vou de Bike

Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado.

Recomendo

  • Lar Meimei - *Lar Meimei, 34 anos trabalhando em prol da Cidadania.* 06/061984 - 06/06/2018 Projeto aprovado pelo Criança Esperança Jornal da Cidade Regional *http://www...
    Há 4 dias
  • - Na época do Frei João Maria - *RECORDAR É VIVER – PARTE 2* *Por Sérgio Cunha* As minhas primeiras lembranças sobre acontecimentos religiosos me remetem ao *Frei João Maria (Foto)*, o ...
    Há uma semana
  • - Noite da Família no Clã! No sábado a noite (13/05) foi realizado uma noite super especial com todas as Mães e familiares do Clã, onde rolou bolos e salgad...
    Há um ano
  • -

Arquivo do Blog